quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Concorrência para destacar o melhor

Num ano pré-eleitoral o clima é de movimentação e articulação nos partidos. É um momento de muitas conversas e de tentar de antecipar alianças e enfraquecer os adversários.

Alguns movimentos nesta época podem selar ou colocar por água abaixo compromissos para o próximo ano quando teremos as eleições municipais. Eleições estas que, sem dúvida, são as mais difíceis e acirradas.

Ainda é neste pleito que a tradição política de cada cidade aparece. Membros de um mesmo partido, tomam posições diferentes estado afora. Uma aliança entre A e B que vale para uma cidade pode não valer para outra por causa de diferenças históricas.

São nas eleições municipais também que o clima esquenta e a disputa ultrapassa os limites.

Mas partidários e simpatizantes de uma ou outra candidatura não deveriam esquecer que o processo democrático é feito das diferenças, da disputa, da vitória de um e da derrota de outro. Não a qualquer preço, mas diante de propostas.

Deveriam lembrar de como é no comércio, onde a concorrência só faz bem ao consumidor e também ao dono do produto que é desafiado a todo momento a oferecer o melhor para ter sucesso.

Vocês já imaginaram como seria o mundo sem a Pepsi e só com a Coca-Cola, ou vice-versa. Seria muito chato, com certeza. Pois a concorrência desafia a criatividade e a vontade de fazer melhor que o outro.

Tem que ser assim também na política. Nenhum partido tem a fórmula pronta e definitiva. Nenhum candidato tem todas as solução. Mas, ao se colocar no debate diversas propostas para os problemas de cada cidade podem surgir soluções e alternativas de todos os lados. Não existe lei nenhuma que proíba o vencedor de aplicar uma boa ideia, mesmo que ela venha do outro lado. Só o orgulho e a soberba e que incentivam este comportamento.

Cada partido deveria focar em suas qualidades e mostrar ao eleitor aquilo que tem de melhor para mostrar que merece a sua confiança. Caberia então ao cidadão prestar atenção nesse movimento todo e acompanhar o processo mais de perto para fazer a melhor escolha. Assim não seria enganado pela aparência mais bonita. Porque nesta história de comparação com o comércio, os políticos só copiam a parte estética da coisa. Preparam os seus candidatos com a embalagem mais atraente possível, pois o eleitor não se interessa pelo conteúdo.

Pra exigir mudança de comportamento dos políticos, a sociedade em geral também precisa mudar o seu.

Continue lendo...

Rhumor do JBGuedes

twitter.com/jbfguedes - guedesjb.blogspot.com

Continue lendo...

Propaganda partidária: PMDB

O PMDB exibe, na noite desta quinta-feira (24/11), sua propaganda partidária em rede nacional. O programa tem duração de dez minutos e vai ao ar às 20h no rádio e às 20h30min na televisão.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors