quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Votar deixou de ser prioridade?

As novas pesquisas desta semana botaram o tempero final nesta disputa presidencial. Dilma Roussef (PT) apareceu na frente de Aécio Neves (PSDB) pela primeira vez neste segundo turno e os próximos três dias vão ser de muita expectativa em torno do resultado final.

Uma das avaliações em torno dos números divulgados até agora é o impacto que eles podem ter na redução das abstenções. Muita gente que pensava em ficar sem votar pode ter mudado de ideia.

É a grande esperança já que no primeiro turno foram mais de 27 milhões de ausentes. Somados aos 11 milhões de votos brancos e nulos, tivemos mais votos que o segundo colocado. É muita gente desinteressada pelo processo.

Neste segundo turno a situação tende a piorar, pois em muitos estados, como Santa Catarina, a eleição para governador já foi definida. A esse desinteresse também se deve acrescentar o baixo nível da campanha que não ajudou em nada para cativar os eleitores.

Mas a grande impressão que fica é de que o processo político atual está esgotado. Candidatos fazem campanha sem apresentar propostas. O eleitor que já sabe disso nem prefere acompanhar. Os partidos políticos seguem desmoralizados e ninguém aguenta mais falar em eleições a cada dois anos.

E desse jeito vamos para mais um dia de votação, se der tempo é claro, porque do jeito que está o cidadão sempre acha algo mais importante pra fazer.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores