segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Cinco é demais?

Com a filiação do ex-secretário regional de Braço do Norte, Gelson Padilha, ao PP chega a cinco o número de pré-candidatos a deputado estadual pela região Sul. O partido atualmente tem três deputados e será que congestionar o quadro seria a melhor estratégia? Valmir Comin e José Milton Scheffer disputam a reeleição. Beth Tiscoski e Beto Martins completariam a nominata. Além de Padilha, o PP ganhou uma vereadora em Orleans, Lela Padilha, esposa de Gelson. O ato de filiação teve os deputados Joares Ponticelli, João Pizzolatti e o prefeito de Criciúma Márcio Búrigo.

Na capa da Veja

Edição desta semana da Revista Veja destaca o crescimento do ensino a distância no Brasil. Ressalta que nos últimos treze anos houve um crescimento de 170 vezes. Na capa o destaque é uma ex-aluna da UnisulVirtual, Patrícia Bortolini, formada em Tecnologia em Processos Gerenciais. Além disso, o curso foi incluído entre os melhores do Brasil e na tabela publicada pela revista é a única Universidade Comunitária (e paga) entre as Universidades Federais (gratuita).

Tubaronenses

O povo tem rosto, nome e endereço, diz o título do livro de Raimundo Colombo, publicado em 2009. Não sei se esta foi a inspiração, mas o jornalista Anderson Paes tenta dar rosto ao povo com o projeto Tubaronenses. Fotos dos moradores da cidade azul podem ser conferidas na página criada no Facebook. As imagens registram o cotidiano de quem realmente faz a cidade funcionar.
Foto de Anderson Paes

Frase do Dia

"Somos solicitados... atraídos... e guiados... para tudo que formulamos na nossa imaginação."
Walter Grando

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Opção pelo cartório

A renúncia do vice-prefeito de Pescaria Brava, Enaldo Souza (PSD), pode ter surpreendido muita gente, mas era algo que já vinha sendo pensado por ele há algum tempo. Ele descartou problemas com o prefeito Antonio Horonato (PSDB) e alegou razões particulares. Por ser tabelião vitalício ele sabia que não poderia acumular as duas funções públicas e tinha que fazer uma escolha.

A carta de renúncia foi assinada há mais de uma semana, protocolada na última sexta-feira, 20, e lida na sessão da Câmara de Vereadores de terça-feira, 24 de setembro.

A partir desta renúncia a oposição de Pescaria Brava coloca em dúvida o processo eleitoral alegando que Enaldo Souza não poderia nem ter disputado a eleição. A coligação derrotada nas eleições de 2012 ainda vai avaliar o caminho que será tomado.

Mas em contato esta manhã com o agora ex-vice-prefeito, ele já adianta que se desincompatibilizou do cartório quatro meses antes da eleição, enquanto que o prazo legal era de três meses, e que após a posse continuou licenciado. Como obteve o registro da candidatura e a diplomação após a eleição tudo indica que cumpria as exigências da lei.

Souza também está licenciado da presidência do PSD de Pescaria Brava e disse que pretende continuar com a atividade partidária, mas sem disputar eleições. Titular do Cartório desde 1964 ele já havia sido vereador e presidente da Câmara de Laguna na década de 70 quando o acúmulo de funções era permitido.

Leia mais...
Vice-prefeito de Pescaria Brava renuncia

Público para o governador

O governador Raimundo ColomboO (PSD) está rodando o estado para falar das ações do Pacto por SC. Na próxima quarta-feira (2/10) faz palestra em Tubarão e na quinta-feira (3/10) em Laguna. A preocupação dos organizadores é garantir a presença de público nas palestras. Há uns dois meses em evento parecido realizado no Clube Cidade Luz, pouco mais de 100 pessoas foram ouvir a prestação de contas do governador.

Frase do dia

"Nem tudo que se enfrenta pode ser modificado, mas nada pode ser modificado até que seja enfrentado."
Albert Einstein, físico alemão

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Vice-prefeito de Pescaria Brava renuncia

O vice-prefeito de Pescaria Brava, Enaldo Souza (PSD), teve a renúncia tornada pública durante a sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira, 24/9. No ofício encaminhado ao presidente da casa, Everardo Martins (PMDB), com data de 16 de setembro, ele informa a renuncia ao cargo de forma irrevogável e que a decisão é de foro íntimo. Confira abaixo a imagem da carta:

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Respeito ao cidadão

Há alguns dias eu estava revendo e-mails antigos para apagar algumas mensagens e encontrei uma notícia sobre um certo deputado federal de Brasília que havia tomado medidas radicais de economia. A mensagem de maio de 2011 falava sobre José Antonio Reguffe (PDT), que foi, proporcionalmente, o mais bem votado nas eleições de 2010 com quase 19% dos votos válidos do Distrito Federal.

Pois este deputado no início do mandato abriu mão dos salários extras, reduziu a verba de gabinete e dos 25 assessores que teria direito ficou apenas com nove. Do chamado ‘cotão’ de R$ 23 mil por mês reduziu para R$ 4,6 mil. E ainda, por ser morador de Brasília, também dispensou a verba indenizatória, cota de passagens aéreas e auxílio-moradia. Fez tudo em caráter irrevogável, sendo que mesmo que se ele quiser não pode voltar atrás. Sozinho, vai economizar R$ 2,3 milhões durante os quatro anos de mandato.

Como tudo isso era de 2011, fui conferir se era verdade o que havia sido anunciado naquela época. E não é que atualmente, a relação de despesas da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar de Reguffe tem somente as despesas com telefone, que variam entre R$ 300 e R$ 1 mil por mês, enquanto outros gastam mais de R$ 5 mil com despesas de correio ou aluguel de carros.

Se os outros 512 deputados adotassem medidas semelhantes a economia aos cofres públicos e ao bolso do cidadão pagador de impostos poderia chegar de R$ 1,2 bilhão. Quem sabe poderiam sair daí os milhões necessários para as obras de limpeza, aprofundamento e alargamento do rio Tubarão que a população espera há 30 anos, onze meses e cinco dias.

Bom, obras de interesse público não faltariam para aplicar estes recursos. O que falta mesmo é respeito com as reais necessidades do cidadão.

Frase do Dia

“A beleza está nos olhos do observador.”
Margaret Wolfe Hungerford, novelista irlandesa

sábado, 21 de setembro de 2013

Sem Plano B

O Plano A do deputado estadual Joares Ponticelli para 2014 é ser candidato na chapa majoritária. Pode ser para o Senado, vice-governador ou governador. Não existe um Plano B.

O deputado, que preside a Assembleia Legislativa, e seu grupo de assessores diretos já teriam até procurado consultoria política nacional para avaliar os números das pesquisas internas que tem realizado. A leitura é de que disputar a eleição majoritária será a única forma de romper o ciclo da família Amin que protagoniza as eleições há pelo menos 30 anos. Passando pelo PDS, PPB e agora PP.

Nesta sexta-feira, durante entrevista coletiva em Tubarão, Ponticelli lembrou a candidatura a deputado estadual em 1998. Na época, era vereador e a eleição estadual seria uma vitrine para se fortalecer como candidato a prefeito no ano 2000. O resultado acabou sendo melhor que o previsto, pois foi eleito.

Sem revelar abertamente, a situação do momento é bem semelhante. Ponticelli está disposto a disputar em 2014 com a convicção de que caso não seja eleito, estará plantando para o futuro.

ASSISTA REPORTAGEM DA UNISUL TV

45 pelo 11

O secretário estadual de Turismo, Cultura e Cultura, Beto Martins (PSDB), também participou da entrevista coletiva e por mais que todos comemorassem a filiação ao PP, relutou em confirmar. Disse que precisa consultar as bases. “Mas se eu não mudar de partido, não serei candidato”, afirmou. Só que o secretário e assessores particulares já pensam em como transferir o 5 mil seguidores do Facebook para um novo perfil. O atual BetoMartins45 não tem como ser alterado para BetoMartins11, por exemplo.

Reforços e baixas

Em Braço do Norte, o ex-vereador Ronaldo Fornazza assinará a filiação no PP neste sábado. O deputado federal Jorge Boeira também oficializa o ingresso no partido até dia 5 de outubro. E com gente entrando, pode ter também gente saindo. O ex-prefeito de Siderópolis, Guinga, é um deles.

SC mais simples

Pesquisa feita pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com o Sebrae, verificou carga fiscal média de 5,2% no país. Mas existem grandes distorções do Simples Nacional entre os 26 estados e o Distrito Federal. A maior tributação, de 8,62% no Mato Grosso, está 85% acima da menor tributação, de 4,66% no Paraná. Santa Catarina (5,6%) tem o quinto melhor ambiente para as pequenas e médias empresas, atrás do Paraná, Rio de Janeiro Rio Grande do Sul e Goiás.

Frase do Dia

“A vida era bem mais simples quando o que honrávamos era pai e mãe ao invés de todos os principais cartões de crédito".
Autor desconhecido

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

PP na pista

Depois do PSDB, que já anunciou a intenção de ter candidato ao governo de Santa Catarina em 2014, o PP é o responsável por mais uma movimentação relevante no processo pré-eleitoral. O presidente estadual da sigla, deputado Joares Ponticelli, comunicou ao governador Raimundo Colombo (PSD) a decisão do partido em disputar as eleições majoritárias. Ponticelli seria candidato ao Senado numa possível coligação com PSD e PMDB para reeleição de Colombo.

A posição marca uma vitória interna do grupo de Ponticelli, pois o deputado federal Espiridião Amin articula a indicação da esposa Ângela Amin para o Senado, mas sem ter na aliança o PMDB. As discussões, obviamente, se arrastarão até junho do próximo ano, mas é fato que Ponticelli também não será mais candidato a deputado federal. Se não for para o Senado, pode ser candidato a governador ou vice em outras composições.

Fileiras reforçadas

As fileiras do PP na região sul serão reforçadas nos próximos dias. Em Braço do Norte, o ex-vereador Ronaldo Fornazza assinará a filiação no sábado, dia 21. O ex-prefeito de Imbituba e secretário estadual de Turismo Beto Martins vai deixar o PSDB para entrar no PP em evento marcado para o dia 28 de setembro. Ele ainda concede entrevista coletiva nesta sexta-feira, em Tubarão. E por último, o deputado federal Jorge Boeira também oficializa o ingresso no partido no dia 3 de outubro.

Mensalão na pauta da eleição

O STF frustrou muita gente ontem com a decisão de rever as penas de 12 condenados no Caso do Mensalão. O voto de desempate do ministro Celso de Mello foi pelo aceite dos novos recursos, mas também poderia ser diferente para encerrar este assunto que se arrasta por sete anos e que será novamente discutido em ano de eleições.

Tubarão Saneamento é autuada

Conforme previsão do superintendente da Agência Reguladora das Águas de Tubarão, Afonso Furguestti, a AGR, autuou a Concessionária Tubarão Saneamento pelo não cumprimento de metas contratuais. O relatório da empresa, apresentado há duas semanas, indicava esta situação que está prevista no contrato. Mesmo com algumas ações compensatórias a empresa deverá pagar uma multa de R$ 121.479,92 e apresentar um Plano de Recuperação de Metas e Investimentos Não Atingidas.

Frase do Dia

"A felicidade é aquele estado de consciência que procede da realização de nossos valores."
Ayn Rand, escritora, dramaturga, roteirista e filósofa norte-americana.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Mini e irrelavante

As próximas duas semanas prometem ser agitadas pelos interesses pré-eleitorais e não apenas entre os políticos que pensam em mudar de partido ou definir espaço para as eleições de 2014. Câmara dos Deputados e Senado também correm contra o tempo para aprovar uma minirreforma eleitoral.

Seguindo a tradição de ser feitas às pressas a tal minirreforma atende a interesses particulares dos políticos e representa poucas mudanças significativas para o eleitor. Na proposta aprovada pelo Senado e que agora segue para a Câmara destacam-se algumas linhas.

O tempo da campanha foi reduzido em dois dias, mas o horário político no rádio e televisão permanece em 45 dias.

Na TV voltaram a ser liberadas imagens externas.

Na internet estarão liberadas as manifestações nas redes sociais antes da campanha, sem risco de ser considerada propaganda fora do prazo.

No ano da eleição, os partidos continuarão recebendo o Fundo Partidário, mesmo que a prestação de contas dos anos anteriores tenham sido desaprovadas.

As concessionárias e permissionárias de serviços públicos continuam proibidas de fazer doações de campanha, mas as empresas privadas que integrem consórcios deste tipo poderão fazer as doações individualmente.

A contratação de cabos eleitorais ainda será permitida.

As enquetes informais durante a campanha estarão proibidas e sobre as pesquisas eleitorais, parecem ter esquecido o assunto.

Ainda proibiram o uso de faixas, placas, cartazes e pinturas em logradouros públicos e bens particulares para acabar com o chamado ‘leilão do muro’, mas vão permitir o uso de móveis para distribuição de material de campanha, daí vamos ter o ‘leilão da calçada’.

Ainda decidiram sobre o tamanho de adesivos nos carros e limite do som para conter os excessos.

Tempo de mandatos, reeleições, coligações, verticalização e outros temas relevantes acabaram ficando de fora.

Apostam mais uma vez no desinteresse do eleitor para moralizar o sistema.

UTI em Imbituba

Secretaria Estadual de Saúde diz que tem como atender pedido dos municípios de Imaruí, Paulo Lopes, Garopaba e Imbituba para credenciar 10 leitos de UTI no Hospital São Camilo, de Imbituba. Medida beneficiaria vítimas de acidentes na BR-101 que frequentemente precisam ser transferidas. Questão agora é convencer a direção do hospital que se mostra relutante ao assunto.

Fim das organizadas

Cada vez mais me convenço que a separação das torcidas nos estádios estimula a violência. Agrupadas cada uma em seus setores as torcidas sentem-se no direito de atacar umas as outras. O ideal seria ter um estádio livre dos grupos organizados e cada um sentado onde bem entendesse. Qual o problema de um pai ir ao estádio vestindo a camisa de um clube e o filho de outro? Para os ‘descontrolados’ é um crime mortal. Para a maioria que não age desta forma é pura intolerância.

Frase do Dia

“Transportai um punhado de terra todos os dias e farás uma montanha.”
Confúcio, filósofo chinês

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Uma irresponsabilidade

Um capítulo da novela que envolve o pagamento pelo fornecimento da água ao município de Capivari de Baixo teve fim ontem com a sentença do Juiz Antônio Carlos Ângelo, que determinou o valor de R$ 1,23 por metro cúbico. A cidade vizinha argumentava R$ 0,41. Esta divergência de valores deixa até agora, uma dívida de mais de R$ 3,2 milhões e que ainda pode aumentar.

Eu escrevi que um capítulo terminou porque outros deverão começar e sem prazo para se conhecer o fim. Há chances de recursos e quando esta dívida de Capivari de Baixo com a Fundasa e Prefeitura de Tubarão será paga ninguém sabe. O prefeito Moacir Rabelo (PP) já disse que não tem como e muito provavelmente os precatórios para saldar estes valores deverão durar décadas.

Além de definir o valor a ser pago, a justiça também deveria intervir no futuro da municipalização da água de Capivari de Baixo. O prazo para que a Tubarão Saneamento forneça água ao município vizinho se encerra em 31 de dezembro. Como vai ficar esta situação? A população de Capivari ficará dependendo de liminares que garantam o fornecimento de água? E como fica a responsabilidade dos gestores públicos que municipalizaram o sistema e não demonstram preocupação com o futuro?

O que parece hoje é que a única estratégia é jogar os tubaronenses contra os capivarienses, quase que numa briga entre irmãos. A justiça obviamente irá garantir a água da população, mas os responsáveis por algumas respostas precisam ser cobrados.

Mudanças no PSD e PT

Dois partidos de Tubarão estão renovando a suas direções. No PSD, o vereador Caio Tokarski está assumindo a presidência da sigla. No PT, o também vereador Professor Paulão será o unico candidato no Processo de Eleição Direta (PED) que está marcado para o dia 10 de novembro.

Frase do Dia

"Para manter uma lamparina acesa, precisamos continuar colocando óleo nela."
Madre Teresa de Calcutá, missionária católica

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Botando medo

As manifestações populares ganharam força nas grandes cidades no último sábado durante os desfiles de Sete de Setembro. O que se viu na grande mídia foi um destaque a situações violentas e fora de controle que acabam colocando a população contra esta forma de protesto.

Na verdade as manifestações vêm ocorrendo quase que diariamente desde o mês de junho. A violência e as depredações do patrimônio público e privado acabam sempre ganhando o destaque, mas não se deve perder o foco sobre as reivindicações.

A grande massa que despertou durante a Copa das Confederações e manifestou a sua indignação de maneira pacífica não deve se acomodar. Alguns dizem que a violência serve para deixar as autoridades com medo e com obrigação de dar respostas. Será que esta é a única forma da chamar a atenção?

Se o brasileiro não se mostrou revoltado quando o país foi indicado para sediar a Copa do Mundo e a Olimpíada terá mais uma chance de dar o seu recado nas eleições de 2014. Os políticos precisam saber que os cargos que ocupam pertencem ao povo.

Leitos hospitalares

Santa Catarina está entre os Estados que tiveram aumento na oferta de leitos hospitalares entre 2010 e 2013, com 205 vagas. Porém, o número total de 12.299 leitos não supera o número de 200, quando o Estado tinha 12.860 leitos. O levantamento feito pelo Conselho Federal de Medicina indica a redução de 12.697 leitos em todo o país, sendo a área de psiquiatria a que mais encolheu.

PRE pede cassação de vereadores

O procurador regional eleitoral, André Bertuol, deu parecer favorável ao recurso de Alexandre Moraes, Partido da República e José Luiz Tancredo na Ação de Investigação Eleitoral contra os vereadores de Tubarão Edson Firmino (PMDB) e Lucas Esmeraldino (PSDB). No processo que refere-se a distribuição de combustível na véspera das eleições de 2012, ele pediu a aplicação de multa e cassação do diploma, que significaria a perda de mandato. Esta não é uma decisão final e agora o parecer foi encaminhado ao juiz Marcelo Ferreira, relator do recurso da decisão do 1º grau que foi favorável aos vereadores.

Melhor do turismo?

O estado de Santa Catarina recebeu pelo sétimo ano seguido o título de melhor estado para o turismo, segundo a revista Viagem & Turismo, da Editora Abril. Mas se por aqui o trânsito é caótico, o transporte público é ineficiente, o atendimento é precário e a segurança deixa a desejar tanto para moradores como para turistas, dá para imaginar como são os estados que ficam abaixo do nosso? O título é bom e valoriza a nossa terra, mas não dá para ficar pensando que tudo é maravilha. Fazer turismo em SC e em qualquer lugar do Brasil significa ter muita paciência.

Frase do dia

"O primeiro requisito para o sucesso é a habilidade de aplicar incessantemente suas energias física e mental a qualquer problema, sem se cansar."
Thomas Edison, um inventor, cientista e empresário dos Estados Unidos

quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Contra a impunidade

As denúncias contra a Secretaria de Desenvolvimento Regional de Laguna e Prefeitura de Laguna precisam de esclarecimentos urgentes. Segundo reportagens do grupo RIC/Record, elas teriam firmado contratos com empresas envolvidas em fraudes com a Celesc, em valores superiores a R$ 420 mil.

Dentre as irregularidades identificadas, foi constatado que as empresas têm os mesmos sócios, apesar dos CNPJs diferentes. Além disso, os endereços fornecidos são falsos e, na maioria das vezes, os contratos são firmados sem passar por licitação.

Um dos envolvidos é irmão do prefeito de Laguna e que exercia o cargo de Secretário da Fazenda. Ele seria o responsável por autorizar os pagamentos que não tiveram os serviços comprovados.

Ministério Público, Polícia Civil e Tribunal de Contas do Estado precisam agir para esclarecer e punir os envolvidos em caso de comprovação das irregularidades. As fraudes com recursos públicos continuam ocorrendo porque os envolvidos apostam na impunidade. Quantas denúncias são feitas e que terminam não dando em nada? Isso precisa acabar.

Água transparente

A Tubarão Saneamentos vem agindo de forma transparente com a comunidade tubaronense ao prestar contas das ações do primeiro ano do contrato de concessão. Admitiu que não fez todos os investimentos previstos e realizou obras que não estavam programadas. O relatório agora será avaliado pela Agência Reguladora das Águas de Tubarão (AGR) que não descarta a possibilidade de aplicar multas ou advertências, mas também levará em consideração as justificativas e a antecipação de investimentos como forma de compensação.

Aeroporto: segundo ministro, só em 2014

As intenções da RDL, empresa que administra o Aeroporto Regional de Jaguaruna, não tem amparo do ministro da Aviação Civil Moreira Franco (PMDB). Segundo o que jornalista Adelor Lessa publicou no jornal A Tribuna, Franco disse ontem ao deputado federal Ronaldo Benedet (PMDB) que falta a resposta do governo do estado a um documento enviado no mês de maio. Depois desta resposta, o trâmite deve durar pelo menos 120 dias. Ou seja, segundo o ministro, nada de operação do aeroporto antes de 2014. E agora?

Frase do Dia

"Ando devagar, mas nunca ando para trás."
Abraham Lincoln, ex-presidente dos Estados Unidos

terça-feira, 3 de setembro de 2013

Fim ao segredo dos parlamentares

Os deputados brasileiros conseguem surpreender o mundo. E quase sempre de forma negativa. A manutenção do mandato do deputado federal Natan Donadon criou a categoria do deputado-presidiário, pois o parlamentar está preso e cumprindo pena de 13 anos por peculato e formação de quadrilha. Ele foi condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por desvio de R$ 8,4 milhões por meio de contratos de publicidade fraudulentos da Assembleia Legislativa de Rondônia.

Para piorar, esta desastrosa decisão dos deputados foi mantida durante uma votação secreta na Câmara dos Deputados. Ou seja, os parlamentares escondem da população suas opiniões e defendem os próprios interesses.

Aqui em Santa Catarina, os deputados estaduais estão discutindo uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para acabar com todas as possibilidades de sigilo do voto legislativo estadual. O relator da proposta é o deputado José Nei Ascari (PSD) que acredita que toda a tramitação poderá ser feita até o final deste mês.

Alguns poderão questionar a validade da PEC perante a Constituição Federal, mas deve-se concordar que a transparência total no parlamento catarinense será um avanço. Poderá, quem sabe, servir de exemplo para o restante do país e acabar de vez com esta situação.

A votação aberta será uma informação a mais para o eleitor acompanhar o desempenho dos políticos e ter elementos para decidir até um futuro voto.

Vai que voa

As previsões para o Aeroporto Regional de Jaguaruna continuam aceleradas. O voo inaugural está marcado para 12 de outubro e a visita de ontem do secretário estadual de infraestrutura Valdir Cobalchini (PMDB) serviu para confirmar a realização dos trabalhos pela empresa que administra o local. Como tantos outros prazos já foram prometidos e não cumpridos, existe dúvida sobre esta nova data, mas quem sabe desta vez dá certo.

As escolhas de Amim

O deputado federal Esperidião Amin (PP) não hesitou em responder à indagação de um jornalista sobre o seu futuro político:

- Aposte, vou ser candidato à reeleição.

- Quer dizer que o PP não terá candidato ao governo?

- Continuo defendendo que o nosso partido tem que ter candidato.

- E qual seria o candidato?

- Joares Ponticelli é um forte nome.

Ao ser questionado sobre a declaração de Amin, Joares deu uma de mané da Ilha:
- Se ele dixx.....

Nogaredo na Câmara

Primeiro suplente de vereador do PPS, Valter Nogaredo, assume vaga na Câmara de Tubarão por 30 dias com a licença do titular Eraldo Pereira. Nogaredo obteve 646 votos nas eleições de 2012.

Frase do Dia

“O impossível só vira realidade se você estiver bem preparado quando a chance aparecer.”
Oscar Schmidt, ex-jogador de basquete e palestrante

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores