quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Kim Phúc: "podemos fazer a diferença"

Enquanto trabalho na tradução e depois nas legendas da palestra completa, segue, sem tradução, a entrevista concedida por Phan Thi Kim Phúc antes do encontro com os estudantes da Unisul, Campus Grande Florianópolis. Kim é conhecida pela foto que ajudou a acabar com a guerra do Vietnã. Hoje tem 49 anos, é embaixadora da Unesco e dirige uma fundação que ajuda a construir hospitais e escolas para crianças vítimas de guerras
 

Qual a mensagem que você quer levar para as pessoas?
Eu tenho muitas mensagens para passar, mas eu gostaria de dividir minha história com as pessoas. Lições de vida e a mais importante mensagem que eu quero dividir é sobre perdoar, sobre esperança e viver com amor. Desta forma nós evitamos raiva e ódio em nossas vidas.

A senhora considera o mundo de hoje mais violento que nos anos 60 ou 70?
Nós temos que aprender ao olhar para trás, para a história e para a violência das guerras que aconteceram. Mas hoje em dia nós continuamos vendo violência e guerras acontecendo em muitos países, em todos os lugares. Eu penso que isto é nossa responsabilidade. Nós temos que ajudar as novas gerações a aprender como viver com paz, amor e perdão.

O que aconteceu com a senhora e a foto que ficou famosa mudou uma guerra, mas muitas outras guerras continuam. É possível acabar com esta loucura?
Eu sempre tenho esperança que um dia as pessoas vão aprender o suficiente para viver em harmonia. Aquela foto foi um dos impactos para interromper a guerra e mudar a maneira como as pessoas a viam, especialmente a Guerra do Vietnã. Eu sou muito agradecida por aquela foto que pode ajudar de alguma maneira.

A senhora pode falar sobre o trabalho que realiza a frente da Fundação Kim?
Após ter passado por tantas tragédias e ter sido ajudada por tanta gente, como médicos e enfermeiras, que permitiram ser quem eu sou hoje, eu realmente queria dar alguma coisa em troca pelo que eu recebi. Eu quero ajudar outras crianças através da Fundação Kim. Nossa missão é ajudar crianças que foram vítimas de guerras e estão desfavorecidas pelo mundo afora. Pessoas de todo o mundo podem ajudar, pois eu acredito que com todos juntos, de mãos dadas, podemos fazer a diferença.

Continue lendo...

Rhumor do JBGuedes

twitter.com/jbfguedes - guedesjb.blogspot.com

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores