segunda-feira, 15 de abril de 2013

Estímulo à carreira médica

Em audiência pública com o ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT), o deputado federal Edinho Bez (PMDB), sugeriu que o Ministério da Educação e Cultura (MEC) e o da Saúde estimulem os jovens a seguirem a carreira médica. Ele lembrou a dificuldade dos municípios que mesmo pagando salários entre R$ 12 e R$ 15 mil não conseguem contratar profissionais. O parlamentar pediu ainda a regularização dos diplomas dos formados no exterior como alternativa de suprir a demanda.

Em resposta, Padilha defendeu medidas que incluem o estímulo à entrada, no sistema de saúde brasileiro, de médicos com formação no exterior e a abertura de vagas de cursos de medicina em locais onde haja carência de profissionais, ação esta que é combatida pelo Conselho Federal de Medicina devido a qualidade dos programas.

Entendo que com bons salários, mesmo no setor público, o problema talvez não seja estímulo, mas sim obter acesso e garantir a permanência nos cursos de Medicina. As universidades públicas são concorridas e as privadas, nem todos podem pagar. Por isso, deve-se pensar na concessão de bolsas de estudo para garantir que todos possam estudar. Por isso deputado, lute também por mais vagas nas faculdades e mais bolsas de estudos.

Votar bem também é protestar bem

Nas últimas semanas temos visto manifestações organizadas para protestar contra o deputado federal Marco Feliciano (PSD/SP) e a presença dele como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias. A polêmica em torno do parlamentar é causada devido as opiniões que geraram acusações de racismo, homofobia e misoginia. Opiniões que seriam incompatíveis com a função que ele exerce na Câmara dos Deputados.

Estes protestos demonstram que parte da sociedade ainda consegue demonstram insatisfação. E desde que sejam realizados dentro de uma ordem social e que respeite a democracia não há nada de errado com eles. Melhor ainda seria se esta indignicação conseguisse contagiar a população para outros assuntos.

O descaso com a educação e a saúde, por exemplo, são dois temas fundamentais e que fazem parte da raiz de muitos outros problemas deste país. Onde está a indignação popular com o descumprimento da Lei que institui o Piso Nacional dos Professores? Onde está a indignação popular com a péssima gestão dos recursos federais na área da saúde? Teríamos uma lista bem grande, mas só estes dois assuntos deveriam render um grande boicote da população aos políticos que insistem em ignorá-los.

A sociedade precisa sim protestar contra os Marco Felicianos que temos por aí, mas também precisa ter uma consciência maior de que tem o poder nas mãos, que é o voto. É por meio dele que deputados acusados de racismo, corrupção ou outras opiniões e atitudes absurdas ganham o direito de estar nas Câmaras e Assembleias Legislativas.

Votar certo também pode ser uma forma bem organizada de protestar, basta querer e prestar atenção nas escolhas que são feitas.

Bolsas de estudo

Deputado federal Jorginho Mello (PR-SC) coordena o seminário da região Sul que vai debater e colher subsídios para o relatório final da chamada PEC 32, que instituirá as novas regras de distribuição de bolsas de estudo a alunos carentes nas redes privadas de ensino médio e superior do Brasil. O evento será no dia 25 de abril, no Plenarinho da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, onde estarão reunidos deputados, secretários de Estado, reitores de universidades e diretores de escolas de ensino médio, estudantes e técnicos em Educação de Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul.

Falta de médicos

Moradores do bairro Aeroporto, de Tubarão, reclamam da situação do posto de Saúde localizado na rua Canadá, no bairro Passagem. A queixa é sobre a ausência de médicos, sem encaminhamento para outro posto. Reclamam ainda que são orientados para procurar a Policínica, mas sem garantia de atendimento. Problema para o diretor-presidente da Fundação de Saúde, Marco Antônio dos Santos, que assume o cargo na próxima quarta-feira, 17/4.

Rhumor do JBGuedes

Frase do Dia

“A teoria não pode ajudar a ninguém - só a prática, a solidariedade concreta, a amizade e o amor estendem a mão.”
Antonio Negri, filósofo italiano

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores