quinta-feira, 27 de março de 2014

Governador programa lançamento de obras em Tubarão

Uma pré-agenda do governador Raimundo Colombo (PSD) e do vice-governador, Eduardo Moreira (PMDB) a Tubarão foi definida com o secretário regional, Estêner Soratto (PSDB), para o dia 9 de abril. O Governo do Estado fará o lançamento do Edital de Construção da Rodovia Ivane Fretta Moreira; lançamento do Edital da restauração da SC 370, no trecho de Tubarão-Braço do Norte; protocolo de intenções para a vinda da empresa Intelbras a Tubarão; protocolo de intenções para a manutenção da empresa Thermosystem, em Tubarão.

Continue lendo...

Dúvidas sobre as parcerias da saúde

A nova polêmica em torno da mudança de uma das Unidades do Samu de Tubarão reforça o descaso com os assuntos relacionados à saúde. O problema do local de funcionamento já era conhecido há cerca de um mês e ontem a própria Gerência de Saúde da SDR diz ter sido surpreendida com a transferência por causa da interdição da vigilância sanitária.

Mas a grande questão é porque se chegou a esta situação se o problema era conhecido?

Tubarão tem atualmente duas unidades do Samu. A básica que é mantida pelo município e a avançada que é responsabilidade do estado. O problema vem ocorrendo com esta, que a Secretaria Estadual mantém em parceria com uma entidade de São Paulo. Este modelo é repetido em 23 cidades de Santa Catarina.

Na teoria o governo repassa os recursos para que a entidade administre e mantenha um local fixo com telefone. Na prática, o que se vê é a utilização de um local sem as condições adequadas para o funcionamento, tanto é, que a vigilância sanitária interditou.

Agora que a prefeitura cedeu um lugar paras uma nova instalação provisória também deveria se questionar o que está sendo feito com os recursos para a manutenção do Samu. Pra onde vai o dinheiro que era para pagar aluguel e telefone, por exemplo?

Esta semana, vereadores de Araranguá foram até a Assembleia Legislativa pedir aos deputados a investigação da parceria que o Estado tem para a administração do Hospital Regional da cidade. Também uma empresa paulista é a responsável e existem denuncias de irregularidades.

Não seria o mesmo caso de buscar explicações para que o vem ocorrendo em Tubarão?

Continue lendo...

Um debate divertido

Enquanto não se resolvem os candidatos e muito menos os debates da campanha eleitoral de 2014, uma turma resolveu fazer algo divertido. Acompanhe o vídeo que faz sátira e imitações de conhecidas figuras do cenário político catarinense

Continue lendo...

quarta-feira, 26 de março de 2014

Guarda Municipal em Imbituba

O vereador de Imbituba, Cláudio do Raio X (PMDB), pediu a implantação da Guarda Municipal na cidade. Ele argumenta que, apesar do esforço das autoridades policiais, o efetivo atual não é suficiente para atender toda a demanda de ocorrências no município, devido às grandes distâncias entre os bairros e comunidades. A constituição da GM está prevista na Lei Orgânica Municipal, mas depende de uma Lei Complementar para ser criada.

Continue lendo...

terça-feira, 25 de março de 2014

Coligação no cardápio

O ex-vereador do PT e médico na Capital, Ricardo Baratieri, fez um almoço em sua casa na Lagoa da Conceição, em Florianópolis, e convidou o casal Amin – Esperidião e Ângela – e o presidente do PT Cláudio Vignati. O menu foi uma coligação do PP com PT. Uma semana antes, Cláudio Vignatti fez a mesma conversa com o presidente do PP, deputado federal João Pizzollati. Indagado se esses encontros estariam afastando o PP da coligação com PSD e PMDB, Esperidião Amin limitou-se a observar que este é assunto para a convenção do partido. Se essa dobradinha vingar, Joares Ponticelli estará com a sua candidatura ao senado comprometida, já que o PT lançou com pré-candidatos à única vaga de senador a ministrado Ideli Salvatti e o deputado Décio Lima.

Continue lendo...

Sem cirurgias e sem médicos

Vereador de Tubarão, Edson Firmino (PMDB), questionou na Câmara os motivos que levaram a Prefeitura de Tubarão a ficar de fora do mutirão de cirurgias de catarata realizadas pela SUS. Quer saber quantas cirurgias deste tipo foram feitas em 2013, já que a fila de espera chega a dois anos.

Enquanto isso, também não dá para entender porque a Prefeitura de Tubarão não aderiu ao programa Mais Médicos, do Governo Federal, e agora procura por profissionais para contratar para o Programa Estratégia de Saúde da Família (ESF). Ontem, o chefe de gabinete Fernando Ferreira disparou e-mail informando que a Fundação Municipal está contratando.

Continue lendo...

Questão de impunidade

O Brasil está entre os países que mais prende criminosos no mundo. Aqui em Santa Catarina, o governo do Estado dobrou as vagas em presídios e mesmo assim, ainda temos prisões superlotadas. Toda semana acompanhamos na mídia ações policiais, apreensão de drogas e até crimes de colarinho branco resultando em gente algemada.

Mesmo assim, cresce na sociedade o sentimento de que temos uma polícia ineficiente. Nos últimos meses temos visto casos em que está sendo feita ‘justiça com as próprias mãos’. A comunidade revoltada corre atrás do bandido ao invés de chamar a polícia. São casos de espancamentos e linchamentos que mais do que uma revolta, revelam uma situação de barbárie.

Não pode ser assim. Sem um julgamento prévio, muitos erros são cometidos. Os tais ‘justiceiros’ agem sem pensar nas consequências.

As pessoas precisam perceber que o problema não é uma sensação de insegurança e sim de impunidade. Se a polícia prende, as cadeias estão lotadas e depois muita gente acaba sendo solta é sinal de algo não está funcionando bem. Se a sociedade clama por justiça deve continuar cobrando por uma polícia mais preparada, mais eficiente e pelo fim da impunidade, com leis mais eficazes e que garantam que o crime não compensa.

Continue lendo...

CEI da revista

A Comissão Especial de Inquérito aprovada na sessão de ontem da Câmara de Vereadores promete dar dor de cabeça ao prefeito Olávio Falchetti (PT). A investigação quer apurar possíveis irregularidades em revista publicada pela prefeitura para divulgar ações do governo. Entre as justificativas apresentadas pelo vereador Lucas Esmeraldino (PSDB) estão a superexposição do prefeito, que aparece em 16 fotos em 24 páginas. A bancada do PT argumenta que não há crime na divulgação e votou contra a formação da Comissão

Continue lendo...

segunda-feira, 24 de março de 2014

Matusa e Vignatti pré-candidatos

O vereador de Tubarão Matusa (PT) confirmou a pré-candidatura a deputado estadual nas eleições de outubro de 2014. Ele participou, no sábado (22), de encontro estadual do PT que também confirmou o nome do presidente estadual e ex-deputado federal Cláudio Vignatti como pré-candidato a governador.

Continue lendo...

Fila e prejuízo

A fila de caminhões para descarregar soja no Porto de Imbituba gerou diversos problemas para os motoristas. Foram dias esperando para liberar a carga e prejuízo no bolso. Os preços de alguns serviços aumentaram mais de 100% em alguns casos. Segundo a Fetrancesc, a diária no posto de triagem subiu de R$ 18 para R$ 40 e as refeições, de R$ 8 para R$ 15.

Continue lendo...

Legendas ou libras

As regras para a realização de debates eleitorais em 2014 apresentarão novidades este ano. Os programas deverão ser transmitidos com legendas ou na Língua Brasileira de Sinais (Libras).

Continue lendo...

quinta-feira, 20 de março de 2014

Não esqueçam da enchente

A próxima segunda-feira será um dia muito triste em Tubarão, mas necessário de ser lembrado. Marcará a passagem dos 40 anos da grande enchente de 1974. Uma tragédia sem precedentes na história da região e que quatro décadas depois ainda emociona.

Quem está acompanhando na imprensa os relatos de quem viveu a enchente consegue ter uma ideia de como foi assustador e devastador. É de arrepiar e emocionar, mas só quem passou por tudo sabe a verdadeira dimensão do que foram aqueles dias.

Infelizmente, relembrar a enchente tem sido a única maneira de lembrar as autoridades de que medidas preventivas precisam ser feitas de forma permanente para tentar evitar um desastre desta proporção.

O último trabalho no Rio Tubarão foi encerrado há TRINTA E UM anos, CINCO meses, e UM dia. Desde então esperamos por novas obras de redragagem. Mas só preocupação com o rio não basta. Precisamos também de um sistema de monitoramento regional dos níveis do rio. Precisamos manter as barras de rios e lagoas desassoreadas para dar vazão às águas das chuvas. Precisamos construir barragens. Precisamos de projetos para buscar os recursos para fazer é que é necessário.

Se lembrando todo ano a passagem da enchente já está difícil fazer estas obras, imagine se o passado cair no esquecimento?

Continue lendo...

Temer em Criciúma

O vice-presidente Michel Temer (PMDB) estará hoje em Criciúma para participar da posse da nova diretoria da Associação Empresarial, a ACIC, entidade que completará 70 anos em junho. O novo presidente será o empresário César Smielevski. No evento, Temer falará sobre o cenário político e econômico do Brasil.

Continue lendo...

terça-feira, 18 de março de 2014

2018 em 2014?

Entre as possíveis articulações para a campanha de reeleição do governador Raimundo Colombo (PSD) já se fala que os acordos de 2014 estariam sendo ampliados para 2018. O governador disse que tem intenção de voltar ao Senado, mas que isso é impossível de se garantir agora, com tanto tempo de antecedência.

Este tema que envolve as eleições de 2014 foi apenas um dos assuntos tratados em entrevista realizada na semana passada, em Florianópolis, para a Unisul TV. O programa Grandes Temas, conduzido pelo jornalista Ildo Silva da Silva, e que teve a minha participação, será exibido nesta terça-feira, 18/3, às 21 horas.

Raimundo Colombo também falou sobre as ações do governo na região com os recursos do Pacto por Santa Catarina, Fundam, entre outros. Ele antecipou também a informação de que hoje de manhã estaria descentralizando os recursos para a construção da ponte do Camacho, entre Jaguaruna e Tubarão. A responsabilidade da obra ficará por conta da SDR.

O governador também disse que está angustiado com a demora do Aeroporto de Jaguaruna e que não vê a hora do equipamento funcionar. Entende que será importante para o desenvolvimento regional e que está empenhado em tirar do papel outros projetos como a rodovia Ivane Fretta Moreira, conclusão da Arena Multiuso e da UPA 24 horas.

Sem tem o que mostrar, o governador sabe que terá um 2014 difícil e mais complicado ainda de se pensar num distante 2018.

Continue lendo...

Orçamento regionalizado

Todo ano os deputados estaduais circulam pelo Estado em Audiências Públicas para o Orçamento Regionalizado. Ocorre que muito do que se discute acaba ficando só no papel. Por este motivo, o líder do PP na Alesc, deputado Valmir Comin, encaminhou ofício à Comissão de Finanças e Tributação da Assembleia Legislativa propondo que os membros do governo o que foi aproveitado e realizado.

Continue lendo...

Alves será o novo presidente da Acim

A Associação Empresarial de Imbituba (Acim) elege nova diretoria na próxima sexta-feira, 21/3. Apena uma chapa foi registrada para a eleição. Ela é encabeçada pelo empresário Jaime Pacheco Alves, da empresa Lasca Minerações. O atual presidente, Adilson Silvestre, será o vice-presidente da entidade.

Continue lendo...

sexta-feira, 14 de março de 2014

Voto em quem olha pela região

Nas eleições de 2010 as Associações Empresariais da região sul organizaram a campanha ‘Voto pelo Sul’ que destacava a importância do voto em candidatos da região. Naquele ano foram 62 candidatos com domicílio eleitoral em alguma cidade das três microrregiões.

Nas urnas pode-se dizer que o resultado da campanha foi parcialmente atingido. A bancada de deputados estaduais diminuiu e a federal cresceu. Será que a campanha será repetida em 2014?

Na região Norte de Santa Catarina, a Acij (Associação Empresarial de Joinville) já lançou esta semana a campanha ‘Vote Certo, Vote em Joinville’. Mais do que votar nos candidatos da região eles querem incentivar as pessoas que migraram para a cidade a transferir o título e aumentar o número de eleitores, que já é um dos maiores do estado.

Como se percebe, a campanha e os candidatos ainda não se definiu, mas já existe uma organização prévia para a mobilização. Por aqui em 2010 houve dificuldade para a campanha deslanchar e até mesmo saber quais eram os candidatos do Sul.

E tem algo ainda que a campanha, se ela existir, deveria se preocupar. O eleitor precisa ser incentivado a votar em candidatos comprometidos com propostas e necessidades da região. Muitas vezes o candidato eleito pode ser um vizinho, mas o compromisso dele pode estar bem longe.

Bom mesmo, se os eleitos tiverem vontade de fazer uma reforma política e, por exemplo, propor o voto distrital. Seria uma maneira de garantir representatividade para todas as regiões do estado e, inclusive, deixar as campanhas eleitorais mais baratas.

Continue lendo...

sexta-feira, 7 de março de 2014

Presente de grego

O ISS dos bancos que um dia foi um sonho do tipo ‘galinha dos ovos de ouro’ agora vira um pesadelo. Lembro bem do dia seguinte a vitória eleitoral de Manoel Bertoncini (PSDB) e Pepê Collaço (ex-PP) e dos projetos que eles faziam para a utilização dos recursos. Os recursos vieram, o mandato se foi e agora vem a dívida.

No segundo semestre de 2012 o vereador Evandro Almeida (PMDB) cobrou na Câmara a informação de onde a prefeitura teria gasto os cerca de R$ 30 milhões recebidos de ISS. Na época tudo foi tratado como intriga de campanha e a resposta não teve nada de específico. Os recursos teriam sido diluídos em gastos e obras diversas.

A decisão do STF cai como uma bomba na atual gestão que terá o desgaste de se virar em recursos judiciais para adiar o máximo possível este pagamento. Vai tentar parcelar em 20 anos e até mesmo buscar uma anistia. No fim da história quem tem para receber, vai suar mais um bocado.

Leia mais...
Os tributos nos tribunais
PMT terá que devolver R$ 30 milhões

Continue lendo...

quinta-feira, 6 de março de 2014

Ano curto

Apesar de muita gente estar trabalhando, produzindo, procurando fazer as coisas acontecerem o sentimento geral é que o ano finalmente está começando. Ou começa mesmo na próxima segunda-feira, 10 de março.

Mas na esfera pública o ano de 2014 se mostra bem complicado. Começa tarde e já tem previsão de parar logo cedo. No inicio de junho teremos a Copa do Mundo e logo depois em 1º de julho o início das campanhas eleitorais. O que significa uma pausa geral em novos projetos e convênios. O que não começar até lá fica para outubro, se der.

Os mais cobrados por esta pasmaceira, geralmente são prefeitos e vereadores, que obviamente estão mais próximos. Mas todos deveriam lembrar que os responsáveis por um calendário apertado, com eleições a cada dois anos, são aqueles que serão eleitos em outubro.

Deputados e Senadores são os responsáveis pela elaboração de Leis e reformas que poderiam fazer mudanças significativas neste esquema que só atrasa o país. Mas se ninguém se lembrar disso, serão eleitos os mesmos de sempre e nada muda.

Os candidatos vão falar durante a campanha que vão brigar pela saúde, por educação, por redução de impostos, mas o eleitor também deveria cobrar pela Reforma Política, pelo maior controle de gastos públicos e situações que garantam um país mais ágil e em condições de apresentar algum crescimento.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores