quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Concurso em xeque

Domingo teremos a realização de concurso público para o preenchimento de onze vagas da Câmara de Vereadores de Tubarão. Tudo correndo normalmente e sem muita publicidade até que todo o processo fosse colocado em xeque pelo deputado estadual Joares Ponticelli (PP).

São questionadas a forma de escolha da entidade que vai aplicar o concurso, a eficiência da empresa, a realização no final de uma legislatura e até uma suposta lista de nomes com os prováveis aprovados.

E agora?

Esta polêmica é a cereja no bolo que faltava a legislatura tubaronense que foi marcada por manobras para as eleições da mesa diretora, perda de mandato e ameaças a outros, projetos copiados, número absurdo de requerimentos, reformas em prédio alugado e discussões nem sempre alinhadas com os interesses da sociedade. A situação na Câmara de Tubarão somente foi acalmada com a posse do atual presidente Sargento Batista (PSDB). A credibilidade que o ajudou a ser escolhido para o cargo agora é questionada diante da condução do concurso.

O grande número de funcionários comissionados da Câmara de Tubarão também foi um dos temas que marcaram esta legislatura. Então nada mais justo que um concurso público para diminuir esta discussão. E por sinal, a casa legislativa não realiza um concurso há 27 anos. Mas como se esperou tanto tempo não seria melhor deixar para os próximos 17 vereadores decidirem sobre a estrutura necessária e até quem sabe ampliar o número de vagas efetivas?

Também existe o questionamento sobre a participação dos atuais funcionários comissionados como candidatos do concurso. Como nada os proíbe de tentar mudar da condição de nomeado para concursado também não se vê problema aí. Na lista de candidatos aparecem inclusive, funcionários efetivos da prefeitura, que também desejam mudar. É um direito que deve ser respeitado.

Da mesma forma é direito de quem quiser questionar todo o processo e apresentar provas de alguma irregularidade. Se elas existem que sejam mostradas logo. Os que estão corretos e se prepararam para os testes não podem ser prejudicados.

Continue lendo...

Ordem do Dia da Câmara de Tubarão, 25/10

Os Vereadores de Tubarão estarão reunidos no Plenário Manoel Medeiros Eugênio na quinta-feira, dia 25 de outubro, realizando a 72ª Sessão Legislativa Ordinária de 2012, em seu horário regimental das 18 horas.

No espaço destinado a Ordem do Dia desta Sessão, os Vereadores irão deliberar sobre o PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 046/2012, de autoria do Ver. Edson José Firmino, que estabelece a proibição do uso de equipamento “bate estaca” na construção civil no perímetro urbano de Tubarão que especifica e dá outras providências. Este projeto em sua primeira votação.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores