terça-feira, 3 de novembro de 2015

UTI móvel para Capivari

O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) anunciou ao vice-prefeito de Capivari de Baixo, Tião da Telha (PDT), a liberação de uma emenda parlamentar para compra de uma ambulância que será transformada em uma UTI móvel para atender a população da cidade. A informação foi dada durante a visita de Tião ao gabinete do deputado nesta terça-feira, 3/11. Os recursos serão encaminhados pelo Governo do Estado ao município, no valor de aproximadamente R$ 150 mil.

Continue lendo...

Movimentos por pavimentação

A nossa região viu nos últimos meses as obras de revitalização da rodovia que liga Tubarão a Braço do Norte. As obras ainda não acabaram, geram transtorno, mas o resultado vai ser bom para todos.

Mas ao mesmo tempo, outras rodovias precisam de atenção do Estado. Algumas delas nem tem pavimentação ainda. É o caso da estrada que liga Pescaria Brava a Imaruí e outra que liga São Martinho a São Bonifácio. As duas poderiam ser boas alternativas para fugir da BR-101, que mesmo duplicada, sofre com congestionamentos e trafego intenso.

Só que mais do que uma rota alternativa de trânsito, a pavimentação de estradas leva qualidade de vida aos moradores e também uma possibilidade de desenvolvimento econômico. Nestes dois casos por exemplo, o potencial turístico é enorme.

No próximo sábado, os moradores de São Martinho e São Bonifácio pretendem fazer um protesto para pedir mais uma vez a pavimentação da rodovia que é chamada de Histórica. Em Imaruí e Pescaria Brava, as lideranças também começam a se mobilizar, mas ninguém sabe quando algum projeto vai sair do papel.

Pelo ritmo de outras reivindicações pode-se imaginar que vai demorar bastante. Mas se não houver cobrança aí mesmo que nada acontece.

Continue lendo...

Legalização dos jogos em questão

A Câmara dos Deputados instalou na semana passada a Comissão Especial do Marco Regulatório dos Jogos no Brasil, que vai analisar mais de dez propostas sobre a legalização de bingos, cassinos, jogo do bicho, jogos pela internet e caça-níqueis. O projeto mais antigo sobre o tema foi apresentado há mais de 20 anos para descriminalizar o jogo do bicho.

Para os defensores da proposta a regularização dos jogos vai ser fonte de empregos e turismo. A análise dos projetos vai ocorrer em meio à intenção do governo de buscar novas fontes de recursos para os cofres públicos. A liberação dos jogos no País pode gerar arrecadação equivalente a mais da metade dos R$ 32 bilhões que o governo planeja obter com a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF).

Já para quem é contrário a proposta, a liberação dos jogo pode significar lavagem de dinheiro, dificuldade de fiscalização e risco de vício. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), entre as pessoas que apostam, cerca de 3% enfrentam problemas por causa de jogo, como dívidas ou desentendimentos familiares, e 2% são dependentes.

Você aí leitor, é contra ou a favor?

Mais informações...

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores