segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Fim anunciado dos pequenos hospitais

A Amurel tem um grande hospital, o Nossa Senhora da Conceição, que acaba atraindo pacientes de toda a região. Nos demais municípios temos pequenos hospitais que trabalham com dificuldade para manter um atendimento decente para a população.

Mas o futuro destes pequenos hospitais está comprometido. A situação foi admitida pelo governador Raimundo Colombo (PSD), em recente passagem por Tubarão, que afirmou que o aumento de recursos do Estado na saúde não têm sido suficientes para atender a demanda. “Os custos com remédidos e equipamentos crescem mais do que se consegue destinar e aí a conta não fecha”.

Com os custos nas alturas, Colombo admitiu que mais hospitais pequenos vão fechar as portas nos últimos anos. “Não há dinheiro suficiente para manter estas instituições abertas, equipadas, e com corpo de funcionários, 24 horas por dia. É triste ter que admitir isso”, acrescenta

Continue lendo...

HCJ em vias de fechar

O Hospital São João Batista (HSJB) de Imaruí já está fechado e o Hospital de Caridade de Jaguaruna (HCJ) deve ser o próximo a cerrar as portas na região. O prefeito eleito Edenilson da Costa (PMDB) tentou buscar interessados em tocar a Instituição, mas foi aconselhado por especialistas da área a investir os recursos da prefeitura em melhorias no Posto de Saúde central. Equipar e ampliar o horário de atendimento seriam alternativas para a cidade, cujo hospital vem atuando com dificuldades há muitos anos.

Continue lendo...

Reinauguração

A rede de supermercados Giassi reinaugura na quarta-feira, 30/11, a loja da Vila Moema. As obras realizadas praticamente duplicaram o espaço que passou de 9,6 mil para 17,2 mil m² de área construída. O estacionamento também foi ampliado para 300 vagas cobertas. A ampliação gerou ainda novas vagas de emprego, mas a direção não quis informar quantas e também o valor aplicado na obra. Este é o segundo investimento que a rede faz em Tubarão nos últimos três anos. Em 2013 foi aberta a loja do bairro Oficinas.

Continue lendo...

Pontos da reforma

A reforma eleitoral que está sendo proposta não agrada todo mundo e nem a todos os pontos, mas é um começo. O fim das coligações proporcionais deveria ser válido também para as majoritárias com segundo turno. E vale lembrar que a cláusula de barreira não decreta o fim dos pequenos partidos, que vão continuar sendo livres para existir, mas sem direito ao Fundo Partidário.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors