terça-feira, 30 de agosto de 2016

Para manter o PMDB unido

O indeferimento ao registro de candidatura de vice-prefeito de Edson Firmino (PMDB) colocou em alerta toda a coordenação da coligação Tubarão Quer Mais. Firmino vai recorrer da decisão, mas a substituição dele na chapa é assunto cada vez mais forte.

Firmino pode disputar a eleição e fazer campanha enquanto o recurso não for apreciado. Só que a chapa é indivisível. E na hipótese de Carlos Stüpp (PSDB) e ele vencerem as eleições e após isso Firmino perder o recurso quem assumiria a prefeitura seria o segundo colocado na votação de 2 de outubro.

A grande questão desta terça-feira é: será que Stüpp quer correr este risco? Publicamente se fala apenas no recurso de Firmino, que pela manhã teve conversa com o advogado Mauro Prezotto, de Florianópolis. Mas nos bastidores se discutem possíveis nomes peemedebistas: Joma, Cascão e Rodrigo Althoff figuram entre eles. Outros podem surgir, mas a preferência dos tucanos é por alguém que mantenha o PMDB unido, assim como vem sendo com Edson Firmino.

Continue lendo...

Eleições 2016: Renato Borges (PSC) é candidato a prefeito de Laguna

Continue lendo...

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Aquecimento

Pelo que foi o primeiro debate entre os candidatos a prefeito de Braço do Norte, pode-se esperar uma das eleições mais acirradas dos últimos anos. No programa realizado no domingo (28/8) pela Unisul TV, e retransmitido pela Rádio Verde Vale, Ademir Matos (PMDB) e Beto (PSD) trocaram algumas farpas, contestaram ideias e informações e tentaram mostrar o que cada um tem de diferente para o eleitor.

O prefeito Ademir, que tenta a reeleição, tentou mostrar como vantagem a experiência de três mandatos no cargo. Uso isso em alguns questionamentos ao adversário. Apontou erros no Plano de Governo de Beto e sempre que pode falou no atual vice Charles Bianchini e da coligação que tinha com o PSD na atual gestão.

Beto tentou rebater os argumentos de Ademir, dizendo que vai montar uma equipe enxuta e experiente. Falou em diminuição de 20% dos cargos comissionados para aplicar a economia em outras áreas. Não gostou de ser chamado de ‘robô’ por Ademir. Reforçou os vínculos que tem o governador Raimundo Colombo a experiência que teve na Secretaria de Desenvolvimento Regional.

Os novos debates que devem ocorrer até as eleições prometem!

Continue lendo...

Silenciosa

Na maioria das cidades as campanhas eleitorais ainda não ganharam as ruas. Tem candidato que só vai ter material impresso a partir desta semana. A burocracia tem dificultado o trabalho. Todos os pagamentos devem ter como origem contas bancárias que alguns candidatos relataram ter tido dificuldade na abertura.

E como todas as as doações financeiras de valor igual ou superior a R$ 1.064,10 só podem ser realizadas mediante transferência eletrônica entre as contas bancárias os recursos financeiros também estão escassos. O Tribunal Superior Eleitoral orientou doadores para que efetuem transferências no terminal de autoatendimento ou via internet.

Continue lendo...

Três pedidos contra Tanara

A candidata a prefeita de Laguna, Tanara Cidade (PT) e o vice Dr. Roger (PDT) tiveram três pedidos de impugnação registrados na 20ª Zona Eleitoral. Ronaldo Rosinha (PMN), Julio César Willeman (PSD) e a Coligação Ação e Progressos foram os autores das ações que argumentam sobre condenações do TCE quando era secretária de saúde de Laguna e domicílio eleitoral, por ter sido presidente da Fundação Municipal de Tubarão até maio de 2016. Os candidatos têm sete dias para apresentar.

Continue lendo...

Eleições 2016: Samir do Kilojão (PP) é candidato a prefeito de Laguna

Continue lendo...

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Restrições de propaganda em Laguna

A propaganda eleitoral no Centro Histórico e praias de Laguna está bem restrita nestas eleições. O juiz eleitoral Paulo da Silva Filho publicou uma portaria onde determina uma série de limitações aos candidatos. A decisão é baseada nas peculiaridades e características do município.

Entre as restrições estão a proibição de propaganda eleitoral entre as oito da manhã e seis da tarde em áreas como a Fonte da Carioca, Hospital, Praça Gerônimo Coelho e ruas do entorno do Museu Anita Garibaldi e ruas Voluntário da Pátria e Osvado Aranha.

Carreatas, passeatas e caminhadas só vão ser permitidas desde que o fluxo de movimento não seja interrompido, ou seja, é impossível fazer isso sem causar algum transtorno.

A propaganda eleitoral também está proibida nas praias, dunas e entorno da lagoa no âmbito da 20ª Zona Eleitoral, e que daí também envolve o município de Pescaria Brava.

O juiz também estabeleceu limitações de distâncias nas esquinas e pontos de ônibus. Definitivamente ele não quer que a campanha atrapalhe a vida do cidadão. O problema é fiscalizar tudo isso.

Continue lendo...

Tática do Rosinha

Na esfera da justiça eleitoral de Laguna, o candidato do PMN, Ronaldo Rosinha, aposta na mesma tática utilizada em 2012 quando foi candidato pelo PHS e obteve 434 votos. Tenta impugnar todos os adversários para assim ser o único em condições de ser eleito. Não deu certo há quatro anos, mas ele já deu entrada com pedidos de impugnação do candidato do PP Samir do Kilojão e do vice do PSDB Nazil e promete entrar com pedidos contra Tanara Cidade do PT e contra Renato Borges do PSC.

Continue lendo...

Consulta após o debate

A primeira pesquisa eleitoral sobre a intenção de voto dos tubaronenses saiu nesta quinta-feira, 25/8. A consulta encomendada pelo Jornal Noticom, junto a Alô-Brasil Pesquisas, foi elaborada na última segunda, terça e quarta-feira, portanto deve ter medido a reação dos eleitores também após o primeiro debate realizado na segunda. Na consulta estimulada, aquela em que o nome dos candidatos é apresentado, Carlos Stüpp (PSDB) aparece em primeiro com 34%, seguido por Joares Ponticelli (PP) com 22%, Olavio (PT) com 16% e Edi da Farmácia (PSC) com quase 8%. Indecisos, brancos e nulos somam 19%. Como não se publicou nenhuma pesquisa antes do início da campanha fica difícil avaliar se alguem subiu ou desceu, mas é certo dizer que a disputa promete.

Continue lendo...

Eleições 2016: Marciano (PSD) é candidato a prefeito de Pescaria Brava

Continue lendo...

terça-feira, 23 de agosto de 2016

Três a um

Todo mundo espera por vencedores e derrotados após um debate eleitoral. O derrotado foi o candidato que não participou. Carlos Stüpp (PSDB) até escapou de críticas dos adversários, mas nas redes sociais a ausência foi bem explorada. Entre os que vieram, apesar do equilíbrio registrado, o primeiro debate entre os candidatos a prefeito de Tubarão teve os seus destaques.

O candidato do PSC, Edi da Farmácia, deixou uma boa impressão. Bem articulado, com uma boa fala, conseguiu adiantar algumas das propostas que tem nesta campanha. Também foi o responsável pelas principais alfinetadas do programa. Foi logo dando boa noite para o candidato ausente e depois criticou a atual gestão da saúde da cidade, o que depois acabou gerando o único direito de resposta do programa.

O prefeito Olavio, que disputa a reeleição pelo PT, pela primeira vez participou do debate com a experiência do cargo. Depois de duas campanhas eleitorais onde aparecia como novidade e quase imune a críticas pode falar sobre o que fez na atual gestão. Ouviu críticas a sua gestão, mas dessa vez tinha mais conhecimento e experiência para falar.

Já o candidato do PP, Joares Ponticelli, apesar de ser o político mais experiente entre os presentes, estreou num debate entre candidatos a prefeito. Um pouco nervoso no primeiro bloco, veio disposto a passar uma mensagem de novidade mesclada com experiência. Evitou fazer questionamentos pesados e tomou como exemplo outras eleições, como os embates entre Espiridião Amin e Luiz Henrique. Preferiu falar das propostas do que apontar fraquesas dos adversários, principalmente de quem estava fora.

Como até agora não se tem uma pesquisa pública sobre a intenção de voto dos tubaronenses vai ficar difícil avaliar os efeitos do debate. Mas ontem e hoje estão sendo coletados os dados de uma pesquisa que vai ser publicada pelo jornal Noticom e provalmente vai poder se identificar melhor os vencedores e perdedores.

Continue lendo...

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

O primeiro em(de)bate

Estamos em contagem regressiva para o primeiro debate da campanha eleitoral de 2016. Os candidatos de Tubarão abrem a série de programas que vai ser realizado pela Unisul TV e à medida que os dias passam cresce a expectativa.

O eleitor tem todos os motivos para acompanhar o debate entre os candidatos. A campanha eleitoral deste ano é muito curta e toda oportunidade é válida para poder se decidir pelo voto. E como a propaganda eleitoral na TV ainda não começou, vai ser a primeira aparição na mídia depois das convenções e registros. Deixaram de ser pré-candidatos e agora podem pedir o voto do eleitor.

Também há grande expectativa sobre os possíveis questionamentos que podem surgir. Carlos Stüpp (PSDB) e Olavio (PT) chegam com bagagem de já terem exercido o cargo de prefeito. A experiência pesa para o lado bom e ruim. Especialmente para o atual prefeito que nas duas eleições anteriores trazia o discurso de renovação e agora vai ter um tom diferente tanto nas propostas como nos questionamentos dos adversários.

Outro duelo esperado é entre o Stüpp e Joares Ponticelli (PP). Tucanos e progressistas foram parceiros em três eleições, mas os dois líderes partidários nunca foram próximos. Como é a primeira vez que são adversários diretos numa eleição e portanto nunca estiveram juntos num debate há uma expectativa sobre isso. Vai ter pergunta entre eles? Ou vão evitar o embate e centrar forças nos outros candidatos?

Correndo por fora vem Edi da Farmácia (PSC) como o extreante em eleições e também em debates. Qual vai ser o nível de preparação do candidato? É sem dúvida o nome que não tem nada a perder, mas também é o que precisa mostrar algo para que a campanha ganhe força e chances de crescimento.

Diante de todos os aspectos o debate dá sem dúvida a largada para a campanha eleitoral. É o primeiro de dois que vão ser realizados entre os candidatos de Tubarão. Outras cidades da região também vão ter esta oportunidade. Mas especialmente, em Tubarão muitos eleitores vão poder comparar o desempenho entre o primeiro e segundo programa para decidir o voto.

Continue lendo...

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Regras aprovadas para o debate

Reunião teve representantes de todos os candidatos
Representantes das quatro candidaturas a prefeito de Tubarão participaram neste terça-feira, 16/8, de reunião para aprovação das regras dos debates eleitorais que serão realizados pela Unisul TV. O primeiro programa será levado ao ar na próxima segunda-feira, 22/8, às 22 horas.

O formato dos debates foi aprovado por unanimidade dos representantes presentes. Para os debates foram convidados os quatro candidatos a prefeito de Tubarão, Carlos Stüpp (PSDB), Edi da Farmácia (PSC), Joares Ponticelli (PP) e Olavio (PT). O programa será dividido em cinco blocos: apresentação, perguntas entre candidatos (dois), perguntas da produção, e considerações finais.

Para este ano, os debates eleitorais da Unisul TV terão a tradução simultânea da Linguagem Brasileira de Sinais (Libras) e também parceria com a Regional da OAB de Tubarão que fará a assessoria jurídica.

 Entre os candidatos de Tubarão ainda serão realizados um debate com os candidatos a vice-prefeito em 12/9 e um segundo programa com os candidatos a prefeito em 25/9.

Além de Tubarão, a Unisul TV programa debates com os candidatos a prefeito de Braço do Norte (28/8), Jaguaruna (4/9), Capivari de Baixo (11/9) e Laguna (18/9).

A Rádio Bandeirantes 1090 Tabajara AM e o Portal Contato Internet vão retransmitir todos os debates. Em Braço do Norte a Rádio Verde Vale também será parceira na transmissão do programa entre os candidatos da cidade.

Continue lendo...

Gastos de campanhas: desafio da Justiça Eleitoral

A campanha eleitoral começou oficialmente nesta terça-feira, 16 de agosto. Quem tem telefone celular e usa aplicativos como whattsapp, ou ainda utiliza as redes sociais, certamente já recebeu algum pedido de voto hoje. E isso é permitido. Os candidatos deixam de ser pré e agora podem divulgar os seus números e serem mais objetivos em suas propostas.

Nas ruas passam a ser permitidos os carros de som e alto-falantes e este ano estão proibidas a realização de showsmícios, distribuição de brindes e outrdoors. As placas de propaganda ficaram bem menores. Santinho nas ruas, só com o número do CNPJ.

No papel as campanhas de 2016 devem ser bem modestas. Os recursos financeiros estão bem limitados e o prazo é muito pequeno, é a menor dos últimos 18 anos, e a propaganda gratuita no rádio e televisão só começa a partir de 26 de agosto.

Por isso, repito o que já foi dito aqui, desconfie de campanhas e candidatos com muita produção? Tudo muito grande e badalado custa caro e os limites de gastos são bem baixos.

Este, inclusive é um dos grandes desafios da Justiça Eleitoral, neste pleito. Além do prazo apertado para julgar impugnações e eventuais denuncias, também precisa aumentar o cerco sobre o controle dos gastos de campanha. E apesar dos visíveis excessos do passado, a justiça sempre teve dificuldade de comprovar algo que possa tirar o mandato de alguém.

Continue lendo...

quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Quatro temas para os futuros prefeitos

A campanha eleitoral começa a ganhar as ruas e os candidatos devem apresentar as propostas para conquistar o eleitor. Muitos temas são importantes neste momento e eu gostaria de destacar alguns deles, que no meu entendimento devem estar na pauta de todos.

O momento da economia nacional e a queda da arrecadação dos municípios exige um controle das contas muito rígido dos administradores públicos. Equilibrar os gastos é um dos principais desafios, pois hoje boa parte das prefeituras mal consegue cobrir a folha de pagamento e a sobra para investimentos raramente passa de um por cento da arrecadação. Ou seja, nenhum candidato pode prometer obras mirabolantes, pois vai depender do governo federal e estadual para fazer isso.

A mobilidade urbana também ganha destaque na medida que as cidades ficam cada vez mais lotadas de veículos particulares. Municípios médios e pequenos de nossa região têm problemas de estacionamento nas áreas centrais, e uma das soluções para isso é resolver o transporte coletivo. Tubarão, por exemplo, espera há décadas por algum projeto que traga inovação e qualidade ao serviço.

A garantia de vagas em creches e pré-escolas é outra necessidade das famílias nos tempos atuais. Pai e mãe precisam trabalhar para obter uma renda que atenda as necessidades e por isso, os filhos precisam de um lugar para passar o dia. Alimentação e educação de qualidade são essenciais, mas garantir vagas para todos também é algo que nem deveria ser discutido, mas em alguma cidade ainda é.

Pra finalizar, o tema que está na ponta das prioridades dos eleitores: a saúde. Municípios, estado e união tem as suas responsabilidades, mas nem sempre todos cumprem com a parte que lhes cabe. Mas os futuros prefeitos não podem esquecer que a agilidade no atendimento é algo essencial. Quem está doente não pode esperar. Depois disso, o principal reforço deve ser na prevenção, com políticas integradas com outras áreas. Só assim para deixar de ser uma secretária de doença e efetivamente ser saúde.

Continue lendo...

quinta-feira, 4 de agosto de 2016

Três ou quatro em Tubarão?

Chegamos na semana decisiva para as definições das candidaturas a prefeito em nossa região. Hoje e amanhã vão ser realizadas mais duas convenções que podem determinar o quadro final para as eleições. Olavio Falchetti e Akilson pelo PT e Carlos Stüpp e Edson Firmino pelo PSDB e PMDB já estão definidos.

Amanhã estão marcadas as convenções do PP e do PSD que vão ratificar a coligação que tem Joares Ponticelli e Caio Tokarski. Até agora são os pré-candidatos que apresentam uma estrutura de campanha mais organizada. Eles têm utilizado as mídias sociais e têm equipes de trabalho contratadas, enquanto os outros ainda estão por definir.

Mas hoje à noite tem a convenção PSC, do pré-candidato Edi da Farmácia. Nos últimos dias tem-se falado muito na desistência dele pois o partido não acertou nenhuma coligação e teria que disputar com chapa pura. O presidente do partido, Paulo César Lopes, disse que isso na rádio Bandeirantes AM que isso não vai ocorrer. Mas o silêncio do pré-candidato, às vezes, só ajuda neste burburinho.

Se o PSC realmente vai manter a candidatura não foi possível confirmar, mas o que chama a atenção neste caso é qual seria o interesse dos boatos sobre esta desistência. Será que uma quarta opção de voto vai fazer a diferença no resultado das eleições? Será que o apoio de Edi a algum candidato já definido muda alguma coisa? Quem ganha e quem perde com isso?

São questões que deverão ser respondidas a partir de hoje.

Continue lendo...

Quem ganha o apoio de Everaldo?

Em Laguna, o quadro eleitoral também está praticamente definido com pelo menos três fortes candidaturas. O PMDB vai ter Mauro Candemil como candidato a prefeito e um vice do PSD, o advogado Julio Willeman. O PT confirmou novamente Tanara Cidade como candidata a prefeita e o PDT vai indicar o médico Roger Silva como candidato a vice-prefeito. A terceira candidatura é do empresário Samir Ahamad, do PP, com um vice a ser indicado pelo PSDB. Mas em Laguna, a dúvida do momento é saber qual destes candidatos vai ter o apoio do atual prefeito Everaldo dos Santos do PMDB. Apesar de não ter sido escolhido pelo partido e ter uma administração questionável, Everaldo ainda é um político popular e respeitado no cenário local. Ou seja, o apoio dele pode fazer diferença.

Continue lendo...

terça-feira, 2 de agosto de 2016

Salas de informática sob perigo

Uma nova situação na área educacional tem deixado os profissionais envolvidos com a pulga atrás da orelha. O Governo do Estado teria excluido a vaga dos professores da sala informatizada do processo seletivo para os anos de 2017 e 2018, o que significa que estes espaços serão desativados.

Este espaços são para muitos estudantes, o único local onde podem efetuar pesquisas e trabalhos escolares, pois o acesso a internet em casa ainda não é uma situação universal. Cresceu muito, é verdade e chega a quase 60%, mas ainda não é como um aparelho de televisão que está em 98% das residências brasileiras.

Em maio deste ano, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte), promoveu um encontro para discutir as condições de trabalho das salas de informática. Neste evento se cobrou a realização de um concurso público para efetivar os profissionais, além de exigir a formação específica para a atuar na área. Formação esta que está sendo feita por alguns profissionais que agora estão na iminência de perder o emprego.

A comunidade escolar precisa se mexer agora, para evitar que estes espaços sejam perdidos. Caso contrário vamos ver algo semelhante ao que ocorreu quando foram fechadas algumas escolas. Quando se tentou reverter a situação era tarde demais.

Leia mais...
Fechar escolas é inovar?

Continue lendo...

Definições em Santa Rosa de Lima

Em Santa Rosa de Lima, duas candidaturas estão definidas. A atual prefeita Dilcei Heidemann (PMDB) vai disputar a reeleição com o mesmo vice, Mario Luiz Benedet (PSDB). Já a oposição realizou a convenção na sexta-feira e definiu o atual vereador Salésio Wiemes (PT) como candidato a prefeito e Afonso Kulkamp (PP) como vice numa chapa que ainda tem o apoio de PSD e PSB.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors