sexta-feira, 19 de abril de 2013

Tendências e pressões

O modelo de gestão do prefeito Olavio Falchetti com menos indicações políticas e mais indicações técnicas tem agradado uns e desagradado outros tantos. Como venceu as eleições sem coligações, os principais descontentes estão dentro do próprio Partido dos Trabalhadores. Partidários e até mesmo os que ficaram na suplência alimentaram alguma expectativa de indicação para compor o governo municipal, o que não aconteceu.

Pois este descontentamento poderá se refletir nas eleições de 2014. Existe a possibilidade do PT tubaronense ter mais de um candidato a deputado estadual. Um apoioado pelo Paço Municipal, provavelmente o vereador Matusa, e outro apoiado por uma das tendências que representam os agrupamentos políticos internos do PT. Até reuniões já estariam sendo feitas para articular em torno do nome do vereador Professor Paulão.

Há quem diga que este movimento surge para pressionar o executivo municipal a abrir espaço na administração para outras tendências. Pois se com um candidato só, os petistas já sabem que é difícil conseguir a eleição de um representante, imaginem uma divisão?

Em Criciúma, por exemplo, a sigla lançou mais de um candidato nos últimos pleitos e em 2010 acabou sem eleger ninguém para a Assembleia Legislativa. Ou seja, a divisão só prejudica. Mas neste momento fica difícil prever até onde a proposta pode chegar ou se haverá um consenso entre as tendências petistas.

Continue lendo...

Dura seguirá Beto Martins

Os rumores sobre uma possível troca de partido do atual secretário estadual de Turismo, Cultura e Esporte, Beto Martins, envolvem outros membros do PSDB. O secretário de Desenvolvimento Regional de Tubarão, Dura, seria um dos que acompanharia Beto na filiação ao PP. Oficialmente, ninguém confirma nada, mas entre as justificativas para as mudanças estão a viabilidade eleitoral de Beto, que pretender ser candidato a deputado estadual em 2014, e a maneira como foi conduzida a substituição de Dura na SDR.

Continue lendo...

Vereadores de Pescaria Brava discutem diárias

Os vereadores de Pescaria Brava começaram a discutir na última sessão os valores das diárias para os deslocamentos oficiais tanto dos parlamentares como dos servidores. O Projeto de Lei foi lido em plenário e será votado nas próximas sessões. Os valores estipulados variam de R$ 200,00 para deslocamentos em Santa Catarina até R$ 775,00 para viagens à Brasília com necessidade de pernoite. Está sendo estipulado ainda o limite de cinco diárias por mês.

Continue lendo...

Mobilização Democrática em Lages

A deputada federal Carmen Zanotto reúne lideranças do PPS neste sábado em Lages para definir as ações após a fusão da sigla com o PMN, que deu origem a Mobilização Democrática (MD). Vereador de Capivari de Baixo, Arlei da Silva, participará do encontro na expectativa de conhecer qual caminho será tomado. A fusão significa a criação de um novo partido e com isso pode ocorrer troca de partido sem risco de perder os mandatos por infidelidade partidária. Na Amurel, o PPS também têm vereadores em Tubarão (Eraldo), em Imaruí (Xereco), em Imbituba (Rogue da Estiva), Rio Fortuna (Silvestre), Santa Rosa de Lima (Zolho) e São Martinho (Wilson Schmitz).

Continue lendo...

Vereadores recebem secretário de Governo

Secretário de Governo de Tubarão, Matheus Madeira (PT), participou da sessão da Câmara de Vereadores e falou dos trabalhos desenvolvidos na área

Continue lendo...

Projeto de gratificações salariais

O projeto de Lei que autoriza o prefeito de Pescaria Brava a conceder gratificação salarial aos ocupantes de cargos comissionados foi retirado da votação na Câmara de Vereadores. O vereador Arthur Santos (PMDB) pediu vistas ao projeto para poder solicitar mais informações sobre o projeto.

O texto da Lei teve parecer favorável das Comissões de Legislação, Justiça e Redação Final e Finanças e Orçamento. Mesmo assim Santos considera que as regras das gratificações devem estar mais claras. O texto diz que elas poderão ser de zero a 100% sobre os salários, mas o vereador quer saber quais cargos serão beneficiados, definição do percentual e quanto a medida vai onerar o orçamento da prefeitura.

Os salários de Pescaria Brava tem sido um problema do executivo neste início de administração. O Plano de Cargos e Salários estipulou vencimentos considerados abaixo da média na Amurel e as gratificações ajudariam a manter o interesse no serviço público.

Continue lendo...

Rhumor do JBGuedes

Blog do Guedes - twitter.com/jbfguedes

Continue lendo...

Frase do Dia

"A gente não faz amigos, reconhece-os."
Vinícius de Moraes, compositor

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors