terça-feira, 12 de julho de 2016

Ter ou não ter o Dia D?

A CDL experimentou um novo local para as atividades do Dia D no último sábado e pra variar teve quem gostou e quem não gostou. O que só prova que é impossível agradar a todos. Mas o fato é que houve uma tentativa de inovar. De experimentar uma novidade para ver o resultado.

Para os lojistas, a mudança das proximidades da casa da cidadania para a frente do muro dos Correios, não trouxe impacto nas vendas, mas para as entidades que foram beneficiadas com as barracas da festa julina, o Dia D foi muito bom. Muita gente circulou por alí o que garantiu o sucesso desta ação social.

Para o trânsito, também não adianta dizer que qualquer alteração sempre vai dar algum transtorno. E aí cabe a pergunta. É melhor não ter o Dia D, como uma opção de lazer ao ar livre, de atividade uma atividade diferente, uma vez por mês, ou é melhor deixar tudo como está, parado, e irmos buscar novidades em outras cidades? O que será que vai dar mais reclamação?

Como disse no começo, é difícil agradar a todos. Ainda mais motoristas e pedestres sem paciência como andamos vendo por aqui. Parece que ninguém mais tem tempo de esperar por um sinal verde. Quem dirige e quem atravessa a rua anda disputa espaços ao mesmo tempo e o descumprimento às regras é geral. Mas isso já e assunto para um outro comentário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem-vindos e importantes para que se preserve uma das características essenciais da ferramenta blog: seu caráter colaborativo. No entanto, é fundamental garantir que esse ambiente mantenha seu propósito e conserve os objetivos de acordo com os quais foi idealizado.
Pensando nisso, adotamos a seguinte política de moderação:

• o envio de comentários não implica automaticamente na sua publicação;
• os comentários devem estar sempre relacionados aos temas tratados nos posts e podem, ou não, ser publicados no blog;
• ao enviar qualquer comentário, o usuário se declara autor legítimo do material, responsabilizando-se e isentando o autor do blog de qualquer reclamação ou demanda e autoriza sua reprodução gratuita e definitiva;
• os comentários não poderão conter manifestação de qualquer forma de preconceito; linguagem grosseira e obscena; agressão, injúria, difamação ou calúnia a pessoas e instituições; propaganda político-partidária ou que faça menção a empresas e marcas.

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors