quinta-feira, 24 de março de 2016

Um erro de R$ 2 milhões

O secretário executivo da ADR de Tubarão, Caio Tokarski, está fazendo de tudo para acabar com um problema está com ele desde que assumiu o cargo. A conclusão da Ponte de Congonhas vai exigir quase que a construção de mais uma ponte do mesmo tamanho, já que 30 metros de cabeceiras serão erguidas de cada lado e o custo pode ser até maior. Tokarski tem sido cuidadoso nas palavras para não botar a culpa em ninguém, mas fica difícil aceitar um erro de projeto como o que aconteceu, sem pensar no prejuízo de dinheiro e de tempo. Já pensou se isso fosse na iniciativa privada?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários são sempre bem-vindos e importantes para que se preserve uma das características essenciais da ferramenta blog: seu caráter colaborativo. No entanto, é fundamental garantir que esse ambiente mantenha seu propósito e conserve os objetivos de acordo com os quais foi idealizado.
Pensando nisso, adotamos a seguinte política de moderação:

• o envio de comentários não implica automaticamente na sua publicação;
• os comentários devem estar sempre relacionados aos temas tratados nos posts e podem, ou não, ser publicados no blog;
• ao enviar qualquer comentário, o usuário se declara autor legítimo do material, responsabilizando-se e isentando o autor do blog de qualquer reclamação ou demanda e autoriza sua reprodução gratuita e definitiva;
• os comentários não poderão conter manifestação de qualquer forma de preconceito; linguagem grosseira e obscena; agressão, injúria, difamação ou calúnia a pessoas e instituições; propaganda político-partidária ou que faça menção a empresas e marcas.

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors