quinta-feira, 5 de junho de 2014

Dobrar ou não dobrar

As articulações para a composição das chapas que vão disputar as eleições estaduais ganharam um fator polêmico esta semana. Enquanto Raimundo Colombo (PSD) teve encontro com membros do PP, o senador Luiz Henrique da Silveira conversou com o pré-candidato do PT, Cláudio Vignatti.

Hoje, declarações do senador ao jornalista Moacir Pereira o colocam fora da campanha caso o deputado estadual Joares Ponticelli (PP) venha a ser o candidato da aliança ao Senado. Luiz Henrique disse que não pode estar ao lado de quem tentou lhe cassar dois mandatos e que se for desta forma, acredita que a tese de candidatura própria do PMDB ganha nova força. Porém ele reafirmou que não quer ser candidato a nada.

Já dissemos aqui em outras oportunidades que entre os deputados dos partidos aliados há o interesse de integrar o PP na chapa e que a resistência maior fica nas bases. O que deve ser avaliado também na discussão é como fica a autonomia do governador Raimundo Colombo se forem mantidos os interesses do PMDB e de seu principal líder Luiz Henrique da Silveira. A aproximação com o PP foi um movimento de Colombo e se tiver de voltar atrás seria para atender ao principal aliado. Desta decisão sairia uma resposta de quem realmente terá o comando de um futuro novo mandato.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors