segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Eleições 2016: vereador eleito Herivelton de Souza (China), foi o mais votado do PP

Continue lendo...

Uma nova prova de fogo

Os próximos passos a serem tomados pelas lideranças públicas são essenciais para a recuperação de Tubarão. O atendimento às pessoas é e foi prioritário logo após o temporal. Ainda há muito a ser feito e esta atenção deve ser permanente. Mas a próxima ação que me refiro é dar condições para a recuperação da vida econômica e ativa da cidade.

As mais de cinco mil empresas que tiveram algum problema devem ter a ajuda necessária para retomar as suas atividades. Os prejuízos variaram desde muito pouco até a paralisação total. A situação é grave. Tanto que as primeiras estimativas financeiras calculadas em mais de R$ 600 milhões, incluem R$ 200 milhões de lucro cessante. Ou seja, movimento financeiro reduzido parcial ou totalmente a partir do temporal.

Para retornar à normalidade das vidas, também é preciso ter garantia de emprego e renda.

Governador e Ministro, além de outros gestores públicos já estiveram na cidade para falar na liberação dos recursos. Mas a burocracia para tudo isso é muito grande, o que significa lentidão. O que foi anunciado até agora não agradou. A carência para os pagamentos precisa ser bem maior.

Vai ser difícil, vai levar tempo, mas com as ações certas, Tubarão e seus moradores vão superar mais esta adversidade imposta pela natureza.

Continue lendo...

Prevenção

Passa ano, entra ano, o Estado de Santa Catarina é vítima de desastres naturais que expõem a fragilidade no quesito prevenção. Até quando os gestores públicos vão empurrar com a barriga os investimentos necessários para cobrir todo o nosso território com equipamentos eficientes para emitir os alertas necessários. O fenômeno climático não pode ser evitado, mas com previsão, seus impactos podem ser minimizados.

Continue lendo...

Dois prefeitos

Os prefeito e vice eleitos de Tubarão, Joares Ponticelli (PP) e Caio Tokarski (PSD), tinham agenda em Brasília que deveria ser apenas para garantir emendas ao orçamento e recursos para 2017. Mas devido ao temporal acabou sendo usada também para pedir ajuda urgente. Numa situação única, a cidade pareceu ter dois prefeitos ao mesmo tempo. Olávio Falchetti (PT), no cargo, corria por aqui para atender as urgências locais, e Joares, eleito, articulava contatos em Brasília e Florianópolis, para amenizar os problemas que serão oficialmente dele, a partir de janeiro.

Continue lendo...

Sem decoração natalina

A Prefeitura de Imbituba anunciou esta semana que não poderá ajudar com a iluminação natalina no município. A decisão nada tem a ver com o temporal que também atingiu a cidade e sim com a queda na arrecadação de tributos. O assunto não teve clima para ser discutido nos últimos dias aqui em Tubarão, mas o impacto nas atividades de fim de ano de Tubarão também deverá ser sentido logo.

Continue lendo...

Anselmo Moraes

O ex-reitor da Udesc, Anselmo Fábio de Moraes, é o primeiro nome convidado para integrar a equipe do futuro prefeito de Laguna, Mauro Candemil (PMDB). Moraes já foi Secretário de Serviços Urbanos de Joinville (1994-1997) e foi convidado para ser assessor de gabinete para assuntos estratégicos na área de planejamento do município.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors