quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Segundo, metade ou finaleira?

O ano de 2015 chega como o início de novos mandatos na esfera estadual e nacional, mas que de certa forma mais parecem o início da segunda metade. Da presidente Dilma Roussef (PT) e do governador Raimundo Colombo (PSD) espera-se um pouco mais para os próximos quatro anos.

De Dilma é grande a expectativa de como ela vai deixar para trás os escândalos de corrupção deflagrados em 2014 e que quase lhe custaram o segundo mandato. Os responsáveis vão ser punidos? O governo vai sair livre desta confusão? A imagem da presidente vai ser atingida? Para muitos isso até pouco importa. O que a grande maioria quer saber mesmo é se o crescimento econômico será retomado, a inflação será contida e para nós aqui do Sul se a duplicação da BR-101 será concluída. Espera-se que este seja o último verão de filas, por causa das intermináveis obras.

Já de Colombo a primeira grande expectativa é a revisão das Secretarias de Desenvolvimento Regionais que perderam fôlego durante o primeiro mandato. Para os próximos anos fica a expectativa de inauguração de algumas obras, principalmente de pavimentação, mas principalmente que o governador seja mais ágil nas decisões. Uma das queixas dos aliados é sobre a lentidão na tomada de algumas decisões.

Pra encerrar, em Tubarão, o prefeito Olávio Falchetti (PT) chega na metade do mandato envolvido em mais uma cobrança da Câmara de Vereadores que pode acabar em impeachment. Mas fora isso, corre contra o tempo para entregar obras significativas que lhe deixem em condições de disputar um segundo mandato. Arena Multiuso, UPA 24 Horas, Praça no local do demolido ginásio Otto Feuershuette, macrodrenagem e uma solução para o transporte coletivo são apenas alguns dos assuntos que precisam ser definidos. O terceiro ano do mandato será decisivo para o futuro de Olávio, pois em 2016 temos eleições novamente e aí o ano político não tem doze meses.

Continue lendo...

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

Futuro de embates

A instalação de uma nova Comissão Processante na Câmara de Vereadores de Tubarão marca o final da primeira metade da atual legislatura e do mandato do prefeito Olávio Falchetti (PT). De certa forma também não deixa de ser uma amostra de como vai ser complicado o relacionamento nos próximos anos.

A comissão criada esta semana vai apurar o atraso das respostas dos requerimentos feitos pelos vereadores. Alguns atrasos chegaram a 200 dias, mas o pedido foi feito a partir de uma resposta atrasada em quatro dias. Uma das consequências dos trabalhos pode ser um pedido de impeachment do prefeito.

Situação semelhante a outra CPI aberta este ano e que apurou irregularidades numa revista publicada pelo executivo e que teria uma superexposição da imagem do prefeito. Também poderia terminar em impeachment, mas o caso ficou para a justiça decidir.

Os trabalhos na nova Comissão devem seguir nos próximos três meses e sabe-se lá o que vão apurar. Mas como eu disse no começo, os próximos 18 meses deverão ter pouca trégua entre executivo e legislativo. A disputa pelas eleições municipais de 2016 praticamente já começou.

Uma das formas do prefeito Olávio Falchetti combater as críticas dos vereadores é mostrar trabalho e resultados. Tem até junho de 2016 para inaugurar obras importantes na cidade. Entre os aliados políticos uma das ações mais iminentes seria uma reforma no secretariado. O meio do mandato seria o tempo ideal para avaliar o que está dando certo e errado. Mas será que o prefeito pensa assim também?

Continue lendo...

Ponticelli criará instituto para discutir políticas públicas

Deputado estadual Joares Ponticelli (PP), que está se despedindo da Assembleia Legislativa, vai encerrar o ano presidindo as sessões já que o presidente, Romildo Titon (PMDB), pediu licença após fazer um cateterismo. Para 2015, Ponticelli diz que estará à frente de um instituto para discutir políticas públicas. O primeiro evento deste instituto deverá tratar do tráfico de pessoas.

Continue lendo...

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Pra não esquecer

Os trabalhos da Comissão da Verdade, cujo relatório foi entregue ontem à presidente Dilma Roussef (PT) tem importância distinta na história do país. As informações que foram levantadas por ela não servirão para determinar punições criminais ao envolvidos, mas restauram situações a respeitos dos períodos de ditadura que tivemos em nossa história.

Muitas pessoas tiveram direitos desrespeitados, algumas perderam vidas, e outras até podem ter cumprido ordens, mas o fundamental do trabalho da Comissão é que a história não seja esquecida. Vez ou outra aparece alguém defendendo a ditadura como solução para os problemas do país. Dizem até que naqueles tempos não existia corrupção. Falar isso é enganação.

O que precisamos entender é que a manutenção da liberdade é algo sem preço. Sem esta liberdade, fica praticamente impossível combater a corrupção e a desigualdade social. Se está ruim, precisamos combater a mudança e sem liberdade para dizer o que é preciso ser dito, vai nos sobrar apenas o medo e o silêncio. E esta parte da história não pode ser repetida.

Continue lendo...

TRE nega processo de cassação de Comin

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) negou o processo que pedia a cassação do registro de candidatura e do diploma do deputado estadual reeleito Valmir Comin (PP). O deputado teria publicado um informativo com recursos públicos que feria as regras da propaganda eleitoral. Por unanimidade, a corte acompanhou o voto do relator, juiz Fernando Vieira Luiz, que considerou que o conteúdo do informativo não caracterizou nenhuma irregularidade de campanha fora de época. O relator constatou que o material apresentava nada além da prestação de contas do trabalho executado pelo parlamentar durante a atuação na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc).

Continue lendo...

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

Morre Luizinho da Refrigeração, aos 48 anos

O gerente de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Agricultura da SDR de Tubarão, Luiz Fernandes Pereira, o Luizinho da Refrigeração (PSD), faleceu na madrugada desta quarta-feira, 10/12, aos 48 anos, vítima de um infarto. O velório está ocorrendo na Capela Mortuária de Bom Pastor, em Tubarão. Luizinho também era suplente de vereador, fez 596 votos nas eleições de 2012, e 326 nas eleições de 2008 (pelo PP).

Continue lendo...

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Seguro contra terceiro obrigatório

As multas para algumas infrações de trânsito ficaram até 900% mais caras em 2014. O aumento que está valendo desde o mês de novembro abrange desde ultrapassagens perigosas até rachas. Muitos criticam os aumentos e outros entendem que eles são necessários para coibir a violência no trânsito. Há até quem diga que as multas mais caras teriam o objetivo de dificultar o acesso da população a um veículo próprio.

Mas o fato é que num primeiro momento as multas forçam um comportamento mais correto dos motoristas. Em longo prazo, com mais educação no trânsito, as penalidades diminuiriam e também mais vidas seriam salvas. Um veículo automotor não é um brinquedo e as pessoas não podem sair por aí descumprindo regras, achando que estão participando de um vídeo game.

Além das multas, a fiscalização e controle dos automóveis também deveria evoluir para a questão dos seguros. A obrigação de ter um seguro com valores compatíveis para garantir danos físicos e materiais deveria ser cobrada juntamente com a regularização dos documentos. O atual seguro obrigatório, DPVAT, não cobre danos materiais causados por acidentes, roubos ou furtos.

Quem deseja ter um carro, precisa entender que junto com ele vem gastos de manutenção, impostos e segurança. Um seguro contra terceiros deveria também entrar nesta conta.

Continue lendo...

Fidelidade com mais validade

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados discute a validade dos pontos acumulados em programas de fidelidade. Um Projeto de Lei, em tramitação, define o prazo de dois anos para os pontos acumulados em programas de fidelidade e quatro anos em programas de empresas aéreas. Segundo dados do Banco Central, os brasileiros perdem cerca de 100 bilhões de pontos por ano. E no caso das milhas aéreas, as perdas de um ano seriam suficientes para a emissão de cinco milhões de passagens entre o Brasil e qualquer destino da América do Sul.

Continue lendo...

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Reforma recupera bancada do Sul

A formação do secretariado de Raimundo Colombo (PSD) deve garantir um reforço nas bancadas estaduais e federais do Sul do Estado, todos do PMDB. Pelo menos dois suplentes da Alesc, Luiz Fernando Vampiro, de Criciúma e Manoel Mota, de Araranguá, e um federal, Edinho Bez, de Tubarão, vão ter vagas asseguradas desde o primeiro dia da legislatura. Levando em conta que Ada de Luca, de Criciúma, abre uma vaga para voltar à secretaria de Justiça e Cidadania, a região vai manter os oito deputados estaduais e três federais.

As primeiras informações da reforma administrativa para o segundo mandato de Colombo foram divulgadas ontem e também dão conta de que devem ser extintos cerca de 500 cargos comissionados. Entre eles, 36 cargos de diretores-adjuntos das Secretarias de Desenvolvimento Regional. Geralmente estes cargos são ocupados por pessoas que têm partido diferente do secretário e muitas vezes pipocam divergências e rivalidades.

Outra alteração discutida sobre as SDRS é até bem antiga, que seria a mudança de foco e a transformação delas em Agências de Desenvolvimento Regional. Os titulares deixariam de ser secretários para serem secretários-executivos. Perderiam poder político, mas ganhariam orçamento para manutenção e serviços.

As propostas de Colombo ainda envolvem outras áreas, mas o que se entende é que o principal objetivo do governador é reduzir despesas para garantir recursos para investimentos.

Continue lendo...

Blocos na Alesc

Na Assembleia Legislativa, a semana teve o anúncio de dois blocos. Oito deputados do PSDB e PP confirmaram que vão estar juntos com objetivo de ter maior representatividade nas comissões do legislativo. Mesmo objetivo do bloco formado pelos cinco deputados do PPS, PR e PSB. O PT e seus cinco deputados eleitos segue, por enquanto, sozinho.

Continue lendo...

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

Fechar escolas é inovar?

O Programa Ensino Médio Inovador (ProEMI) foi criado em 2009 pelo Ministério da Educação como uma das ações do Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE). Diversas secretarias estaduais aderiram ao programa e Santa Catarina foi uma delas. A partir disso, o programa foi implantado em escolas espalhadas pelo estado.

O objetivo do ProEMI é desenvolver propostas curriculares inovadoras, ampliando o tempos dos estudantes na escola e garantir uma formação integral. O problema é que na prática nem tudo corre como o programado. Aqui em Santa Catarina existem algumas queixas de que faltaram repasses federais para garantir a efetiva aplicação do programa.

Em Tubarão, a Escola de Educação Básica João XXIII, integra o ProEMI, e agora o programa estaria sendo suspenso por causa da evasão. Como ele é oferecido em dois períodos, muitos alunos que precisam trabalhar tiveram que deixar o projeto. A alternativa para quem desejar ficar no João XXIII seria estudar no período matutino, o que também não atende os alunos trabalhadores.

É diante deste impasse que vive a comunidade do bairro Passagem e arredores. O João XXIII já teve em outras épocas mais de 800 alunos e hoje não chega a 150. É um ponto de referência para a comunidade, mas que está ficando menor a cada ano que passa. Se hoje fecham mais duas turmas, o que vai sobrar no futuro?

Continue lendo...

Salários dos parlamentares

Enquanto isso, os políticos que durante a campanha eleitoral se dizem preocupados com a educação, discutem o reajuste salarial deles mesmos. As discussões iniciais falam em passar de R$ 26,7 mil para R$ 33,7 mil. Mas há quem defenda aumento para R$ 35,9 mil, o que equivaleria a 45 salários mínimos.

Continue lendo...

Perguntas no ar em Imaruí

O cancelamento da sessão da Câmara de Vereadores pela justiça deixou algumas dúvidas em Imaruí. Não seria um tipo de censura impedir a revelação dos trabalhos da Comissão Processante? Não seria também uma espécie de interferência entre os poderes legislativo e judiciário? E agora o trabalho da Comissão foi em vão?

Continue lendo...

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Namoro não correspondido

Prefeito de Tubarão Olávio Falchetti foi um dos prefeitos do PT do Sul que participou de reuniões que discutiram o futuro relacionamento do partido com o governo estadual. O entendimento deles é que o partido precisa sair do isolamento que tem no estado. A bancada de deputados estaduais também faz coro a esta necessidade.

Uma das alternativas seria uma aproximação com Raimundo Colombo (PSD) que é aliado da presidente Dilma Roussef. Também o vice Eduardo Moreira é do PMDB, partido que integra o governo federal. Repetir as parcerias em Santa Catarina seria coerente diante destes argumentos.

O problema que se identificou no último encontro, que teve a participação do presidente estadual do PT, Cláudio Vignatti, é que até agora não se viu a mesma intenção do outro lado. Não houve nenhum convite por parte de Colombo para esta aproximação. Então neste momento não adianta discutir um ‘namoro’ se do outro lado não corresponde.

Continue lendo...

O ´noivo´ de Imbituba

O médico Rosenvaldo Júnior, candidato a prefeito em 2012 e a deputado estadual agora em 2014, é o chamado ‘noivo’ da vez em Imbituba. O desempenho dele nas eleições de outubro, quando foi o mais votado na cidade com 7.143 votos, o coloca em posição favorável e semelhante a Olávio Falchetti em Tubarão em 2010. PMDB e PSB teriam interesses em coligar com os petistas. Em 2008, Rosenvaldo disputou as eleições como candidato a vice do peemedebista Osny Souza.

Continue lendo...

Presente e futuro do MEC em Tubarão

As comemorações dos 50 anos da Unisul fizeram circular por aqui os prováveis próximos dois Ministros da Educação (MEC). O atual ministro José Henrique Paim Fernandes, que recebeu o título de Doutor Honoris Causa, deve continuar no cargo por mais um ano. Ele chegou com os horários apertados e sem tempo de atendar a imprensa, provavelmente para evitar falar da indicação para continuar no cargo. Depois, a partir de 2016 o ministro da Educação deverá ser o deputado federal catarinense Pedro Uczai.

Continue lendo...

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Votação adiada em Imaruí

A Câmara de Vereadores de Imaruí acatou a solicitação feita pelo prefeito Manoel Viana (PT) para a extensão de prazo da votação do relatório final da Comissão Processante que apura denúncia de suposta improbidade administrativa que teria sido cometida pelo executivo municipal. O presidente da Comissão Processante Rui José (PSD) afirmou no plenário da sessão que acatou o pedido do prefeito para aumentar o prazo à apresentação da defesa e anunciou que vai haver uma sessão extraordinária na próxima quinta-feira.

A acusação do denunciante Roque Gonzales Bhora afirma que a Prefeitura não teria respeitado a ordem cronológica de pagamento de dívidas e beneficiado um aliado político. A defesa do prefeito explica que foi cumprida uma determinação judicial da juíza Maria de Lourdes Simas Porto Vieira para o pagamento de uma dívida da gestão anterior no prazo de 60 dias a partir da data da sentença que foi 5 de dezembro de 2013 sob pena de sequestro de bens. O valor total da dívida à época da sentença somava cerca de R$ 130 mil, fora o valor corrente. Após negociação homologada judicialmente a Prefeitura pagou cerca de R$ 89 mil.

As galerias da Câmara ficaram lotadas e até o ex-presidente estadual do PT, José Frisch, esteve na sessão para manifestar apoio a Viana.

Leia mais...
Imaruí: Sessão Extraordinária é cancelada

Continue lendo...

Uma jovem de 50 anos

Não dá para passar o dia sem falar do aniversário de 50 Anos da Unisul. Esta jovem universidade teve, tem e vai ter um papel muito importante na transformação da realidade regional. Alguém consegue imaginar como seria Tubarão e região sem uma instituição de ensino superior? Com certeza seríamos uma pequena cidade do interior, com os jovens indo embora daqui para buscar educação e um futuro melhor. Mas o que temos hoje é bem diferente: quantas pessoas vieram morar aqui por causa da Unisul? Quantos empreendimentos surgiram por causa de projetos que nasceram dentro das salas de aula? Só na área da comunicação como exemplo, que é a minha área, a cidade não tinha jornais diários antes da criação do curso de Jornalismo. Hoje tem dois e muitos outros semanais foram criados por alunos do curso. A cidade não tinha uma emissora de televisão e hoje temos a Unisul TV. Parabéns a quem fez, faz e ainda vai fazer parte desta história da Unisul.

Continue lendo...

Demissões na Câmara de Capivari

Vereador de Capivari Farinheira (PT) pediu ao atual presidente da Câmara, Edson da Elétrica (PDT), que não demita nenhum funcionário no final do ano. Disse que em 2013, quando presidiu a casa, teve mais de R$ 440 mil a menos de recursos do que em 2014 e que mesmo assim conseguiu manter os servidores e devolver dinheiro ao Executivo.

Continue lendo...

Horário especial

Mais um fim de ano que chega e novo impasse entre comerciantes e comerciários sobre horário especial e reajuste salarial. A proposta de piso de R$ 1.005,00 e horário especial a partir do próximo domingo não foi aprovada pelos trabalhadores. Nos anos anteriores também foi assim e prevaleceu a vontade do sindicato patronal, pois segundo o departamento jurídico do Sindilojas, para definir o horário não é necessário acordo. O sindicato dos comerciários reclama da falta de fiscalização aos abusos e fica tudo por isso mesmo. ‘Está certo isso, Arnaldo?’

Continue lendo...

Abuso de medicamentos

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), 2/3 dos recursos dos hospitais são gastos em atendimentos causados por abuso de medicação. O problema ainda é grave e quase cultural entre os brasileiros. Na próxima sexta-feira, o HNSC realiza um Seminário Sobre Uso Racional de Medicamentos para ajudar e orientar profissionais da área. Os participantes vão poder conhecer o trabalho feito no hospital. Foram investidos R$ 200 mil na informatização do sistema.

Continue lendo...

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Doações ou investimentos?

Metade das doações para campanhas eleitorais em 2014 tiveram origem em 19 grupos empresariais privados. Sete dos dez maiores doadores são suspeitos de envolvimento com algum tipo de corrupção. O maior doador do país concentrou repasses para candidatos governistas. Este grupo empresarial doou mais de 110 milhões de reais. Só a campanha da presidente Dilma Roussef (PT) ficou com 68% dos recursos dos maiores doadores.

Cada uma faz o que quer do próprio dinheiro, mas estas informações divulgadas na imprensa durante e após o término das eleições reforçam a necessidade de que algo precisa ser feito para diminuir o poder econômico no processo eleitoral. Os doadores, é claro, dão dinheiro a quem tem mais chances de ganhar. Não há nada ideológico nisso. É puro investimento!

A tal reforma política que falam tanto que vão fazer precisa tocar neste assunto. Se não mexer no financiamento das campanhas todas as outras mudanças poderão ser quase sem efeito. E não venham dizer que o ideal é o financiamento público. Esta contribuição do cidadão já é feita com o pagamento de impostos e depois com os recursos gastos para a realização das eleições e manutenção dos partidos políticos.

A contribuição de empresas precisa acabar e somente pessoas físicas poderão doar recursos para as campanhas. E mesmo assim deve haver um limite entre um e dois salários mínimos por CPF. Esta regra vai colocar todos em igualdade de condições. O problema é que é difícil de acreditar que os políticos vão criar regras que os façam deixar de receber bilhões a cada dois anos.

Continue lendo...

Imaruí: Sessão Extraordinária é cancelada

A Sessão Extraordinária que estava prevista para hoje na Câmara de Vereadores de Imaruí foi cancelada pelo presidente Rafael Valentin (PT). Segundo o edital publicado pela casa, não houve a convocação por escrito de todos os vereadores dentro do prazo legal. A sessão havia sido convocada para apreciar o parecer final da CPI criada no mês de agosto para apurar possíveis irregularidades do executivo municipal sobre o pagamento de uma dívida trabalhista a um servidor de carreira.

Leia mais...
CPI em Imaruí

Continue lendo...

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Depende do coração

Com a redução na representação parlamentar da região da Amurel ficou ainda maior a expectativa em torno da reforma administrativa que deverá ser feita pelo governador reeleito Raimundo Colombo. As Secretarias de Desenvolvimento Regional vão continuar? Se forem mantidas, vão ter suas funções revistas e melhor definidas? A Amurel vai continuar com três SDRs?

Destas discussões dependem também as possíveis indicações para os eventuais cargos de secretários. A especulação até agora, se mantidas a estrutura atual, é de que PMDB e PSD dividam as indicações, ficando Braço do Norte para os peemedebistas e Tubarão e Laguna para os pessedistas.

Em Tubarão, é certo que Jairo Cascaes (PSD) deixa o cargo para assumir a presidência da Câmara de Vereadores em 2015. Outro vereador, Caio Tokarski, estaria na linha de sucessão com o objetivo de ganhar projeção para as eleições municipais de 2016. Correndo por fora estaria o ex-prefeito Pepê Collaço.

Mesmo que involuntariamente, o governador Raimundo Colombo deve deixar todo mundo esperando um pouco mais por estas definições. Desde ontem ele está em São Paulo para passar por exames e procedimentos cardíacos. O vice-governador Eduardo Moreira (PMDB) assumiu os compromissos da agenda, mas que não incluem a reforma administrativa e montagem do futuro governo.

Continue lendo...

Escritura contestada

A polêmica entre a prefeitura e o Clube de Campo continua mesmo com a revogação da liminar que impediu a continuação dos trabalhos da construção da pista de skate. A decisão do juiz substituto Rodrigo Fagundes Mourão foi baseada em documentos apresentados, incluindo a matrícula do imóvel de propriedade da prefeitura. Na sessão da Câmara de Vereadores de ontem, os representantes do clube disseram que esta matrícula seria de um terreno público, mas não do local onde é feita a obra. E agora? A discussão judicial deve continuar.

Continue lendo...

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Reforma Federativa na pauta dos prefeitos

Nas últimas semanas diversos prefeitos têm anunciado cortes de pessoal como alternativa para fechar as contas do ano. Em Tubarão, os ACTs estão sendo dispensados, em Gravatal o mesmo ocorre com os cargos comissionados.

A situação não é nenhuma novidade e exclusividade da nossa região. Há muito tempo os prefeitos têm se utilizado deste recurso para manter os gastos dentro dos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal. De todos os cantos do país chegam notícias desse tipo.

O significado de tudo isso é um só. As prefeituras não dão mais conta dos compromissos que tem e precisam com urgência de uma revisão no Pacto Federativo. Os recursos municipais são insuficientes para investimentos. Qualquer coisa além da obrigação depende de passar o pires num gabinete do executivo ou legislativo.

Ontem mesmo, o governador Raimundo Colombo assinou o repasse de cerca de R$ 15 milhões para os municípios, por meio do Fundam. O prefeito de Vargem, pequena cidade do Planalto Sul, recebeu R$ 1,2 milhões do Estado, que equivalem a mais do que a prefeitura teria em quatro anos de gestão. Na história brasileira, um dos motivos da Revolução Farroupilha, foi o fato de 50% dos recursos ficarem no governo central. Hoje em dia essa relação é maior ainda: 60% ficam em Brasília, 25% nos Estados e somente 15% nos municípios. Seria ou não um novo motivo de revolta?

Para o governo, a reforma política tem se apresentado como uma prioridade, mas para os municípios, a prioridade é a revisão do Pacto Federativo, para organizar atribuições, redistribuir recursos e dar solução para as necessidades do cidadão.

Continue lendo...

Mais 45 para a CEI das Águas

A Comissão Especial de Inquérito, a chamada CEI das Águas, instalada na Câmara de Capivari de Baixo para apurar a mudança da concessão da Casan para as Águas de Capivari foi prorrogada por mais 45 dias. O pedido feito apresentado pelo vereador Mael (PP), e a justificativa é de que o prazo foi solicitado pela empresa de auditoria contratada para auxiliar os legisladores.

Continue lendo...

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Energia: alternativas estão aqui

O pouco volume de chuvas em algumas regiões do país preocupa por causa do abastecimento de água à população e também a geração de energia elétrica. O nível das usinas está cada vez mais baixo e desta forma as atenções se voltam para outras fontes de energia como as termelétricas.

Muitas especialistas da área defendem a retomada deste setor que é polêmico devido aos índices de poluição que são maiores do que as hidrelétricas. Para nossa região esta situação é importante, pois temos o maior complexo de usinas da América do Sul e que movimentam a indústria da extração do carvão.

Outro projeto desenvolvido por aqui também merece a atenção nacional e pode no futuro ser uma alternativa sustentável. A usina solar fotovoltaica Cidade Azul é a maior do país em funcionamento e tem uma capacidade de geração de 3 Megawatts. Ainda é pouco diante da necessidade nacional, mas é uma demonstração de que com planejamento podemos ter alternativas.

Continue lendo...

Buscando vaga na Alesc

Decisão do TSE que deferiu a candidatura e validou os votos de Elmis Mannrich (PMDB), ex-prefeito de Tijucas, poderia ter dado uma reviravolta entre os deputados estaduais eleitos. Havia a expectativa que o partido ganhasse mais uma vaga na Alesc, que seria do representante do Sul, Luiz Fernando Vampiro. O problema é que ao contrário do que se previa quem perderia uma vaga seria o também representante do Sul Salvaro (PSB) e não Natalino Lazare (PR). Como a soma dos votos não mudou a distribuição das vagas, a região continuará com sete representantes.

Outro nome da região que tenta conquistar uma vaga é o deputado estadual Dóia Gugliemi (PSDB). A perícia realizada numa urna em Içara não obteve resultados e não foi possível recuperar os votos armazenados na seção 458. A partir de agora, um laudo oficial vai ser elaborado e entregue à relatora do processo. O julgamento, com o posicionamento final do TRE-SC, deve acontecer em breve, cabendo recurso da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Continue lendo...

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Quem convoca e quem convida?

O clima entre o PSD de Pescaria Brava e o presidente da Câmara de Vereadores, Everardo Martins (PMDB), não anda muito bom. Esta semana um erro na publicação do resumo das sessões gerou uma série de manifestações no Facebook. Os requerimentos feitos por vereadores do PT, PSDB e PSD foram atribuídos a um vereador do PMDB. Depois em errata a situação foi corrigida, mas aí o bate-boca pelas redes sociais já tinha sido feito.

Mas o real motivo da discussão ainda seria outro. Na página do PSD de Pescaria Brava foram feitas críticas ao presidente, que não teria convocado o Secretário Regional de Laguna para prestar esclarecimentos na Câmara sobre os problemas da SC-437, e também à falta de informações já que a página oficial do legislativo está desatualizada.

Em Nota de Esclarecimento a presidência da Câmara lamenta as críticas feitas pelo PSD e argumenta que a página oficial está em manutenção e que não teria competência para convocar uma autoridade estadual para esclarecimentos, por isso o procedimento foi fazer o convite ao secretário regional. O texto dia que “o presidente da Casa Legislativa, a Câmara Municipal de Pescaria Brava ou qualquer vereador, não tem competência para convocar qualquer autoridade para esclarecimentos, a não ser as municipais”.

E ainda como pano de fundo desta discussão deve estar a eleição para a mesa diretora para o biênio 2015-2016. O regimento interno da Câmara diz que ela deveria ter ocorrido em 18 de agosto, mas a Lei Orgânica do Município prevê a eleição para 1º de janeiro de 2015. O atual presidente faz parte do grupo que tentou valer o regimento interno. Mas para isso seria preciso mudar a Lei Orgânica e para aprovar esta emenda são necessários seis votos. O PSD tem um vereador, atual segundo secretário Joaci da Silva, mas que faz parte do grupo de oposição nesta disputa.

Pra encerrar, a sessão da última terça-feira foi encerrada sem nenhuma deliberação por falta de quórum.

Continue lendo...

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Mais de cinco mil fora da escola na Amurel

Um jovem de 17 anos, que aos 12 tinha repetido a sexta série e deixado a escola. Tentou voltar, trocou de bairro, mas se sentiu descolado entre os estudantes mais jovens e novamente desistiu e resolveu apenas trabalhar. Quem não conhece uma história assim?

É um exemplo imaginário, mas os dados do IBGE indicam que temos no Brasil cerca de três milhões e oitocentas mil crianças entre quatro e dezessete anos fora da escola. É um número muito grande.

E também uma realidade bem próxima da gente. Aqui em Tubarão são 1.203 crianças fora da escola. Em Laguna são outras 901 crianças. Em toda a Amurel o número chega a 5.173 crianças fora da escola. Repito, é um número muito grande.

Os motivos são os mais variados: faltam vagas, falta transporte, falta apoio da família, falta motivação, falta qualidade nas aulas, falta estrutura nas escolas e até mesmo a discriminação racial e social são fatores. Do total no país que já relatamos aqui, em média 60% são negros e 70% têm pais com baixa escolaridade.

Após um período eleitoral em que vimos os candidatos falarem na educação como prioridade, podemos perceber que ainda há muito por fazer. A baixa escolaridade vai contribuir no futuro para que estes jovens também tenham dificuldades de melhorar a renda e assim vai se mantendo um círculo vicioso.

Todos devem, precisam e merecem estar na escola. Os envolvidos com a educação tem obrigação de identificar quantas crianças estão em risco de abandono e quantas não foram matriculadas. O cidadão também pode ajudar oferecendo um auxílio a quem precisa. Algum passo deve ser dado para transformar esta triste realidade.

Continue lendo...

PPS discute nova fusão

Deputado estadual eleito, Ricardo Guidi (PPS), disse que o partido ainda não discutiu como será o posicionamento na Alesc e se a coligação, que elegeu mais dois deputados do PSB, também terá atuação em bloco.

As duas siglas, inclusive, discutem em nível nacional uma fusão, que também pode incluir o Solidariedade. O PPS catarinense elegeu a deputada federal Carmen Zanotto, e no total estes três partidos somam 59 parlamentares, o que seria a terceira maior da Câmara.

Quanto ao apoio ao governador Raimundo Colombo, Guidi disse que a participação na chapa de Paulo Bauer (PSDB) ao governo do estado foi uma imposição do diretório nacional, o que sinaliza que na Alesc, o apoio a Colombo pode ser mantido.

Continue lendo...

quinta-feira, 30 de outubro de 2014

Para a próxima

Como estamos sem previsão do fim das eleições a cada dois anos é inevitável passar a discutir um pleito logo depois que outro acaba. Então, passado o segundo turno das eleições presidenciais de 2014, as atenções se voltam para as municipais de 2016. O que se pode dizer sobre o resultado das urnas?

Em Tubarão, o eleitor deixou dois grandes recados em cinco de outubro. O primeiro foi um grande sinal de alerta e insatisfação com o governo municipal. O vereador petista Matusa, candidato do partido de Olavio Falchetti, ficou abaixo de cinco mil votos, quando a expectativa era bem maior. O segundo é que Deka May (PP) desponta como o principal favorito para as próximas eleições. Sai da disputa para deputado estadual com a mesma motivação que Manoel Bertoncini teve em 2006 e Falchetti em 2010.

É claro que dois anos separam uma eleição da outra e muitas discussões devem ocorrer. Falchetti vai conseguir melhorar o desempenho do governo? Pai e filho serão candidatos, um pelo PT e outro pelo PV? A oposição vai se entender para evitar quatro candidaturas fortes como foi em 2012? Fala-se no retorno da união entre PP e PSDB, mas os tucanos vão aceitar ficar de vice? E PMDB e PSD como vão ficar nesta história? Mais algum partido pode surgir por fora? Muitas perguntas!

De Imbituba
O resultado de Imbituba também precisa ser avaliado nas projeções para 2016. O petista Rosenvaldo Júnior foi o mais votado na cidade com 7.143 votos, quase seis vezes mais do que os candidatos apoiados pelo PSDB, PSD, PMDB e PSDB e lideranças locais. A votação garante favoritismo e poder de negociação para garantir alianças que sustentem uma segunda candidatura a prefeito de Rosenvaldo.

Continue lendo...

Reajuste comerciários

Sindicato dos Comerciários e Sindilojas ainda não chegaram a um acordo sobre o reajuste da categoria. Trabalhadores esperam obter um piso acima de R$ 1 mil a ainda garantir folga num dos três domingos previstos para o horário especial de Natal que deve começar em 4 de dezembro.

Continue lendo...

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Corroídos pela corrupção

A presidenta reeleita Dilma Roussef (PT) tem como grande compromisso vencer a corrupção. O baixo nível da campanha focou em ataques pessoais e aos partidos dos candidatos. A conclusão que ficou é que os dois tiveram ou ainda têm muito envolvimento com escândalos. Espera-se que no futuro não tenham mais.

A corrupção corrói as riquezas nacionais. Bota no ralo recursos importantes para garantir mais saúde, educação, segurança, infraestrutura. É uma doença nacional que precisa ser curada.

As manifestações de junho de 2013 não foram devidamente expressadas nas urnas. No congresso e assembleias houve pouca renovação. Apenas parte do recado foi dado. Quase 40 milhões de abstenções e votos nulos e brancos no primeiro e segundo turno. Ninguém aguenta mais eleições a cada dois anos e candidatos sem propostas.

A grande mídia fala agora numa divisão do país após o resultado das eleições. Alguns até ressuscitam o movimento separatista (e inconstitucional) ‘O Sul é meu país’. Pois fica a pergunta: nesta separação, Santa Catarina seria o novo Nordeste, já que somos o estado mais pobre do Sul? Numa votação de dois turnos, é até óbvio falar em divisão, pois o eleitor tinha a opção de votar num ou noutro.

O que se deve observar nesta votação apertada é o fortalecimento da oposição. Nomes de peso foram eleitos para o Senado e congresso dando uma expectativa de boas discussões. Uma oposição mais forte será bem melhor para todos, inclusive para melhorar as ações do governo.

Continue lendo...

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

PSB na Alesc

O PSB catarinense vai discutir após o segundo turno das eleições o posicionamento dos dois deputados estaduais eleitos pela sigla, Patrick Destro e Salvaro. Segundo o presidente estadual, o deputado federal Paulo Bornhausen, o alinhamento com o governador Raimundo Colombo (PSD) não será automático, como se poderia pensar. Bornhausen foi secretário estadual durante quase todo o mandato de Colombo, mas eles acabaram em lados opostos nas eleições de outubro. Paulo Bornhausen percorreu o litoral sul nesta sexta-feira, incluindo Tubarão, para agradecer a votação recebida para o Senado. Em Tubarão ele fez três mil votos a mais que o eleito Dário (PMDB).

Continue lendo...

Rio Paes Leme

Um ano após a Ação Cívil Pública ter responsabilizado o município de Imbituba pelo assoreamento do Rio Paes Leme a situação parece não ter mudado. O vereador Humberto dos Santos (PMDB) pediu que a prefeitura apresente informações sobre o Plano de Recuperação de Área Degradada (PRAD), que segundo a Ação deveria ter sido apresentado em 90 dias.

Continue lendo...

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Votar deixou de ser prioridade?

As novas pesquisas desta semana botaram o tempero final nesta disputa presidencial. Dilma Roussef (PT) apareceu na frente de Aécio Neves (PSDB) pela primeira vez neste segundo turno e os próximos três dias vão ser de muita expectativa em torno do resultado final.

Uma das avaliações em torno dos números divulgados até agora é o impacto que eles podem ter na redução das abstenções. Muita gente que pensava em ficar sem votar pode ter mudado de ideia.

É a grande esperança já que no primeiro turno foram mais de 27 milhões de ausentes. Somados aos 11 milhões de votos brancos e nulos, tivemos mais votos que o segundo colocado. É muita gente desinteressada pelo processo.

Neste segundo turno a situação tende a piorar, pois em muitos estados, como Santa Catarina, a eleição para governador já foi definida. A esse desinteresse também se deve acrescentar o baixo nível da campanha que não ajudou em nada para cativar os eleitores.

Mas a grande impressão que fica é de que o processo político atual está esgotado. Candidatos fazem campanha sem apresentar propostas. O eleitor que já sabe disso nem prefere acompanhar. Os partidos políticos seguem desmoralizados e ninguém aguenta mais falar em eleições a cada dois anos.

E desse jeito vamos para mais um dia de votação, se der tempo é claro, porque do jeito que está o cidadão sempre acha algo mais importante pra fazer.

Continue lendo...

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Pronto Atendimento 24 Horas

A reabertura do Pronto Atendimento 24 horas foi cobrada por dois vereadores de Capivari de Baixo na última sessão. Jean Rodrigues (PSDB) e Nazareno (PT) pediram informações sobre a data de reabertura e sobre os pregões realizados para a reforma do PA 24 Horas. Eles e a população esperam por respostas.

Continue lendo...

Explicações sobre a transparência

Vereador de Tubarão, Nilton de Campos (PSDB) cobra da prefeitura a realização de uma Audiência Pública para explicar o funcionamento do Portal da Transparência. Segundo o que apurou, a prefeitura teria em caixa cerca de R$ 80 milhões. Mas ao mesmo tempo o vereador recebe queixas de fornecedores que chegam a esperar sessenta dias para receber pelos serviços prestados. Para ele é extremamente difícil apurar as despesas executadas.

Continue lendo...

Verificando a economia

A descentralização dos setores da saúde de Tubarão foi para gerar economia, mas segundo o vereador Neno da Farmácia (PMDB) ainda não foi possível verificar esta conta. Ele pediu cópias dos contratos de locações dos cinco novos imóveis e do antigo prédio da Milão. Como não recebeu este último e não sabe quanto tempo se pagou aluguel após a mudança ou mesmo se houve multa rescisória diz que não dá para calcular se houve ou não economia até agora.

Continue lendo...

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Dezoito meses depois

A indicação da ex-secretária de Saúde de Laguna, Tanara Cidade (PT), para ocupar a presidência da Fundação de Saúde de Tubarão era discutida há pelos menos um ano e meio. Quando Gustavo Dassoler deixou o cargo em abril de 2013 ela só não assumiu por resistência do prefeito Olávio Falchetti (PT) que disse em campanha que não iria nomear ninguém de fora da cidade. Dezoito meses depois teve que mudar de opinião.

Para não ferir o Artigo 70 da Lei Orgânica Municipal Tanara deverá, no mínimo, alugar um imóvel na cidade. Avalista para o aluguel não vai faltar. O texto diz que só residentes em Tubarão podem ocupar cargos de secretários, e a Fundação é a antiga secretaria de saúde. Uma tecnicidade para resolver, mas que está na lei.

O que vai interessar mesmo será a atuação de Tanara nos problemas da saúde, área tão criticada. O primeiro desafio é resolver o impasse com o HNSC, que pediu descredenciamento dos atendimentos do SUS.

A nova presidente também pega a Fundação com dinheiro em caixa. Estima-se que R$ 5 milhões estejam disponíveis provenientes de verbas específicas para a saúde. O que realmente indica que uma boa gestão pode resolver parte dos problemas.

Nesta história do Artigo 70 da Lei Orgânica, é curiosa a ausência de críticas quando o ex-secretário de Gestão Euclides Magri atuava na prefeitura. Não sei se ele também arrumou endereço por aqui, mas era sabido que era de Criciúma. Alguém lembrou do Artigo 70 no início de 2013?

Continue lendo...

Capivari de Baixo 2016

A sucessão municipal em Capivari de Baixo já começa a ser discutida. O deputado estadual eleito, Rodrigo Minotto (PDT), visitou a cidade para agradecer os 581 votos e nos discursos se ouviu muita motivação para que o atual vice-prefeito Tião da Telha (PDT) dispute a eleição como candidato a prefeito em 2016. No evento também estavam o Ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, e o Presidente estadual do partido, Luís Viegas.

Continue lendo...

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Olhar pra frente

Até a próxima semana ainda vamos ter mais três debates com os candidatos a presidente. Até lá se espera que tenhamos melhores discussões entre os candidatos. O que se viu no primeiro programa realizado pela TV Bandeirantes foi lamentável. Parecia uma discussão para escolher o síndico do prédio e não o presidente da sétima maior economia do mundo.

Dilma Roussef (PT) e Aécio Neves (PSDB) trocaram ataques e acusações durante quase todo o debate. O tempo inteiro ficaram olhando para trás e fazendo comparações. A conclusão que ficou é que os dois têm muita roupa suja para lavar.

Até se entende que algumas verdades precisam ser ditas e máscaras precisam cair. Tudo para ajudar a esclarecer e informar o que o eleitor não sabe. Mas também é preciso e importante olhar para frente e projetar o futuro.

Escândalos e desvios devem ser esclarecidos pela justiça e candidatos devem se preocupar em apresentar projetos viáveis e sintonizados com as necessidades do país. Estamos que a reta final da campanha tenha menos baixaria e mais esperanças de um futuro melhor.

Continue lendo...

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Contra ou a favor das pesquisas?

A realização de pesquisas é importante. No campo dos negócios podem indicar tendências e necessidades do mercado. Na comunicação demonstram as preferências do telespectador/leitor/ouvinte e na política a tendência de voto do eleitor. E neste momento estas são as pesquisas mais contestadas.

As pesquisas movimentam a campanha política, geram notícia, mas os erros registrados no primeiro turno novamente colocam em dúvida a capacidade delas de reproduzir a vontade do eleitor. Agora se fala novamente em aprovar leis que proíbam a divulgação durante o período eleitoral.

Tem sido assim nas últimas eleições. Sempre que termina a apuração surgem as reclamações sobre os erros. A grande pergunta é por que os políticos ainda não tomaram nenhuma atitude?

As consultas são válidas, mas deveriam ser divulgadas somente até a definição das candidaturas. Depois disso, só deveriam servir para consumo interno, para avaliações dos envolvidos nas campanhas. Durante a período eleitoral, já passou o tempo!

Continue lendo...

Reta final na Alesc

Restam pouco mais de 60 dias de atividades parlamentares na Assembleia Legislativa de Santa Catarina e uma série de matérias importantes vão estar em pauta. O orçamento de 2015, alterações no PPA, alterações administrativas que ainda nem foram enviadas pelo executivo, proibição do uso de amianto e alterações no Índice de Participação dos Municípios no ICMS estão entre os temas com mais destaques. A Comissão de Constituição e Justiça tem o compromisso de limpar a pauta, pois os projetos de iniciativa parlamentar não apreciados até 31 de janeiro de 2015 vão ser arquivados.

Continue lendo...

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Em busca de um prefeito

O fracasso dos candidatos do PMDB de Tubarão nas eleições de 2014 força novamente uma reflexão das lideranças partidárias. E quando se fala em Tubarão, pode se entender Amurel. Pela primeira vez, desde os registros de 1982, a região não terá nenhum titular do partido na assembleia legislativa ou câmara federal.

Ao se debruçar sobre os dados do passado, se verifica que os últimos três deputados do PMDB local eleitos foram também prefeitos de Tubarão. Foi assim com Stélio Boabaid, eleito em 1982 e 1986, Miguel Ximenes, eleito em 1990, e Genésio Goulart, eleito em 2002 e 2006. A exceção foi Edinho Bez em 1990, mas ainda com base em Gravatal. Quando os candidatos foram ex-vereadores ou novatos como foi com Jefferson Brunato em 1998, Alexandre Moraes em 2010 e Evandro Almeida em 2014 não se teve sucesso.

Então se pode concluir que para voltar a ter um deputado, o PMDB precisa primeiro voltar a vencer uma eleição para a prefeitura de Tubarão, o que não acontece a quatro pleitos. Outra opção seria indicar um nome da região. Ao que parece só um ex-prefeito conseguiria garantir a união regional. E qual seria esta pessoa? Neste momento, quem tem o nome regionalizado é o atual prefeito de Braço do Norte, Ademir Matos. Em 2016 ele poderá estar no quarto mandato pela cidade. Será que ele toparia renunciar para disputar o cargo de deputado e recuperar o espaço perdido pelo partido?

Goste-se ou não testa tese, o fato é que a situação do PMDB regional precisa ser avaliada. Sem representação local, os prefeitos de agora vão ter que buscar apoio com alguém. A reconstrução então precisará ser feita no dia seguinte às eleições de 2016. Os futuros prefeitos e vereadores eleitos é que deverão construir os projetos de candidaturas locais.

Continue lendo...

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Bancada do Sul volta a diminuir na Alesc e fica igual na Câmara

Entre todos os candidatos da região sul, foram eleitos sete deputados estaduais e três federais. Isso significa diminuição na bancada da Alesc e mesmo número na Câmara Federal. É a segunda eleição seguida em que se registra uma diminuição. Em 2006 a região Sul elegeu 10 deputados estaduais e um federal. Em 2010 foram oito estadual e três federais. As novidades de 2014 foram Ricardo Guidi (PPS), Rodrigo Minotto (PDT) e Claiton Salvaro (PSB). Na Câmara a novidade é Geovânia de Sá (PSDB). Confira a votação dos candidatos com domicílio ou base eleitoral na região sul (os eleitos estão destacados):

Governador
Amrec
PCB - Marlene Soccas – Criciúma - 3.927 votos

Vice-Governador
Amrec
PMDB – Eduardo Moreira – Criciúma - 1.763.735 votos
PSTU – Cíntia dos Santos – Criciúma - 7.420 votos
PCB – Valdelir Luiz – Criciúma - 3.927 votos
Amurel
PP – Joares Ponticelli – Tubarão - 1.026.722
PMN – Beto Pereira – Tubarão - 27.437 votos

Senado
Amrec
PT – Milton Mendes de Oliveira - Criciúma (vota em Florianópolis) - 428.000

Deputado Federal
Amurel
PMDB – Edinho Bez - Tubarão - 102.633 votos
PSOL – Cabo Damiani – Laguna - 14.371 votos
PT – Professor Paulão – Tubarão - 6.820 votos
PT – Valberto Wiggers Michels – Braço do Norte - 3.893 votos
PSOL - Juliana Torralba - Jaguaruna - 2.673 votos
PT - Suzane Lima - Jaguaruna - 517 votos
PMN – Diana Pereira - Tubarão - 227 votos
Ames
PDT – Beto Coan – Araranguá - 13.561 votos
PSD – Maria Regina Nunes Honório - Araranguá - 1.557 votos
Amrec 
PP – Jorge Boeira - Criciúma - 123.770 votos
PMDB – Ronaldo Benedet – Criciúma - 105.303 votos
PSDB – Geovania de Sá - Criciúma - 52.757 votos
PT – José Paulo Serafim - Criciúma - 22.675 votos

Deputado Estadual 
Amurel 
PSD – José Nei Ascari – Braço do Norte - 72.790 votos
PP – Deka May – Tubarão - 16.403 votos
PT – Matusa – Tubarão -13.704 votos
PMDB – Evandro Almeida – Tubarão - 13.047 votos
PT – Rosenvaldo Junior – Imbituba - 9.438 votos
PR – Prof. Maurício da Silva – Tubarão - 5.937 votos
PV – Rodrigo Falchetti – Tubarão - 2.173 votos
PP – Kléber da Kek – Laguna - 2.020 votos
PR – Silva Bombeiro - Laguna - 1.580 votos
PSOL – Cabo Adriana – Imaruí - 1.287 votos
PDT – Dra. Carol Igreja – Imbituba - 705 votos
PDT – Eliane Cristina – Laguna - 554 votos
PV - Amenar de Oliveira – Laguna - 543 votos
PEN – Márcio Duarte – Imbituba - 318 votos
PSC – Denny Souza – Tubarão - 284 votos
PP – Vivian Tamai - Tubarão - 269 votos
PSC - Marlene Kjellin - Imbituba - 226 votos
PSDB – Keli Oliveira – Laguna - 120 votos
PP – Silvia Maria – Imbituba - 98 votos
PSC – Keila Farias – Laguna - 98 votos
Amrec
PMDB - Ada de Luca - Criciúma (vota em Florianópolis) - 47.813 votos
PSDB – Dóia Guglielmi – Içara - 41.052 votos
PMDB – Luiz Fernando Vampiro – Criciúma - 35.799 votos
PP – Valmir Comin - Siderópolis - 32.730 votos
PPS – Ricardo Guidi - 31.704 votos
PDT – Rodrigo Minotto – Criciúma - 26.929 votos
PSB - Salvaro - Criciúma (vota em Florianópolis) - 14.986
PDT – Pastor Jervis – Criciúma - 12.936 votos
PP – Gelson Padilha – Orleans - 7.423 votos
PT – Dr. Mello – Criciúma - 5.502 votos
PCdoB – Oderi – Içara - 4.342 votos
PR – Dr. Silvestre - Criciúma - 3.507 votos
PDT – Professor. Celso O. de Souza – Orleans - 1.208 votos
PV – Gilberto Luiz – Morro da Fumaça - 599 votos
SD – Jorge Godinho da Silva – Criciúma - 325 votos
PTdoB – Joãozinho - Criciúma - 230 votos
PSL – José Eduardo - Criciúma - 186 votos
PSC – Frank – Criciúma/Içara - 179 votos
PEN – Tevez Machado – Içara - 111 votos
PPS – Celoni - Criciúma - 42 votos
Amesc
PP – Zé Milton – Sombrio - 49.489 votos
PMDB – Manoel Mota – Araranguá - 31.680 votos
PP – Beth Tiscoski – Sombio (vota em Florianópolis) - 9.534 votos
PR – Eder Mattos – Araranguá - 7.442 votos
PROS – Cabo Loro – Araranguá - 4.264 votos
PSC – Sarah Maciel – Balneário Gaivota - 1.268 votos
PEN – Eto Coral – Araranguá - 216 votos
PTB – Lucimar Nunes – Araranguá - 25 votos

Continue lendo...

O que fica?

Esta eleições ficaram marcadas pelo desinteresse do eleitor. Só nos últimos dias houve uma movimentação considerável. Até então parecia não ter campanha. Muita gente decidiu em cima da hora. Os motivos podem ser diversos, mas entendo que a falta de recursos financeiros para colocar a campanha na rua foi um dos fatores.

Partidos e candidatos tiveram dificuldades na arrecadação e sem dinheiro houve pouca badalação. O eleitor também deveria ficar um pouco envergonhado. Pois o que pareceu é que só campanhas milionárias o fazem se envolver com o processo eleitoral.

Mas também o descrédito de políticos, do processo eleitoral, e da impunidade com a corrupção deixam todos desanimados do processo. Ninguém aguenta mais eleições a cada dois anos. Seja para emperrar as cidades, ou ainda tirar dinheiro do bolso para fazer campanha política.

Depois das manifestações de junho de 2013 se esperava muito mais. Principalmente renovação. Na Assembleia Legislativa e na Câmara apenas 30% das bancadas de Santa Catarina foram renovadas.

Continue lendo...

Ruim para a Amurel

O pior resultado aconteceu para a Amurel. A representação política na Assembleia Legislativa caiu de dois para um deputado. Na Câmara Federal, Edinho Bez (PMDB) ficou na primeira suplência. Tudo bem que é da coligação governista e deve exercer o cargo, mas será suplente.

Continue lendo...

Alesc

Os candidatos a deputado estadual de Tubarão também ficaram com os desempenhos bem abaixo do esperado. O vereador Matusa (PT) era um dos mais decepcionados. Com uma campanha mais modesta em 2002 fez quase do dobro dos votos do que fez agora em 2014.

Continue lendo...

Positivo

De positivo ficou o desempenho do único eleito pela região, o deputado José Nei Ascari (PSD). Fez mais de 70 mil votos, foi o segundo mais votado no estado e agora já é cotado como possível presidente da Assembleia Legislativa.

Continue lendo...

quinta-feira, 2 de outubro de 2014

Discurso do mais viável

Na última eleição para prefeito de Tubarão vimos uma série de anúncios em jornais divulgando pesquisas sobre quem estaria em segundo lugar na preferência do eleitor. Como não temos segundo turno por aqui, confirmou-se apenas que era um último recurso para chamar a atenção do eleitor que já tinha Olávio Falchetti como preferido e com a vitória garantida.

Agora estamos vendo novos anúncios, desta vez com os candidatos a deputado estadual dizendo, cada um deles, que só eles têm chances de se eleger. Se tirarmos pelas experiências passadas, pelo jeito não vai ninguém de Tubarão. E se isso se confirmar, a região da Amurel terá sua representação na Assembleia Legislativa reduzida ainda mais.

Com a representação política enfraquecida vamos ter de buscar apoio com parlamentares que têm base eleitoral em outras cidades. Prefeitos e demais lideranças vão ter de recorrer a alguém para obter e liberar emendas, por exemplo. Ao prestar esta atenção, certamente eles vão querer ampliar estas bases e vão cobrar apoio nas próximas eleições. E assim vamos ver mais e mais candidatos pedindo e levando votos por aqui.

É um circulo vicioso e que só tem aumentado nos últimos anos. É difícil apontar responsabilidade e colocar a culpa nesta ou naquela liderança, ou até mesmo no eleitor. Mas é uma situação que fica cada vez mais difícil de ser contornada.

Continue lendo...

Farra dos canteiros

A farra de candidatos diversos poderia ser vista nas rótulas e canteiros centrais das avenidas da cidade. Parte deste problema foi resolvido nos últimos dias. A Justiça Eleitoral, com apoio da Prefeitura de Tubarão, recolheu mais de 50 cavaletes que estavam em situação irregular. Todos foram recolhidos depois das dez horas da noite, o que ultrapassava o horário permitido que é entre seis da manhã dez da noite.

Continue lendo...

segunda-feira, 29 de setembro de 2014

O projeto do PV

A passagem do candidato a presidente pelo PV, Eduardo Jorge, por Tubarão e Capivari de Baixo colocou a região no mapa da campanha presidencial. Desde Cristovam Buarque (PDT), em 2006, que nenhum candidato passava por aqui.

Mas a conversa com Jorge foi além das eleições de 2014.

Perguntado se esperava vencer as eleições tratando de assuntos polêmicos como a descriminalização das drogas e legalização do aborto, logo foi dizendo: “Eu não vou ganhar”. Até aí nenhuma novidade, já que o candidato aparece com menos e 1% dos votos nas pesquisas. “Nosso projeto é ganhar prefeituras em 2016”, completou.

Segundo Eduardo Jorge, o partido quer lançar candidatos e tentar administrar os municípios com as ideias do PV. “Defendemos um desenvolvimento sustentável e uma série de propostas, mas a base de tudo deve começar nas cidades. Só assim o PV pode crescer e ajudar o país”.

Ficou no ar, então, a questão: o PV de Tubarão vai ter candidato a prefeito em 2016?

Continue lendo...

Tá chegando

E o dia das eleições está chegando. Os dias que antecedem o pleito são de muita expectativa para os candidatos. Quem será que consegue se eleger? Previsão otimista indica que a Amurel pula de dois para três deputados estaduais e mantém um federal. A pessimista é cair para um estadual e nenhum federal, o que seria muito ruim, mas muito ruim mesmo.

Continue lendo...

Mais uma para a história

A eleição para a mesa diretora da Câmara de Laguna na última sexta-feira foi pra ficar na história. Roberto Alves (PP) foi reeleito por 7 a 6 para ficar no cargo o biênio 2015-2016. Mas até a votação final, o dia foi longo. Os sete vereadores favoráveis à reeleição teriam passado o dia incomunicáveis, longe das ‘tentações’ para mudar de lado. Até uma prisão de Alves, que responde a um processo por estelionato, teria sido anunciada, tornando o clima ainda mais tenso.

Oposição questiona
A chapa derrotada na eleição da Câmara de Laguna era liderada pelo vereador Rodrigo Moraes (PR). Ficou sem o voto do correligionário Silva Bombeiro (PR), mas teve o voto de Kleber da Kek (PP), que resistiu a um mal súbito e ficou na sessão. Cogita-se que a inscrição da chapa vencedora possa ser questionada, pois o documento registrava biênio 2014-2015, quando o correto é 2015-2016.

Continue lendo...

quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Câmara de Laguna: dois na disputa

A mesa diretora da Câmara de Vereadores de Laguna para o biênio 2015-2016 vai ser eleita amanhã, em sessão marcada para às cinco da tarde. As candidaturas podem ser inscritas até 30 minutos antes do início da sessão, mas já se sabe que pelos menos duas chapas vão disputar os cargos.

O atual presidente Roberto Alves (PP) vai disputar a reeleição e o vereador Ricardo Moraes (PR) lidera a outra chapa. O curioso é que alguns correligionários devem estar em lados diferentes. Kleber da Kek (PP) inclusive faz parte da chapa de Moraes. Já o outro vereador do PR, Silva Bombeiro, estaria apoiando Alves e até o prefeito Everaldo dos Santos (PMDB) também é citado como apoiador do candidato de oposição. Ninguém confirma nada.

Ricardo Moraes defende que é candidato por uma orientação da direção estadual do partido e espera que Silva mantenha a unidade. Roberto Alves, que foi o vereador mais votado nas eleições de 2012, espera garantir os votos necessários para ficar mais dois anos na presidência.

Mas certeza mesmo, só amanhã depois dos votos apurados.

Continue lendo...

Alerta no atendimento pelo SUS

Uma reunião marcada para hoje à tarde no Hospital Nossa Senhora da Conceição vai definir assuntos importante para o atendimento público na região. A direção do hospital vai contestar denúncias de que não estaria prestando atendimento em algumas áreas e deve mostrar números que representam um déficit financeiro. Vale lembrar que o HNSC é o único hospital com atendimento pelo SUS em Tubarão. A população não pode ficar sem este serviço.

Continue lendo...

Depois da eleição

Lideranças políticas e da comunidade de Jaguaruna tiveram reunião em Florianópolis para discutir os problemas de segurança no município. O grande número de furtos ao comércio e residências é preocupante. Saíram do encontro com a garantia de que terão novidades após as eleições.

Continue lendo...

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Travando e poluindo

A programação da Semana Nacional do Trânsito promove diversos alertas e orientações para toda a população. Desde a simulação de acidentes, atividades educativas até práticas diferenciadas de transporte. Todas chamam a atenção para uma reflexão sobre o assunto.

Tudo converge para uma grande necessidade. É preciso uma mudança de hábitos e costumes, pois caminhamos para um colapso no trânsito.

Levantamentos preliminares da Secretaria de Segurança e Patrimônio de Tubarão indicam que o município já tem 83 mil veículos registrados. Ou seja, praticamente todo adulto da cidade tem um. A cada ano dois mil novos veículos entram em circulação em nossas ruas. Neste ritmo vai ficar inviável circular por aqui.

E a grande pergunta é o que fazer num lugar onde a cultura do individualismo predomina? Incentivada ainda pela falta de qualidade no transporte público, que há anos foi deixado de lado. Mais do que um sonho de consumo, ter um carro é uma necessidade para quem mora distante do trabalho e precisa fazer deslocamentos diários. E não é um problema só de Tubarão, mas de praticamente todos os centros urbanos do país.

Do jeito que está em breve não vamos ter mais uma Semana Nacional do Trânsito e sim a Semana Nacional do Engarrafamento.

Além do trânsito travado, o grande número de veículos também só aumenta a poluição. O etanol, que seria uma solução mais ecológica para o consumo de combustível, há tempos é deixado de lado por causa do preço elevado. A procura é praticamente inexistente e em Tubarão os postos de combustíveis já estão deixando de oferecer este produto.

Continue lendo...

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

PV confirma visita de Eduardo Jorge

A coordenação de campanha do candidato a presidente do PV, Eduardo Jorge, confirmou a visita à Tubarão nesta sexta-feira e sábado, 26 e 29/9. Ele tem chegada prevista às 16 horas. Deve participar de um passeio ciclístico, conceder entrevista coletiva à imprensa, visitar a reitoria da Unisul e depois participar de um debate com os estudantes da universidade. No sábado, vai visitar o projeto da usina fotovoltáica da Tractebel e depois seguir para Curitiba. Jorge será o primeiro e único candidato a presidente a visitar a cidade nesta campanha eleitoral. O último foi Cristovam Buarque (PDT), em 2006.

Continue lendo...

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Pé nas costas?

As eleições em Santa Catarina apresentam um quadro um tanto curioso. O atual governador Raimundo Colombo (PSD) lidera as pesquisas com folga e ao que tudo indica deve vencer novamente no primeiro turno. O detalhe é que a campanha dele está basicamente no rádio e televisão.

Com problemas de saúde ele praticamente não fez campanhas nas ruas. A agenda tem sido bastante limitada. Ele chegou a se licenciar do governo estadual para se dedicar à campanha, mas ainda não foi liberado pelos médicos. Não participa dos diversos debates realizados pelo interior do estado. Não está presente nos eventos partidários. Mesmo assim, não para de subir nas pesquisas.

A última consulta do Ibope mostra que ele subiu seis pontos percentuais e chega a 49%. O segundo colocado Paulo Bauer (PSDB) caiu de 19 para 17% e Cláudio Vignatti (PT) manteve-se com 7%.

Qual é a explicação deste fenômeno? Por que os adversários políticos não decolam? É a vantagem de quem disputa a reeleição? Ele realmente teve um bom mandato ou o eleitor está desinteressado da campanha eleitoral?

Continue lendo...

Voto a voto

A disputa para o Senado está cada vez mais acirrada. A rivalidade entre Paulo Bornhausen (PSB) e Dário (PMDB) no debate realizado pela Unisul TV não foi à toa. Os dois vão disputar voto a voto até o final da campanha. A mesma pesquisa do Ibope indica um empate técnico entre os dois. Bornhausen manteve os 25% que tinha, mas Dário subiu de 15 para 22%. Milton Mendes (PT) manteve-se com 7%. Pelo menos no Senado vamos ter emoção até cinco de outubro.

Continue lendo...

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Voto Regional - 69 candidatos do Sul

Jaguaruna tem duas candidatas a deputada federal: Juliana Torralba (PSOL) e Suzane Lima (PT) o que aumenta e exige a atualização do levantamento feit por este blog. Confira a lista completa:

Governador
Amrec
 PCB - Marlene Soccas – Criciúma

Vice-Governador
Amrec
PSTU – Cíntia dos Santos – Criciúma
PMDB – Eduardo Moreira – Criciúma
PCB – Valdelir Luiz – Criciúma
Amurel
PMN – Beto Pereira – Tubarão
PP – Joares Ponticelli – Tubarão

Senado
Amrec
PT – Milton Mendes de Oliveira - Criciúma

Deputado Federal
Amesc
PDT – Beto Coan – Araranguá
PSD – Maria Regina Nunes Honório - Araranguá
Amurel
PMN – Diana Pereira - Tubarão
PMDB – Edinho Bez - Tubarão
PSOL – Cabo Damiani – Laguna
PSOL - Juliana Torralba - Jaguaruna
PT – Professor Paulão – Tubarão
PT - Suzane Lima - Jaguaruna
PT – Valberto Wiggers Michels – Braço do Norte
Amrec 
PSDB – Geovania de Sá - Criciúma
PP – Jorge Boeira - Criciúma
PT – José Paulo Serafim - Criciúma
PMDB – Ronaldo Benedet – Criciúma

Deputado Estadual 
Amurel 
PSOL – Cabo Adriana – Imaruí
PV- Amenar de Oliveira – Laguna
PV – Rodrigo Falchetti – Tubarão
PP – Deka May – Tubarão
PP – Kelber da Kek – Laguna
PP – Lais – Laguna
PP – Silvia Maria – Imbituba
PP – Vivian Tamai - Tubarão
PR – Silva Bombeiro - Laguna
PR – Prof. Maurício da Silva – Tubarão
PSDB – Ariane Domingues de Jesus - Laguna
PSDB – Keli Oliveira – Laguna
PDT – Dra. Carol Igreja – Imbituba
PSC – Denny Souza – Tubarão
PSC – Keila Faras – Laguna
PSC - Marlene Kjellin - Imbituba
PT – Eliane Cristina – Laguna
PT – Matusa – Tubarão
PT – Rosenvaldo Junior – Imbituba
PMDB – Evandro Almeida – Tubarão
PEN – Márcio Duarte – Imbituba
PSD – José Nei Ascari – Braço do Norte
PSD – Márcia Maurício Godoi – Tubarão
Amrec
PSDB – Dóia Guglielmi – Içara
PR – Dr. Silvestre - Criciúma
PPS – Celoni - Criciúma
PPS – Ricardo Guidi
PDT – Professor. Celso O. de Souza – Orleans
PDT – Pastor Jervis – Criciúma
PDT – Rodrigo Minotto – Criciúma
PSC – Frank – Criciúma/Içara
PP – Gelson Padilha – Orleans
PP – Valmir Comin - Siderópolis
PV – Gilberto Luiz – Morro da Fumaça
PTdoB – Joãozinho - Criciúma
SD – Jorge Godinho da Silva – Criciúma
PSL – José Eduardo - Criciúma
PT – Dr. Mello – Criciúma
PEN – Tevez Machado – Içara
PMDB – Luiz Fernando Vampiro – Criciúma
PCdoB – Oderi – Içara
Amesc
PV – Angelo Coral – Araranguá
PR – Eder Mattos – Araranguá
PP – Zé Milton – Sombrio
PSC – Sarah Maciel – Balneário Gaivota
PROS – Cabo Loro – Araranguá
PTB – Lucimar Nunes – Araranguá
PMDB – Manoel Mota – Araranguá
PTB – Paulo Boeira - Sombrio

Continue lendo...

terça-feira, 16 de setembro de 2014

Candidatos a presidente em debate

A Unisul TV retransmite o debate entre os candidatos a presidente organizado pela TV Aparecida a partir das 21h30min. A mediação vai ser do jornalista Rodolpho Gamberini e os principais candidatos foram convidados. Aécio Neves (PSDB), Dilma (PT), Eduardo Jorge (PV), Pastor Everaldo (PSC), Levy Fidelix (PRTB), Eymael (PSDC), Luciana Genro (PSOL) e Marina Silva (PSB). É mais uma oportunidade de conferir o que eles propõem para o país.

Continue lendo...

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

O debate mais ‘pegado’

O debate entre os candidatos ao Senado foi a expressão do clima acirrada da eleição. Foi o programa mais tenso, mais ‘pegado’ dos três realizados pela Unisul TV. Paulo Bornhausen (PSB) e Dário (PMDB) foram os protagonistas dos maiores embates. E as farpas entre os dois só não foram maiores porque o peemedebista chegou atrasado, devido ao engarrafamento na BR-101, em Laguna.

Ao contrário da disputa ao governo, onde Raimundo Colombo (PSD) lidera as pesquisas com boa vantagem, Bornhausen lidera as intenções de voto ao Senado, mas é seguido de perto por Dário. Por isso os dois não pouparam críticas um ao outro.

O candidato do PMDB questionou as trocas de partido de Bornhausen fazendo uma relação histórica das posições familiares, ligadas à direita, e que hoje está num partido socialista. O pessebista questionou Dario sobre quem seria a candidata a presidente dele e porque ele não deixava isso claro aos eleitores.

Nos bastidores, surgiam pedidos de direito de resposta, e no final Dário ganhou 45 segundos para rebater as afirmações de Bornhausen sobre os processos que teve quando prefeito.

Correndo por fora deste embate, Milton Mendes (PT) enalteceu as obras do Governo Federal. Sargento Soares (PSOL) também se atrasou por causa da BR-101, o que poupou os adversários de perguntas apimentadas. Rosane de Souza (PSTU) manteve a postura crítica do partido quanto ao processo eleitoral. Alan Alves Moreira (PMN) e Professora Junara Ferraz (PRP) foram tomados pelo nervosismo e falta de experiência.

Continue lendo...

sábado, 13 de setembro de 2014

Candidatos a senador em debate na Unisul TV

Pela primeira vez a Unisul TV promove um debate entre os candidatos a senador de Santa Catarina. O programa A Hora do Voto – Debate será realizado ao vivo, no domingo, 14/9, a partir das 20h30 e poderá ser acompanhado em TV aberta, canal 4 em Tubarão, canal 26 em Laguna, e canal 4 TV Cabo Tubarão. Cinco emissoras de rádio (Bandeirantes AM 1090, Bandeirantes AM 1010, Antena 1 FM, Som Maior FM e Guarujá AM) vão retransmitir o áudio para as três microrregiões do Sul de Estado (Amurel, Amrec e Amesc). O site Contato também vai transmitir o programa na web.

Todos os sete candidatos foram convidados para participar do programa: Alan Alves Moreira (PMN), Sargento Soares (PSOL), Dário (PMDB), Professora Junara Ferraz (PRP), Milton Mendes (PT), Paulo Bornhausen (PSB) e Rosane de Souza (PSTU).

O programa foi formatado em cinco blocos. No primeiro os candidatos terão tempo para se apresentar. No segundo haverá perguntas entre eles, sendo que todos farão e responderão a uma pergunta. No terceiro bloco, serão feitas perguntas da produção do programa e dois candidatos serão sorteados ao vivo para responder ao mesmo questionamento. No quarto bloco os candidatos voltam a fazer perguntas entre eles. Cada um fará uma pergunta e será permitida a repetição na escolha de quem responde aos questionamentos. No quinto bloco os candidatos terão tempo para as considerações finais.

O programa com os candidatos a senador fecha a série de debates promovidos pela Unisul TV. Nos dois domingos anteriores participaram sete dos oito candidato a governador de Santa Catarina e cinco dos oito candidatos a vice-governador. A cobertura eleitoral da emissora também conta com entrevistas que estão sendo exibidas dentro do programa Café Com Notícias. Foram convidados para as entrevistas todos os candidato a governador, vice-governador e senador.

Continue lendo...

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Financiamento por CPF

Muitos partidos e candidatos defendem nestas eleições a ampliação do financiamento público das campanhas eleitorais. Falam em acabar com as doações de empresas sob o argumento de que esse é um dos motivos da desigualdade entre partidos grandes e pequenos. Hoje já se gasta muito com as eleições e ao que parece querem ainda mais.

Você de casa concorda com isso? Acha que o seu dinheiro deve ir para um partido político mesmo que você não concorde com o que ele defende? Na comparação com os orçamentos da saúde, educação, segurança e desenvolvimento social, pode até ser irrisório, mas é dinheiro suficiente para construir alguns hospitais e pontes, por exemplo.

Ao defender o financiamento público propõe-se acabar com as doações de empresas, o que em parte está correto. Quem dá dinheiro a um candidato, provavelmente vai querer cobrar no futuro. Então pode-se perguntar: qual interesse tem uma empresa que doa milhões para uma campanha?

Entendo que nem dinheiro público e nem dinheiro de empresas deveria ser envolvido nas campanhas. Abaixo o CNPJ! As doações deveriam ser vindas apenas de pessoas físicas e mesmo assim com limites. Um ou dois salários mínimos no máximo por CPF.

Daí sim, caberia ao cidadão que tirou do próprio bolso, e por vontade própria, alguns reais para dar a um candidato, cobrar dele ações que sejam de interesse público e não só privado.

Como vai ficar mais difícil ainda convencer alguém a fazer doações de dois em dois anos, talvez seja possível também que seja votada uma reforma política que unifique as eleições, acabe com as coligações e reeleições entre outras reivindicações.

Continue lendo...

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Governo no debate

A presença do vice-governador e candidato à reeleição, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), no debate de ontem anulou uma das estratégias dos adversários, que era criticar o atual governo sem a possibilidade de resposta imediata. No primeiro debate, com a ausência de Raimundo Colombo (PSD) não houve o contra-ataque.

Por estar dentro do governo, Eduardo, rebateu as críticas e contestou os adversários. Foi assim principalmente contra o candidato a vice-governador do PT, Thiago Morastoni. O petista apresentou números sobre despesas das SDRs e saúde que foram desmentidos pelo vice-governador.

Na outra ponta, Cíntia dos Santos (PSTU), não poupou críticas ao deputado Joares Ponticelli (PP). O plano de carreira do magistério catarinense foi o principal assunto. Cíntia criticou Joares, que foi o relator do projeto na Assembleia, e as proposta apresentadas para recuperar o achatamento salarial. Joares rebateu dizendo que as propostas do PSTU eram fantasiosas e que a realidade exigia soluções mais viáveis e responsáveis.

O candidato do PRP, Nilton Silva, ficou de fora de disputas mais acirradas e defendeu as posições do partido, levantando temas como segurança, agricultura e independência do Tribunal de Contas do Estado.

Novamente, o programa foi uma oportunidade para os eleitores conhecerem as pessoas que compõem as chapas majoritárias e vão estar ao lado do futuro governador do estado. Domingo que vem tem mais, desta vez cm os candidatos a senador.

Continue lendo...

Cláudia Durans em SC

A candidata a vice-presidente pelo PSTU, Cláudia Durans, vem a Santa Catarina no fim de semana e vai passar pelo Sul do Estado. Os correligionários preparam intensa agenda que deve incluir compromissos em Florianópolis e Criciúma, cidade da candidata a vice-governador Cíntia dos Santos.

Continue lendo...

sábado, 6 de setembro de 2014

Candidatos a vice-governador em debate na Unisul TV

Pela primeira vez a Unisul TV promove um debate entre os candidatos a vice-governador de Santa Catarina. O programa A Hora do Voto – Debate será realizado ao vivo, no domingo, 7/9, a partir das 20h30min e poderá ser acompanhado em TV aberta, canal 4 em Tubarão, canal 26 em Laguna, e canal 4 TV Cabo Tubarão. Cinco emissoras de rádio (Bandeirantes AM 1090, Bandeirantes AM 1010, Antena 1 FM, Som Maior FM e Guarujá AM) vão retransmitir o áudio para as três microrregiões do Sul de Estado (Amurel, Amrec e Amesc).

Todos os oito candidatos foram convidados para participar do programa: Sargento Armindo (PSOL, Cintia dos Santos (PSTU), Eduardo Pinho Moreira (PMDB), Joares Ponticelli (PP), Nilton Silva (PRP), Beto Pereira (PMN), Thiago Morastoni (PT) e Valdeli (PCB).

O programa foi formatado em cinco blocos. No primeiro os candidatos terão tempo para se apresentar. No segundo haverá perguntas entre eles, sendo que todos farão e responderão a uma pergunta. No terceiro bloco, serão feitas perguntas da produção do programa e dois candidatos serão sorteados ao vivo para responder ao mesmo questionamento. No quarto bloco os candidatos voltam a fazer perguntas entre eles. Cada um fará uma pergunta e será permitida a repetição na escolha de quem responde aos questionamentos. No quinto bloco os candidatos terão tempo para as considerações finais.

No domingo passado a Unisul realizou o primeiro dos três debates previstos. Participaram sete dos oito candidato a governador de Santa Catarina. A cobertura eleitoral da emissora também conta com entrevistas que estão sendo exibidas dentro do programa Café Com Notícias. Foram convidados para as entrevistas todos os candidato a governador, vice-governador e senador.

Continue lendo...

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

Dilma cancela agenda em Laguna

A visita da presidenta da república Dilma Rousseff (PT) em Laguna marcada para esta sexta-feira foi cancelada. A informação é da Secretaria de Comunicação de Laguna e o motivo teria sido uma alteração na sua agenda da presidenta. Na programa divulgada anteriormente ela estaria vistoriando as obras da ponte Anita Garibaldi a partir das 14h30.

Continue lendo...

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Pleitos regionais em pauta

As entidades empresariais de Tubarão têm organizado eventos de aproximação com os candidatos a deputado nestas eleições. A Acit recebe os postulantes durante as reuniões semanais. A CDL está promovendo almoços para ouvir o que eles têm a dizer. E a Ajet realizou um Café Político esta manhã com o mesmo objetivo.

Em todos os encontros se tem a confirmação de que a cidade precisa ter representantes identificados com as reinvindicações locais. Nos encontros é dado espaço para os políticos falarem sobre as propostas que defendem, mas eles também são questionados e apresentados a temas considerados prioritários.

Nos casos que citamos aqui, todos são referentes a entidades empresariais. Mas seria interessante que outros setores organizados da sociedade também buscassem esta aproximação com os candidatos. Outras reivindicações e prioridades poderiam ser apresentadas e também os políticos seriam avaliados. Eles precisam saber que serão cobrados no futuro caso sejam eleitos.

Sem dúvida, a questão fundamental neste momento é reforçar a importância da cidade ter representação tanto na Assembleia Legislativa como na Câmara Federal. Nesta época de eleições, Tubarão praticamente vira uma terra sem dono. Pelas ruas são vistas placas e mais placas de candidatos, que muita gente não conhece e nem sabe o que representa.

Como ainda não temos um modelo político que garanta pelo menos um representante para cada região do estado, a atenção precisa ser redobrada. Tubarão e região não podem correr o risco de ver a representação política diminuir. Pelo contrário, é preciso crescer ou pelo menos ter lideranças que consigam lutar pelos projetos daqui.

Continue lendo...

Dilma em Laguna

A presidenta Dilma Roussef (PT) vai estar novamente em Laguna nesta sexta-feira para vistoriar as obras da Ponte Anita Garibaldi. As primeiras informações dão conta de que ela pousará no Aeroporto Regional de Jaguaruna e de lá fará um sobrevoo de helicóptero nas obras e nem chegará a pousar em Laguna. A imprensa não deve ter acesso à presidenta.

Continue lendo...

Eduardo Jorge em Tubarão

Outro presidenciável que deve surgir por aqui é o médico Eduardo Jorge, do PV. Se nada mudar ele deverá ser o único candidato a presidente a visitar Tubarão nesta campanha. Os militantes querem aproveitar a visita para fazer uma agenda voltada ao meio ambiente, incluindo o Rio Tubarão.

Continue lendo...

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Dívida no debate

A dívida pública do Estado de Santa Catarina e o pagamento dos juros foi um dos assuntos de maior destaque do debate entre os candidatos ao governo, realizado no domingo pela Unisul TV. O tema foi levantado pela candidata do PPL, Janaina Deitos, logo na primeira participação no programa e até superou a previsão sobre a polêmica em torno das Secretarias Regionais.

A candidata do Partido Pátria Livre, por sinal, foi uma das surpresas do debate. Articulada e bem informada ela levantou esta discussão que deixaria o governador Raimundo Colombo (PSD) e candidato a reeleição numa saia justa, caso tivesse comparecido ao programa. Disse que hoje o estado paga mais de R$ 1 bilhão por ano só de juros, que é o mesmo valor gasto na área da saúde.

A ausência de Colombo, que informou que só vai participar dos debates organizados pelas redes estaduais de televisão e Acaert, até foi pouco explorada pelos adversários. Provavelmente porque já estão habituados a falta do candidato nos demais encontros que estão tendo pelo estado.

Os demais candidatos presentes, Afrânio Boppré (PSOL), Cláudio Vignatti (PT), Elpídio Neves (PRP), Gilmar Salgado (PSTU), Marlene Soccas (PCB) e Paulo Bauer (PSDB) também falaram de educação, segurança, investimentos e realização de obras na região. Falaram em concluir o que está inacabado e atuar em cima das futuras necessidades.

Foi um bom programa. Uma pena a ausência de Colombo que deixou de se comunicar com o eleitor da nossa região. No próximo domingo tem mais, e desta vez com os candidatos a vice-governador.

Continue lendo...

Nem entre os seus

Se conquistar votos já anda difícil diante do desinteresse do eleitor pelas eleições, a vida dos candidatos também está complicada entre os simpatizantes. Há alguns dias, durante um comício, um candidato à majoritária teve de chamar a atenção da audiência por três vezes. Chegou a pedir para fechar o bar para tentar diminuir o barulho. Sem sucesso entregou o microfone para o vice dizendo mais ou menos assim “lá na minha região eu me entendo, aqui cuida você”.

Continue lendo...

Café Político da Ajet

A Associação de Jovens Empreendedores de Tubarão (Ajet) também vai promover um encontro com os candidatos a deputado estadual da cidade. Cada um dos convidados terá 10 minutos para falar, com foco em empreendedorismo, e depois poderá responder até duas perguntas do público. O evento será na sede da Acit, nesta quinta-feira, às 8h30min.

Continue lendo...

Cardápio dobrado

Na passagem que teve por Tubarão na semana passada o deputado federal Jorginho Mello (PR) deve ter almoçado duas vezes. No primeiro churrasco recebeu o apoio do vereador João Fernandes (PSDB), de algumas associações como a Aprocat, Assopec, Aprocril e Assocam, e de alguns outros empresários. Outros tucanos como Anselmo de Bona e Toni Bittencourt também passaram por lá. Só depois seguiu para a CDL para o encontro com os lojistas e com o candidato a deputado estadual do partido Maurício da Silva.

Continue lendo...

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Debate para aquecer a campanha

O desinteresse do eleitor pelas eleições bateu no fundo do poço. Não me lembro de uma campanha eleitoral tão demorada para deslanchar. A propaganda eleitoral está no ar nas rádios e televisões há mais de uma semana e pouco se comenta.

Infelizmente o fato mais marcante até agora foi a morte de um candidato e que deu uma certa reviravolta no quadro. Mas isso em nível nacional. Na esfera estadual, tudo segue muito acanhado.

No próximo domingo poderemos ter aqui em Tubarão a impressão de que a campanha existe. A Unisul TV realiza o primeiro de uma série de três debates que vai realizar com os candidatos majoritários. Vamos começar com os candidatos a governador, depois vamos ter os vice-governadores, no dia 7 de setembro, e finalizar com os candidatos a senador, no dia 14 de setembro.

Com os programas vamos ter, sem dúvida, a maior concentração e movimentação de candidatos e simpatizantes na região. Quase todos vão aproveitar o dia para fazer contatos, caminhadas e tentar se aproximar do eleitor.

À noite, pela televisão e rádios parceiras, será a oportunidade de ver e ouvir os candidatos lado a lado. Vai ser possível comparar propostas, observar as reações e conferir como eles são fora do ambiente produzido, que são os programas eleitorais.

Mas para isso, é claro, será preciso que o eleitor tenha interesse em se informar. Será preciso também que os candidatos contribuam para um debate de alto nível e que se apresentam propostas importantes para a região.

Continue lendo...

Unisul TV realiza debate com candidatos a governador de SC

O debate entre os candidatos a governador de Santa Catarina no domingo, 31/8, abre a série de três programas que serão realizados pela Unisul TV, de Tubarão. O programa A Hora do Voto – Debate será realizado ao vivo a partir das 20h30min e poderá ser acompanhado em TV aberta, canal 4 em Tubarão, canal 26 em Laguna, e canal 4 TV Cabo Tubarão. Cinco emissoras de rádio (Bandeirantes AM 1090, Bandeirantes AM 1010, Antena 1 FM, Som Maior FM e Guarujá AM) vão retransmitir o áudio para as três microrregiões do Sul de Estado (Amurel, Amrec e Amesc).

Todos os oito candidatos foram convidados para participar do programa: Afrânio Boppré (PSOL), Cláudio Vignati (PT), Elpídio Neves (PRP), Gilmar Salgado (PSTU), Janaína Deitos (PPL), Raimundo Colombo (PSD), Marlene Soccas (PCB) e Paulo Bauer (PSDB).

Os debates eleitorais já são uma tradição da programação da Unisul TV que iniciou as operações no fim de semana das eleições de 2006. Depois foram realizados debates municipais nas eleições de 2008 e 2012 e também levou ao ar um debate com os candidatos a governador em 2010. “É nosso compromisso levar informação para nossa comunidade. Reunir em Tubarão os candidatos a governador, permite aproximá-los da nossa realidade e também é uma chance dos eleitores saberem o que eles têm de projetos para a região”, avalia o diretor geral da emissora, jornalista e professor Ildo Silva da Silva.

O programa foi formatado em cinco blocos. No primeiro os candidatos terão tempo para se apresentar. No segundo haverá perguntas entre eles, sendo que todos farão e responderão a uma pergunta. No terceiro bloco, serão feitas perguntas da produção do programa e dois candidatos serão sorteados ao vivo para responder ao mesmo questionamento. No quarto bloco os candidatos voltam a fazer perguntas entre eles. Cada um fará uma pergunta e será permitida a repetição na escolha de quem responde aos questionamentos. No quinto bloco os candidatos terão tempo para as considerações finais.

Nós últimos dois meses, cerca de 40 profissionais da Unisul TV estão envolvidos na produção do debate que será realizado nos estúdios da emissora localizada dentro do Campus da Unisul, em Tubarão. Os candidatos poderão estar acompanhados por suas equipes de trabalho, mas não será permitido o acesso de torcidas ao estacionamento.

Continue lendo...

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Ajustes na BR-101

Os responsáveis pela duplicação da BR-101 e pela manutenção da rodovia devem ficar atentos à necessidade de sinalização de alguns pontos. Isso é uma situação urgente para que se evitem acidentes graves como que envolveu a família do professor e suplente de vereador Felipe Felisbino (PSDB).

Às vezes é muito fácil culpar os motoristas por algum tipo de infração, mas não é a primeira vez que se registra um acidente deste tipo por causa da fila que chega até o viaduto da Praia do Sol. No verão, uma família inteira de turistas argentinos perdeu a vida, quase nas mesmas condições.

Além das filas geradas pelo movimento intenso e atraso das obras, a grande reclamação dos motoristas é a falta de visibilidade que se tem neste viaduto. A curvatura prejudica quem dirige na rodovia e se depara com o trânsito parado. As colisões traseiras são frequentes.

Outro trecho perigoso fica no trevo de Laranjeiras, em Laguna. O desvio sinuoso surpreende os motoristas desavisados e principalmente os caminhoneiros. Nos últimos meses foram registrados diversos tombamentos. Novamente seria fácil dizer que há falta de respeito nos limites de velocidade, mas então que se reforcem os recursos para se evitem os acidentes.

A duplicação da BR-101 é para ser uma coisa boa, para se reduzir os acidentes e as fatalidades. É para poupar vidas. Que a obra se resolva logo e também que as falhas sejam corrigidas.

Continue lendo...

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Debate Governadores

Entramos na semana que antecede o primeiro debate eleitoral entre os candidatos a governador em nossa região. Todos foram convidados para o programa A Hora do Vote – Debate, que a Unisul TV leva ao ar no próximo domingo, 31/8, às 20h30min. Programa será retransmitido pelas rádios Bandeirantes AM 1090, Bandeirantes AM 1010, Guarujá AM, Antena 1 FM e Som Maior FM, o que garante abrangência do pé da serra ao litoral e da região dos lagos ao extremo sul catarinense.

Continue lendo...

Encontro da CDL

Evento da CDL vai promover o encontro de alguns candidatos a deputado. Os associados vão poder fazer questionamentos aos candidatos e os encontros vão ser realizados entre os dias 27 de agosto e 23 de setembro. O critério foi convidar os candidatos cujas legendas tenham representantes na Câmara de Vereadores de Tubarão e também os candidatos que residam na cidade, mas não tem vereadores.

Pelo calendário de encontros apresentado pela CDL ficaram de fora alguns candidatos da cidade que atendem os critérios estabelecidos. Diana Pereira (PMN), Vivian Tamai (PP), Denny Souza (PSC) e Márcia Maurício Godoi (PSD) têm domicilio eleitoral em Tubarão. Não foram convidados ou não são candidatos mesmo?

Continue lendo...

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Voto Regional - 67 candidatos do Sul

A quarta candidata a deputada estadual de Imbituba foi confirmada esta semana (Marlene Kjellin), o que aumenta e exige a atualização do levantamento feit por este blog. Confira a lista completa:

Governador
Amrec
 PCB - Marlene Soccas – Criciúma

Vice-Governador
Amrec
PSTU – Cíntia dos Santos – Criciúma
PMDB – Eduardo Moreira – Criciúma
PCB – Valdelir Luiz – Criciúma
Amurel
PMN – Beto Pereira – Tubarão
PP – Joares Ponticelli – Tubarão

Senado
Amrec
PT – Milton Mendes de Oliveira - Criciúma

Deputado Federal
Amesc
PDT – Beto Coan – Araranguá
PSD – Maria Regina Nunes Honório - Araranguá
Amurel
PMN – Diana Pereira - Tubarão
PMDB – Edinho Bez - Tubarão
PSOL – Cabo Damiani – Laguna
PT – Professor Paulão – Tubarão
PT – Valberto Wiggers Michels – Braço do Norte
Amrec 
PSDB – Geovania de Sá - Criciúma
PP – Jorge Boeira - Criciúma
PT – José Paulo Serafim - Criciúma
PMDB – Ronaldo Benedet – Criciúma

Deputado Estadual 
Amurel 
PSOL – Cabo Adriana – Imaruí
PV- Amenar de Oliveira – Laguna
PV – Rodrigo Falchetti – Tubarão
PP – Deka May – Tubarão
PP – Kelber da Kek – Laguna
PP – Lais – Laguna
PP – Silvia Maria – Imbituba
PP – Vivian Tamai - Tubarão
PR – Silva Bombeiro - Laguna
PR – Prof. Maurício da Silva – Tubarão
PSDB – Ariane Domingues de Jesus - Laguna
PSDB – Keli Oliveira – Laguna
PDT – Dra. Carol Igreja – Imbituba
PSC – Denny Souza – Tubarão
PSC – Keila Faras – Laguna
PSC - Marlene Kjellin - Imbituba
PT – Eliane Cristina – Laguna
PT – Matusa – Tubarão
PT – Rosenvaldo Junior – Imbituba
PMDB – Evandro Almeida – Tubarão
PEN – Márcio Duarte – Imbituba
PSD – José Nei Ascari – Braço do Norte
PSD – Márcia Maurício Godoi – Tubarão
Amrec
PSDB – Dóia Guglielmi – Içara
PR – Dr. Silvestre - Criciúma
PPS – Celoni - Criciúma
PPS – Ricardo Guidi
PDT – Professor. Celso O. de Souza – Orleans
PDT – Pastor Jervis – Criciúma
PDT – Rodrigo Minotto – Criciúma
PSC – Frank – Criciúma/Içara
PP – Gelson Padilha – Orleans
PP – Valmir Comin - Siderópolis
PV – Gilberto Luiz – Morro da Fumaça
PTdoB – Joãozinho - Criciúma
SD – Jorge Godinho da Silva – Criciúma
PSL – José Eduardo - Criciúma
PT – Dr. Mello – Criciúma
PEN – Tevez Machado – Içara
PMDB – Luiz Fernando Vampiro – Criciúma
PCdoB – Oderi – Içara
Amesc
PV – Angelo Coral – Araranguá
PR – Eder Mattos – Araranguá
PP – Zé Milton – Sombrio
PSC – Sarah Maciel – Balneário Gaivota
PROS – Cabo Loro – Araranguá
PTB – Lucimar Nunes – Araranguá
PMDB – Manoel Mota – Araranguá
PTB – Paulo Boeira - Sombrio

Continue lendo...

quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Aereoporto: quase lá?

A nova vistoria de técnicos da TAM reforça as esperanças da região de ver o Aeroporto Regional Humberto Ghizzo Bortoluzzi funcionar. Eles estiveram ontem em Jaguaruna e segundo as informações que foram repassadas, as possibilidades da empresa atuar por aqui estão bem próximas de 100%.

O governo estadual se envolveu diretamente na questão e tem procurado atender as exigências necessárias para colocar o Aeroporto em funcionamento. Há muitos recursos investidos no negócio e hoje já se paga para que uma empresa faça a gestão do Aeroporto.

Ontem mesmo, um episódio vivenciado por passageiros aqui do Sul do Estado reforça o quanto um aeroporto moderno, com condições de receber grandes aeronaves e operar sob condições climáticas adversas faz falta para a região.

O voo da empresa Avianca, que saiu de Campinas com destino a Criciúma voltou a ter problemas. O pouso previsto para às 22h30min da noite acabou não acontecendo. O avião teve que arremeter na pista do Aeroporto Diomício Freitas por causa das condições climáticas desfavoráveis. Aos passageiros o piloto disse que não era a primeira vez que recebia informações fora da realidade. O avião acabou retornando a Campinas, São Paulo. Os passageiros passaram algumas horas num hotel e depois foram colocados num voo para o Aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis. Só chegaram a Criciúma, agora de manhã, e de ônibus.

É nestas horas que todos perguntam: quanto tempo mais vai demorar para o Aeroporto funcionar?

Continue lendo...

terça-feira, 19 de agosto de 2014

CPI em Imaruí

As relações entre legislativo e executivo começam agitadas em algumas cidades da região. Na Câmara de Imaruí os vereadores aprovaram a criação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar denúncias de improbidade administrativa contra o prefeito Manoel Viana (PT).

Os vereadores também queriam o afastamento do prefeito durante a investigação, mas ele se antecipou à justiça e pediu um mandado de segurança preventivo para evitar a saída. Na decisão, assinada pela juíza Maria de Lourdes Simas Porto, ela afirma que somente o Poder Judiciário poderia afastar o prefeito e que o pedido dos vereadores não tinha amparo legal.

De qualquer forma a CPI foi aprovada e agora os vereadores têm 90 dias para apurar as denuncias sobre o pagamento de uma dívida trabalhista a um servidor de carreira. A comissão ficou formada pelos vereadores Rui José  (PSD), Xereco (PPS) e Vando (PMDB).

Continue lendo...

Capivari: contas de 2012 aprovadas

Na Câmara de Capivari de Baixo, a discussão foi em torno da administração passada. Os vereadores aprovaram na sessão de ontem a prestação de contas do ex-prefeito Luiz Carlos Brunel Alves (PMDB), relativas ao exercício de 2012. O TCE já havia recomendado a aprovação com algumas restrições e mesmo sem ter maioria na Câmara, Brunel teve as contas aprovadas. A maior polêmica da noite acabou sendo entre os dois vereadores do PT, Farinheira e Nazareno, que desde o início desta legislatura não falam a mesma língua.

Continue lendo...

Financiamento em Jaguaruna

Em Jaguaruna, as discussões já se arrastam desde a semana passada e giram em torno de um projeto que poderá permitir que a prefeitura faça um financiamento de R$ 6,5 milhões. Na última sessão, os vereadores da oposição conseguiram um mandado de segurança para impedir a votação. Eles querem mais explicações sobre a aplicação dos recursos e também questionam os prazos de pagamentos e carências, pois o orçamento do município ficaria comprometido para as próximas administrações.

Continue lendo...

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Cenário imprevisível

Toda morte trágica e repentina é lamentável. E o acidente aéreo que tirou a vida de sete pessoas ontem no litoral paulista, entre eles o candidato a presidente pelo PSB, Eduardo Campos, tem este sentimento. Simpatizantes ou não do candidato lamentaram as mortes.

E de uma forma que ninguém deseja, o cenário político foi radicalmente alterado sem a presença de um dos principais candidatos que até agora aparecia em terceiro lugar nas pesquisas. O partido vai ter até o próximo sábado, dia 23, para nomear um substituto, o que já indicou que vai ser feito, após as devidas homenagens a Campos.

O mais óbvio pode parecer que a candidata à vice, Marina Silva, assuma o posto de candidata e se indique outro vice. Mas, o fato é que isto não é tão certo assim. Marina só filiou-se ao PSB por não ter conseguido o registro da Rede Sustentabilidade. Sua presença na chapa era bancada por Eduardo Campos.

Se ela teria um desempenho melhor ou pior, ou se a morte do candidato terá uma influência emocional no eleitor e na campanha só o tempo pode dizer. Agora tudo não passa de especulação.

Em Santa Catarina, se Marina ou outro nome identificado com a esquerda sair como candidato, a família Bornhausen deve abraçar outra chapa. O candidato ao Senado pelo PSB, Paulinho Bornhausen, deve transferir o apoio para o candidato do PSDB, Aécio Neves.

De qualquer forma os constrangimentos político-partidários continuariam. O próprio Paulinho, que é coligado com Paulo Bauer (PSDB), tem o apoio de Raimundo Colombo (PSD), que é coligado com o PMDB, que tem como candidato Dário Berger.

Com a morte de Eduardo Campos, é possível que o cenário comece a ficar mais definido para o eleitor catarinense, mas a sala deve continuar com o mesmo tempero amargo de antes.

Continue lendo...

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Voto Regional - 66 candidatos do Sul

Em 2010 tivemos por aqui a campanha pelo Voto Regional que incentivava votar em candidatos da região. A lista chegou a 62 nomes. Este ano ainda não se viu uma mobilização semelhante, mas resolvi fazer um levantamento sobre os candidatos com domicílio eleitoral nas cidades da Amesc, Amrec e Amurel. Consegui identificar 66 candidatos da região e a lista não inclui Ada de Luca (PMDB) e Beth Tiscoski (PP), que se apresentam como candidatas do Sul, mas têm domicílio eleitoral em Florianópolis. A Amurel tem o maior número de candidatos a deputado federal, cinco, e a deputado estadual, 22. Confira a lista completa:

Governador
Amrec
 PCB - Marlene Soccas – Criciúma

Vice-Governador
Amrec
PSTU – Cíntia dos Santos – Criciúma
PMDB – Eduardo Moreira – Criciúma
PCB – Valdelir Luiz – Criciúma
Amurel
PMN – Beto Pereira – Tubarão
PP – Joares Ponticelli – Tubarão

Senado
Amrec
PT – Milton Mendes de Oliveira - Criciúma

Deputado Federal
Amesc
PDT – Beto Coan – Araranguá
PSD – Maria Regina Nunes Honório - Araranguá
Amurel
PMN – Diana Pereira - Tubarão
PMDB – Edinho Bez - Tubarão
PSOL – Cabo Damiani – Laguna
PT – Professor Paulão – Tubarão
PT – Valberto Wiggers Michels – Braço do Norte
Amrec 
PSDB – Geovania de Sá - Criciúma
PP – Jorge Boeira - Criciúma
PT – José Paulo Serafim - Criciúma
PMDB – Ronaldo Benedet – Criciúma

Deputado Estadual 
Amurel 
PSOL – Cabo Adriana – Imaruí
PV- Amenar de Oliveira – Laguna
PV – Rodrigo Falchetti – Tubarão
PP – Deka May – Tubarão
PP – Kelber da Kek – Laguna
PP – Lais – Laguna
PP – Silvia Maria – Imbituba
PP – Vivian Tamai - Tubarão
PR – Silva Bombeiro - Laguna
PR – Prof. Maurício da Silva – Tubarão
PSDB – Ariane Domingues de Jesus - Laguna
PSDB – Keli Oliveira – Laguna
PDT – Dra. Carol Igreja – Imbituba
PSC – Denny Souza – Tubarão
PSC – Keila Faras – Laguna
PT – Eliane Cristina – Laguna
PT – Matusa – Tubarão
PT – Rosenvaldo Junior – Imbituba
PMDB – Evandro Almeida – Tubarão
PEN – Márcio Duarte – Imbituba
PSD – José Nei Ascari – Braço do Norte
PSD – Márcia Maurício Godoi – Tubarão
Amrec
PSDB – Dóia Guglielmi – Içara
PR – Dr. Silvestre - Criciúma
PPS – Celoni - Criciúma
PPS – Ricardo Guidi
PDT – Professor. Celso O. de Souza – Orleans
PDT – Pastor Jervis – Criciúma
PDT – Rodrigo Minotto – Criciúma
PSC – Frank – Criciúma/Içara
PP – Gelson Padilha – Orleans
PP – Valmir Comin - Siderópolis
PV – Gilberto Luiz – Morro da Fumaça
PTdoB – Joãozinho - Criciúma
SD – Jorge Godinho da Silva – Criciúma
PSL – José Eduardo - Criciúma
PT – Dr. Mello – Criciúma
PEN – Tevez Machado – Içara
PMDB – Luiz Fernando Vampiro – Criciúma
PCdoB – Oderi – Içara
Amesc
PV – Angelo Coral – Araranguá
PR – Eder Mattos – Araranguá
PP – Zé Milton – Sombrio
PSC – Sarah Maciel – Balneário Gaivota
PROS – Cabo Loro – Araranguá
PTB – Lucimar Nunes – Araranguá
PMDB – Manoel Mota – Araranguá
PTB – Paulo Boeira - Sombrio

Continue lendo...

Curiosidades sobre os candidatos

As informações oficiais que os candidatos fornecem ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) têm algumas curiosidades. Muitos deles declaram não ter nenhum bem, mas uma candidata informou ter R$ 0,71 na conta bancaria, e só. Outro não tem o ensino médio completo, mas como profissão declarou ser Astrônomo.

Continue lendo...

Nomes

Os nomes registrados também revelam curiosidades. Em Santa Catarina temos Napoleão Bonaparte, Espírito Santos, Apóstolo, Chutando Balde, da Igreja, do Rabazedo, Cacique Hyran, Fically, Cantor Heroi, do CD, Barriga Papeleiro, Tevez, Vampiro, Mapi Cravo, Pitanta, Zica Osmar, Pinguim, Manjuva, Passarinho, da Caverna e Zambia. Alguns são os nomes verdadeiros e outros são apelidos.

Continue lendo...

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Ideias ruins não devem ir pra frente

Com certa frequência recebemos por e-mail, ou pelas mídias sociais, mensagens que fazem alertas sobre diversos assuntos. Uns são verdade e outros nem tanto. A última que recebi chamava a atenção sobre um projeto de lei que repetiria o confisco da poupança e salários, semelhante ao que ocorreu no início do governo de Fernando Collor, em 1990.

Para quem não lembra, naquele ano o governo federal promoveu o confisco de valores depositados em contas bancárias. Da noite para dia, muita gente ficou sem as suas economias e só pode movimentar o dinheiro anos depois.

Agora, o que se propaga pela internet é que o tal projeto estaria esperando um momento oportuno para ser colocado em prática. Desta vez o confisco seria batizado de Limite Máximo de Consumo. Ao conferir os links da mensagem, pode-se verificar que o projeto realmente existiu, e felizmente foi arquivo em 2004.

Mas o meu objetivo em falar deste assunto é reforçar a necessidade de acompanhar o trabalho de deputados e senadores. O projeto do Limite Máximo de Consumo foi proposto por um deputado federal do Piauí, mas poderia ser por qualquer um.

Os parlamentares podem ter as ideias mais absurdas possíveis, mas a pressão dos eleitores é fundamental para que elas não sigam adiante. O processo eleitoral vai muito além do ato de comparecer às urnas para votar. O eleitor precisa lembrar das escolhas que faz e depois fiscalizar a atuação dos eleitos.

Desta forma pode-se evitar ser surpreendido por uma mensagem anônima na internet, mesmo que ela seja mentirosa.

Continue lendo...

Campos assume vaga na Câmara de Vereadores de Tubarão

O suplente do PMDB, Evaldo Campos, o Socadinho, assumiu uma cadeira no Legislativo tubaronense na sessão desta segunda-feira. Os vereadores também discutiram a situação das ruas e das capivaras que se concentram na beira rio do município

Continue lendo...

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Campanha silenciosa

O desvio de comportamento de alguns setores da mídia exigiram nos últimos anos mudanças da legislação que acabam tirando um pouco da liberdade de imprensa na cobertura do processo eleitoral. Uma das obrigações eh dar o mesmo espaço para todos os candidatos, o que fica bem difícil quando se tem, por exemplo, onze candidatos a presidente e oito a governador, por exemplo. E mesmo que se saiba que apenas dois ou três têm chances reais de se eleger.

Em todo o país são mais de 23 mil candidatos. Em Santa Catarina mais de 600. Sem condições de dar espaço igual para todos, acaba não se falando daqueles que estão mais próximos e fazem parte da realidade regional. E desta forma, sem a repercussão da imprensa a impressão que se tem é de que a campanha não existe.

A situação deve mudar a medida que se aproxima do dia das eleições. A realização de debates entre os candidatos também ajuda muito para lembrar o eleitor de que ele precisa fazer uma escolha. Mas ainda é muito pouco.

Uma eleição em que se escolhem presidente, governadores, senadores e deputados não pode se realizar tão distante do interesse do eleitor. Estas pessoas são as principais responsáveis pela definição e aplicação de leis que definem o rumo da nação. As políticas publicas, sociais e econômicas são definidas por eles e o eleitor precisa ser informado sobre o que eles pretender fazer.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors