segunda-feira, 17 de abril de 2017

A lista do eleitor

A lista de envolvidos nas delações da Odebrecht não para de aumentar. Parece um mar sem fim e envolve muita, mas muita gente mesmo. Até políticos próximos da nossa realidade começam a aparecer.

Mas o quem vem surgindo nestas denúncias não pode ficar esquecido pelo eleitor. A justiça vai demorar anos para condenar os envolvidos e já se fala até no risco de que os crimes sejam prescritos, ou seja, quando chegar a hora da punição, o tempo se esgotou.

Só que o eleitor tem em suas mãos as eleições a cada dois anos. É momento de excluir os envolvidos. Se eles provarem inocência, até podem voltar na eleição seguinte.

Mas de nada adianta toda esta sujeira sendo destapada se o eleitor não fizer a sua lista. Será que as pessoas estão anotando os nomes que aparecem nas denúncias?

Doações oficiais
A grande maioria dos denunciados vem dando desculpas muito parecidas. 'Todas as doações recebidas fazem parte da lista de prestação de contas aprovada pela Justiça Eleitoral'. Mas será que o que foi doado oficialmente também não merece alguma suspeita? Em Santa Catarina, por exemplo, são várias empresas que aparecem entre as doadoras dos eleitos, de partidos diferentes e opostos? O que elas queriam com isso?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem-vindos e importantes para que se preserve uma das características essenciais da ferramenta blog: seu caráter colaborativo. No entanto, é fundamental garantir que esse ambiente mantenha seu propósito e conserve os objetivos de acordo com os quais foi idealizado.
Pensando nisso, adotamos a seguinte política de moderação:

• o envio de comentários não implica automaticamente na sua publicação;
• os comentários devem estar sempre relacionados aos temas tratados nos posts e podem, ou não, ser publicados no blog;
• ao enviar qualquer comentário, o usuário se declara autor legítimo do material, responsabilizando-se e isentando o autor do blog de qualquer reclamação ou demanda e autoriza sua reprodução gratuita e definitiva;
• os comentários não poderão conter manifestação de qualquer forma de preconceito; linguagem grosseira e obscena; agressão, injúria, difamação ou calúnia a pessoas e instituições; propaganda político-partidária ou que faça menção a empresas e marcas.

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors