terça-feira, 21 de agosto de 2012

Resumo do debate de Imbituba

Reforma eleitoral urgente!

O pedido de cassação do registro da candidatura de Pepê Collaço (PSD) em Tubarão reforça a necessidade de revisão no modelo político atual que permite a reeleição. Se cometeu alguma irregularidade ou não, é assunto para os advogados e juizes envolvidos no caso, até porque, por força da legislação eleitoral, as opiniões são limitadas e podem ser mal interpretadas.

Mas o fato é que ao se permitir a reeleição, os políticos detentores de cargos tem de largada uma enorme vantagem sobre os demais. Ou alguém acha que Fernando Henrique Cardoso (PSDB) e Lula (PT) não eram os nomes mais lembrados nas campanhas em que disputavam as reeleições?

Quem já é dono de um cargo público está constantemente na mídia, tem o nome mais facilmente lembrado pelo eleitor e até por esta exposição consegue arrecadar mais recursos do que os outros. Apesar das regras estipuladas pela Lei Eleitoral não dá para limitar a memória do eleitor ou até mesmo controlar o efeito subliminar de uma imagem ou mensagem emitida antes do início das campanhas eleitorais.

Prefeito, governadores, presidente, vereadores e deputados que disputam a reeleição podem divulgar ações dos seus mandatos meses antes das eleições e até o início oficial das campanhas. Mas é impossível que da noite para o dia, por determinação de uma lei, tudo que tenha sido divulgado seja esquecido. É uma vantagem descomunal contra os adversários.

Sem uma reforma eleitoral clara e objetiva, vamos continuar tendo campanhas eleitorais vazias e baseadas em processos e recursos jurídicos. O jogo atual tem regras estabelecidas e que devem ser cumpridas, mas uma bela revisão pode poupar muito tempo para discutir o que realmente interessa: um futuro melhor para todos.

Rhumor do JBGuedes

twitter.com/jbfguedes - guedesjb.blogspot.com

Grão Pará: Dacorégio sofre derrota no TRE

O prefeito de Grão Pará, Valdir Dacoregio (PMDB), teve o recurso negado pelo TRE na sessão de ontem. O candidato a reeleição teve o registro de candidatura à reeleição negado pela Justiça Eleitoral e continua inelegível. Ele foi condenado em 2004 por abuso de poder econômico e esta condenação criminal transitada em julgado o enquadrou na Lei Ficha Limpa ampliando a inelegibilidade por oito anos (inicialmente eram três já cumpridos). Ainda não se sabe se ele tentará um novo recurso em instância superior.

Candidatos estreiam no rádio e TV

A propaganda eleitoral no rádio e TV começa nesta terça-feira (21/8). A única emissora de Tubarão, a Unisul TV será a responsável por gerar os programas dos candidatos da cidade. O programa eleitoral tem duração de meia-hora e vai ao ar de segunda a sábado, às 13h00 e às 20h30. No rádio os programas são exibidos às 7 e 12 horas.

Às segundas, quartas e sextas-feiras serão exibidos os programas dos candidatos a prefeito. Às terças, quintas e sábados, dos concorrentes ao cargo de vereador. Além disso, durante a grade de programação das emissoras, também serão exibidas inserções dos candidatos, divididas em quatro blocos: das 8 horas ao meio-dia; das 12 às 18 horas; das 18 às 21 horas e das 21 horas à meia-noite.

Nos programas para prefeito, o tempo estabelecido pela Justiça Eleitoral foi o seguinte: Edinho Bez (PMDB) 10min11s; Pepe Collaço (PSD) 7min6s; Carlos Stüpp (PSDB) 6min42s e Olavio Falchetti (PT) 5min59s. O primeiro programa dos candidatos à prefeitura de Tubarão, que vai ao ar nesta quarta-feira (22/8), tem a seguinte ordem: Olavio Falchetti, Edinho Bez, Pepê Collaço e Carlos Stüpp.

Apesar de serem desvalorizados os programas eleitorais são uma boa oportunidade para que os eleitores conheçam melhor as ideias dos candidatos. É um momento importante e deve ser acompanhado. O eleitor deve prestar atenção nas propostas e, sobretudo, na maneira como o candidato diz que irá realizá-las.

A propaganda eleitoral no rádio e TV vai até o dia 4/10.

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores