terça-feira, 26 de março de 2013

Matemática no lugar da ideologia

O secretário estadual de Turismo Beto Martins (PSDB) está desde o último fim de semana respondendo aos questionamentos sobre uma possível mudança de partido. A informação que circula é de que ele estaria trocando o PSDB pelo PP. Alguns até davam a notícia como certa e do litoral ao oeste catarinense surgiram diversas manifestações de parabéns e boas vindas.

Sobre o assunto, o ex-prefeito de Imbituba me disse que não havia tratado formalmente com ninguém, mas como tem muitos e grandes amigos no PP a informação surgiu como brincadeira. Mas percebam, Beto disse que formalmente não tem nada, o que significa que informalmente se fala no assunto.

Mas quem acha que a troca de partido de uma das principais lideranças tucanas no Estado é apenas especulação deve prestar atenção a alguns números que são muito estudados quando se planejam projetos eleitorais. É a matemática no lugar da ideologia.

Beto Martins tem interesse em ser candidato a deputado estadual em 2014 e baseado na votação dos eleitos em 2010 faz as contas. Naquela eleição Marcos Vieira foi o quarto mais votado do PSDB com 38.370 votos. Pela sobra, Dóia Guglielmi conquistou a sexta e última vaga com 34.667 votos. Ou seja, se o PSDB manter o mesmo número de vagas seriam necessários entre 40 a 45 mil votos para se eleger com folga. Mas será que o partido repete o desempenho?

Já entre os deputados eleitos pelo PP, Valmir Comim foi o quinto mais votado com 30.223 votos e pela sobra Reno Caramori ocupou a vaga do falecido Lício da Silveira com 24.198 votos. Uma diferença de 10,5 mil votos para o último eleito do PSDB.

Com uma votação superior a dos progressistas, os tucanos Maurício Escudlark e Daniel Tozzo fizeram 34.093 votos e 27.755 votos respectivamente e ficaram na suplência. O candidato tucano da Amurel mais votado foi Carlos Stüpp que fez 23.404 votos.

Como o presidente da Assembleia Legislativa, Joares Ponticelli, já anunciou que não disputa a reeleição, o PP da Amurel teria uma vaga a ser ocupada e muito provalmente seria o espaço para Beto Martins. Em Imbituba, cidade em que foi prefeito por dois mandatos, o sucessor Jaison Cardoso (PSDB) tem um vice do PP. Então não seria nada constrangedora a mudança. E ainda pela aprovação que deixou a prefeitura, a expectativa seria obter mais de 50% dos votos na cidade e já partiria com a eleição bem encaminhada. Se Ponticelli for candidato a deputado federal, ganharia também um cabo eleitoral de peso.

Ah é claro, o PSDB em 2014 também deve ter o senador Paulo Bauer como candidato ao governo do estado e um dos nomes cotados para vice é também o de Beto Martins. Então a decisão levará outros fatores em conta e o tempo deve valorizar o passe dele ainda mais.

Imbituba: PSDB fará convenção em 4/4

A convenção do diretório municipal do PSDB de Imbituba ficou marcada para o dia 4 de abril, fora do prazo mas em acordo realizado com o diretório estadual. O ex-prefeito Beto Martins acredita que a indicação do presidente será feita de forma harmônica.

Pescaria Brava: PHS não presta contas

A juíza da 20ª Zona Eleitoral (Laguna), Lara Maria Zanotelli, julgou não prestadas as contas, referentes à campanha eleitoral de 2012, do PHS de Pescaria Brava. Dessa forma, determinou a suspensão do repasse de recursos do Fundo Partidário do ano seguinte ao trânsito em julgado desta decisão.

Nas eleições de 2012 o partido apresentou uma candidata a prefeita, Maristela Goulart, que não obteve nenhum voto. Ela não apareceu durante a campanha e teve problemas com o registro do candidato a vice que teve de ser substituido. Os dois candidatos a vereador da sigla somaram seis votos e a legenda obteve um voto.

Leia mais...
Contas de campanha do PHS de Pescaria Brava são julgadas não prestadas

Rhumor do JBGuedes

Blog do Guedes - twitter.com/jbfguedes

Frase do Dia

“Somos aquilo que fizemos repetidamente.”
Aristóteles, filósofo grego

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores