sexta-feira, 20 de maio de 2016

Dez dias para o sim

A decisão final de Joares Ponticelli (PP) sobre a pré-candidatura a prefeito de Tubarão foi adiada por 10 dias sob a justificativa de que precisa conversar com aliados e procurar os partidos que ainda não foram procurados. Mas apesar do adiamento, é quase certo que ao final deste prazo ele será o nome dos progressistas para a eleição, pois no momento, mais ninguém se apresenta com as devidas credenciais.

Apesar dos pedidos de alguns correligionários sobre a rápida indicação de um substituto de Deka May, Ponticelli disse que não assume oficialmente a condição de pré-candidato para não prejudicar as conversas com os demais partidos. Mas isso soa meio contraditório, pois o PP não abre mão de indicar o cabeça de chapa numa futura composição.

Aliás, a ideia de ser vice de alguém arrepia os progressistas que estão dispostos a ter um candidato próprio, coisa que não acontece desde 1992. Então Ponticelli vai procurar todos os aliados possíveis para discutir as alianças com a possibilidade que ele não seja o candidato, mas que o partido indique a cabeça da chapa.

Tentei durante a manhã contato com o pré-candidato do PSD, Caio Tokarski, que seria o nome do partido para uma composição com o PP. Queria ouvir dele o que os pessedistas estão achando desta mudança. Mas fui informado que ele estaria em viagem e por isso não deu para conversar nem por telefone.

Quanto a desistência de Deka, a impressão que fica é que faltou apoio e planejamento dentro da própria sigla. O ex-pré-candidato assumiu o cargo de deputado estadual na Assembleia Legislativa exatamente para ganhar visibilidade. Mas ao mesmo tempo era cobrado para estar em Tubarão para dialogar com aliados e organizar a campanha eleitoral. Como não podia estar em dois lugares ao mesmo tempo, o processo acabou desgastado.

O fato é que os progressistas agora correm contra o tempo. São 75 dias até o início da campanha eleitoral. Para Joares, o prazo é bem maior do que teve em 1996 quando se elegeu vereador numa campanha de apenas seis dias.

Continue lendo...

Lava Jato em discussão em TB

Delegados coordenadores da Operação Lava Jato, comandada pela Polícia Federal, participam nesta sexta-feira, 20/5, de uma palestra sobre o tema. O evento vai ocorrer no Espaço Integrado de Artes da Unisul, às 19h30min e é aberto ao público, sem cobrança de ingresso. Quem quiser pode colaborar com a doação de 2 quilos de alimentos ou 1 pacote de fraldas descartáveis, para posterior doação a famílias carentes do município. Um dos delegados confirmado, é o delegado Ivan Ziolkowski, que tem atuado nas fases mais recentes da operação, inclusive na que apreendeu objetos pertencentes ao governo federal, em poder do ex-presidente Lula. O evento é organizado pela Maçonaria da região.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores