terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Municipalização: destino dos professores sem resposta

A municipalização da educação no município de Tubarão pode ter novos capítulos em breve. O processo ainda necessita de acerto de alguns detalhes. Ao que parece a municipalização da educação deve ser feita, mas não nos moldes que o Governo do Estado deseja. O secretário de educação de Tubarão, Felipe Felisbino (PSDB), disse que o município não assinará nenhum convênio até que seja definido o rumo dos professores e servidores da rede estadual, que não serão absorvidos pela rede municipal. São mais de 300 profissionais que representariam um acréscimo de quase R$ 13 milhões ao ano na folha de pagamento da prefeitura.

Felisbino já disse que é favorável à municipalização, pois terá um acréscimo de R$ 3 milhões no repasse do Fundeb, mas se tiver que absorver uma conta de R$ 13 milhões não vê possibilidade da municipalização acontecer.

O secretário informou ainda que somente depois desta definição é que o projeto da municipalização será levado para a Câmara de Vereadores. O encaminhamento da proposta está definido assim pelo prefeito Manoel Bertoncini (PSDB). Os gestores do município não aceitam a assinatura do convênio antes da aprovação da Câmara, conforme já foi sugerido pela Secretaria Estadual de Educação. Diante de dúvidas e incertezas, é bom ampliar o espaço para discutir a melhor maneira.

Continue lendo...

Penitenciária em Imaruí: população cobra informações

Em Imaruí a população vem demonstrando preocupação, incerteza e revolta com a possibilidade de construção de um Complexo Penitenciário no território da cidade. O prefeito Amarildo de Souza (PSD) não tem conversado com a comunidade, não concede entrevistas, não explica o seu ponto de vista e não abre a possibilidade de realizar uma audiência pública.

Ontem a Câmara de Vereadores ficou lotada para acompanhar a votação de uma Moção de Repúdio proposta pelos vereadores de oposição, mas que acabou rejeitada. A polícia foi chamada para acompanhar toda a movimentação, mas os protestos ficaram em gritos e vaias para os vereadores que apoiam o prefeito.

Ninguém quer um presídio perto de casa, mas eles são necessários. Então o mínimo que se espera é que o assunto seja discutido e esclarecido para que todos saibam o que está realmente acontecendo.

Continue lendo...

Rhumor do JBGuedes

twitter.com/jbfguedes - guedesjb.blogspot.com

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors