quinta-feira, 6 de setembro de 2012

Segundo debate e mais quatro semanas

Numa campanha eleitoral que segue morna até o momento e os sobressaltos se dão somente com a divulgação de pesquisas ou contestações judiciais das candidaturas, o próximo debate da Unisul TV ganha contornos importantes em Tubarão. Ao final do programa, teremos somente mais quatro semanas de campanha pela frente. Vinte e oito dias até a data marcada para as eleições.

Quem está a frente das pesquisas consegue se manter assim até lá? Quem está atrás vai conseguir a virada? Haverá neste período algum fator significante que possa determinar a derrocada ou a vitória de alguma candidatura?

Neste contexto figura a importância deste segundo debate na televisão. Os candidatos estarão novamente frente a frente querendo provar ao eleitor que tem as melhores ideias e a melhor preparação para administrar a cidade. Mas qual a estratégia para mostrar isso? Apontar as fraquezas dos adversários ajuda? Sair-se bem de perguntas apimentadas é bom sinal? Destacar somente os projetos sem se preocupar em atacar ou ser atacado pode ser a melhor alternativa?

Do primeiro debate, realizado em 12 de agosto, viu-se que o desempenho nervoso de Olavio Falchetti (PT) não lhe prejudicou na preferência do eleitor, que a atitude confiante de Pepê Collaço (PP), considerado por muitos o melhor do programa, não foi suficiente para subir nas pesquisas, e que de Edinho Bez (PMDB) e Carlos Stüpp (PSDB) se esperava bem mais devido a experiência e os anos de estrada.

De certo mesmo é a expectativa do eleitor que espera ver mais perguntas entre todos os candidatos e propostas novas para os problemas antigos. O formato deste debate e também do último previsto para o dia 30 de setembro foi modificado para permitir que todos os pontos de vistas sobre assuntos comuns sejam conhecidos.

No primeiro bloco eles vão responder a quatro perguntas diferentes, com réplicas de todos os candidatos em todas as perguntas. Depois serão três blocos com perguntas entre todos os candidatos, sendo que não haverá repetições e todos deverão fazer perguntas entre si. E no último bloco haverá espaço para as considerações finais.

Dentro de um clima cordial, mas propositivo, os candidatos terão mais uma chance de mostrar ao eleitor quem é o melhor para administrar Tubarão. O programa A Hora do Voto - Debate, vai ao ar pela Unisul TV Canal 4 Tubarão, Canal 22 TVCabo, Canal 26 Laguna e Rádio Bandeirantes 1090 AM a partir das 21 horas.

Continue lendo...

Em defesa da saúde

O deputado estadual José Milton Scheffer (PP) anunciou na Alesc a criação da Frente Parlamentar em Defesa da Saúde Catarinense. A Frente foi criada a pedido das entidades hospitalares para lutar por mais recursos. De acordo com o parlamentar, o primeiro desafio é a revisão da remuneração per capita do SUS para Santa Catarina. Enquanto no estado o valor per capita varia de R$ 131,00 a R$ 135,00, no Rio Grande do Sul esse valor é de R$ 192,00 a R$ 195,00. “Um catarinense não vale menos que um gaúcho”, compara Scheffer.

Continue lendo...

Rhumor do JBGuedes

twitter.com/jbfguedes - guedesjb.blogspot.com

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors