quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Reunião de aproximação

O encontro do prefeito eleito de Tubarão Olavio Falchetti (PT) com o vice-governador Eduardo Moreira (PMDB), somado à notícia de devolução do ISS recebido das instituições financeiras, pode ser considerado de muita importância. Ou seja, o futuro gestor terá o compromisso de continuar as obras que estão em andamento, mas com sérias dificuldades de ter recursos em caixa para cumprir os compromissos.

Na reunião que também teve a participação do secretário de desenvolvimento regional Haroldo Silva (PSDB), o Dura, foi mantido o compromisso do Estado no projeto de construção de uma nova ligação entre a BR-101 ao bairro São Martinho. É uma proposta importante para desafogar o trânsito no acesso atual e também para o desenvolvimento da área, atraindo inclusive outros empreendimentos.

Neste novo projeto, a contrapartida do município poderá ser discutida, nas obras que estão em andamento não tem como mudar. O estado tem feito repasses para as obras da Arena Multiuso e da UPA 24 horas e o futuro prefeito está preocupado com a parte que cabe ao município.

Diante da falta de informações sobre as finanças da prefeitura, derrotas na justiça indicando a devolução de R$ 30 milhões já recebidos de ISS, outro pepino de R$ 33 milhões relacionado a licitação do transporte coletivo e outras necessidades e obrigações fica cada vez mais difícil prever um primeiro ano de mandato com boas realizações.

Continue lendo...

Um salário (bem) menor

O Congresso Estadual de Vereadores está sendo realizado na Assembleia Legislativa, em Florianópolis. Entre os assuntos debatidos está a Proposta de Emenda à Constituição que acaba com a remuneração dos legisladores em cidades com menos de R$ 50 mil habitantes, ou seja, quase 90% dos municípios brasileiros. Os vereadores, é claro, são contrários a esta proposta. Mas o que será que pensa o cidadão comum?

Bom, não se pode considerar correto que alguém trabalhe de graça e apesar dos muitos escândalos, temos vereadores que prestam serviços à população. Mas quem sabe a discussão sobre corte de salários não promova um debate sobre os valores recebidos por eles e demais regalias que são proporcionadas. Queria mesmo era ver se o vencimento fosse mais próximo de um trabalhador comum, se teríamos tantos candidatos disputando o cargo.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors