terça-feira, 18 de novembro de 2014

Depende do coração

Com a redução na representação parlamentar da região da Amurel ficou ainda maior a expectativa em torno da reforma administrativa que deverá ser feita pelo governador reeleito Raimundo Colombo. As Secretarias de Desenvolvimento Regional vão continuar? Se forem mantidas, vão ter suas funções revistas e melhor definidas? A Amurel vai continuar com três SDRs?

Destas discussões dependem também as possíveis indicações para os eventuais cargos de secretários. A especulação até agora, se mantidas a estrutura atual, é de que PMDB e PSD dividam as indicações, ficando Braço do Norte para os peemedebistas e Tubarão e Laguna para os pessedistas.

Em Tubarão, é certo que Jairo Cascaes (PSD) deixa o cargo para assumir a presidência da Câmara de Vereadores em 2015. Outro vereador, Caio Tokarski, estaria na linha de sucessão com o objetivo de ganhar projeção para as eleições municipais de 2016. Correndo por fora estaria o ex-prefeito Pepê Collaço.

Mesmo que involuntariamente, o governador Raimundo Colombo deve deixar todo mundo esperando um pouco mais por estas definições. Desde ontem ele está em São Paulo para passar por exames e procedimentos cardíacos. O vice-governador Eduardo Moreira (PMDB) assumiu os compromissos da agenda, mas que não incluem a reforma administrativa e montagem do futuro governo.

Continue lendo...

Escritura contestada

A polêmica entre a prefeitura e o Clube de Campo continua mesmo com a revogação da liminar que impediu a continuação dos trabalhos da construção da pista de skate. A decisão do juiz substituto Rodrigo Fagundes Mourão foi baseada em documentos apresentados, incluindo a matrícula do imóvel de propriedade da prefeitura. Na sessão da Câmara de Vereadores de ontem, os representantes do clube disseram que esta matrícula seria de um terreno público, mas não do local onde é feita a obra. E agora? A discussão judicial deve continuar.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors