terça-feira, 28 de agosto de 2012

Melhorar o transporte coletivo é melhorar o trânsito

Dois assuntos ganham destaque na imprensa local e tem total relação um com o outro. O primeiro deles é a possibilidade de sair até o final do ano a licitação para concessão do serviço público de transporte coletivo de Tubarão. Uma proposta bem feita e viável pode não só atrair o interesse das empresas como também oferecer um melhor serviço ao usuário.

Se fala muito que Tubarão é uma cidade em crescimento e com grande potencial para se desenvolver. Mas você já parou para pensar como vai ficar a cidade com uma população maior e sem boas condições para se locomover.

Com todo respeito às empresas que atuam na área e principalmente aos gestores públicos de toda a história da cidade. O serviço prestado tem problemas de qualidade, de informação e de preço. É certo que o sonho de todo usuário é poder ter um veículo próprio para não depender mais de um ônibus, mas é preciso pensar no benefício coletivo.

Grandes cidades do mundo oferecem mapas detalhados de cada uma das linhas existentes. Quem não mora por lá, consegue informação para se locomover. Os horários são cumpridos e quando há problemas de engarrafamentos, e isso há a toda hora, o usuário é informado no próprio ponto quanto tempo vai demorar para chegar o próximo ônibus.

Se dá para fazer numa cidade com milhões de habitantes e milhares de ruas, porque não é possível em Tubarão e seus cerca de 100 mil moradores. Quem sabe até uma proposta que consiga regionalizar o transporte público. É possível e basta ter vontade.

Caso contrário, e aí entramos no segundo assunto, ficaremos cada vez mais engarrafados e sem estacionamento. A tremenda demora para resolver o estacionamento rotativo de Tubarão é algo que merece uma explicação. As pessoas fogem do transporte público, as ruas ficam abarrotadas de veículos, não há vagas para estacionar e o caos urbano só vai aumentando. E isso numa cidade com cerca de 100 mil habitantes.

Sem uma devida regulação e sem ter onde parar, as pessoas vão se afastando do centro da cidade. E depois não adianta as discussões entre os lojistas do centro e do shopping. Regular o transporte público e o estacionamento é muito importante para manter níveis aceitáveis de mobilidade urbana e permitir que a cidade continue se desenvolvendo, para todos os lados. Caso contrário só vamos nos amontoando.

Continue lendo...

Armazém: propostas de cada um

Desde 2010 os candidatos aos cargos executivos são obrigados a apresentar propostas de planos de governos. Elas não precisarão ser cumpridas à risca, mas servem de informação para o eleitor interessado. Em Armazém, os dois candidatos Jaime Wensing (PSDB) e Teté (PP) cumprem esta obrigação de forma bem distinta. O atual prefeito Jaime Wensing, que tenta a reeleição apresenta as propostas de forma resumida. Para a saúde, aponta quatro ítens com destaque para a transformação do hospital em fundação hospitalar. Já Teté apresenta as propostas de forma mais detalhadas. Além do que que fazer, explica ainda como fará, quem será responsável, estipula prazos e custos. Na saúde, o projeto mais caro é a desvinculação da Assistência Social, ao custo de R$ 20 mil por mês.

Continue lendo...

Experiência e renovação

Em Santa Rosa de Lima, a candidata mais jovem ao cargo de vereador é Ana Gabriela (PT), de 21 anos. Natural de São Paulo disputa uma eleição pela primeira vez. Já o candidato mais experiente é Lourivaldo (PSD), de 60 anos. Natural de Rio Fortuna, foi candidato a prefeito de Santa Rosa de Lima em 1996 pelo PFL e derrotado por Bertilo Heidemann (PMDB).

Continue lendo...

Rhumor do JBGuedes

twitter.com/jbfguedes - guedesjb.blogspot.com

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors