terça-feira, 30 de novembro de 2010

Reunião encrespada

A reunião fechada, que interrompeu a sessão da Câmara de Tubarão nesta segunda-feira (29/11), discutiu bem mais do que os descontos nos salários sobre atrasos e saídas antecipadas dos vereadores. Mas como o encontro foi fechado, os edis divulgaram somente o que queriam. Ah se as paredes falassem!

MPF investiga fraudes na 'República em Laguna' de 2007

Mais um evento realizado na região entra na lista de irregularidades investigadas pelo Ministério Público Federal em Santa Catarina. Depois da edição da Festa da Baleia Franca 2005, é a vez da "República em Laguna", de 2007. Um dos maiores espetáculos da região Sul do Estado, está sendo analisado pelo MPF. O relatório foi elaborado pela Procuradoria da República em Tubarão e aponta diversas fraudes na prestação de contas, como superfaturamento, assinaturas falsas em notas fiscais e cobranças duplas pelos mesmos serviços contratados.

Leia mais...
MPF identifica fraudes no evento 'República em Laguna' de 2007 (Tubarão)

MPF identifica fraudes na Festa da Baleia Franca 2005

"Aquela eleição está validada", diz Batista

O presidente da Câmara de Vereadores de Tubarão João Batista de Andrade (PSDB), o Sargento Batista, respondeu esta manhã (30/11) na Rádio Bandeirantes 1090 AM, a uma pergunta que venho procurando resposta há um bom tempo. Ele disse durante o programa Boca no Trombone, apresentado por Mexicano, que não convocará eleições para a mesa diretora.

– Entendo que aquela eleição (de 19/03) está validada – falou Batista.

É, se até o juiz que poderia julgar um eventual recurso já antecipou que a eleição que elegeu o ex-vereador Maurício da Silva (PMDB) presidente e João Fernandes (PSDB) como vice, tem validade, porque Batista iria se manifestar diferente? Os insatisfeitos com a situação não sabem mais o que fazer.

Leia mais...
Novo requerimento questiona eleições da mesa diretora da Câmara de Vereadores de Tubarão

Centro de Investigações Especiais integrará trabalho das polícias

O combate aos crimes que exigem o serviço de inteligência da polícia agora terá um reforço em todo o sul catarinense. Desde o início deste mês está em fase de implantação o Centro de Investigações Especiais, que vai integrar o trabalho das forças policiais

Projetos do executivo rodando na Câmara

A relação entre o executivo de Tubarão e a Câmara de Vereadores continua conturbada. Na sessão desta segunda-feira (30/11), dos quatro projetos do executivo colocados em pauta, um foi aprovado, dois tiveram pedidos de vistas e outro foi retirado pela líder do governo Albertina Carvalho (PSDB), a Beth Xuxa. Outros três vetos do executivo também foram avaliados e somente um foi aprovado. Um foi rejeitado e outro teve pedido de vistas.

Tudo bem que os poderes são independentes, mas se o diálogo fosse melhor os resultados seriam diferentes.

Mais ações práticas

O trabalho dos vereadores de uma cidade não pode ser medido pela quantidade de projetos, requerimentos e indicações apresentadas. É um parâmetro, mas não deve ser o mais relevante. A fiscalização e o debate sobre temas importantes de um município devem ser bem mais significativos.

Escrevo isso porque uma grande quantidades de projetos é aprovada na sessões, mas poucas saem do papel. O vereador de Tubarão Evandro Almeira (PMDB), por exemplo, cobrou na sessão desta segunda-feira (29/11) diversas leis propostas por ele sejam colocadas em prática. Almeida citou quase uma dezena. Outros vereadores, com certeza têm muitos outros projetos.

Por isso, muito mais que encher o executivo de obrigações impostas por Leis, que dificilmente serão executadas, cabe aos poderes legislativo e executivo, encontrar soluções práticas para os problemas da população.

Um problema que não pode durar 25 anos

A situação enfrentada pela população do Rio de Janeiro na última semana faz o país inteiro refletir sobre o problema da violência. A falta de segurança gerada pelo tráfico de drogas é um problema que afeta o Brasil inteiro. É só a gente olhar as estatísticas dos últimos anos para perceber que a situação é grave.

É claro que o que vivemos aqui é bem menor que o problema do Rio de Janeiro, mas em termos proporcionais a situação é praticamente igual. Sim porque já temos em nossa região bairros dominados por traficantes. A população reclama da movimentação de pessoas comprando e vendendo drogas e se prostituindo durante toda a noite.

Portanto, neste momento, devemos perguntar por que o poder público demorou 25 anos para tomar uma atitude nas áreas dominadas por criminosos no Rio de Janeiro? Por que se demorou quase três décadas para libertar a população? E será que vamos esperar tanto tempo para tomar uma atitude aqui nas questões locais?

Como se pode ver pela televisão a polícia conseguiu agrupar forças para realizar a ação. Tudo isso, além de muita vontade política, custa dinheiro. Mas a falta de investimento em segurança, talvez seja uma das respostas para a lentidão do estado em resolver o problema.

Escrevi neste espaço há quinze dias sobre a necessidade de investimento nas forças policiais como forma de coibir a violência e intimidar os criminosos. Uma polícia com pouco efetivo e pouco equipamento faz o que pode para conter a situação, mas não é suficiente.

Imbituba, por exemplo, inaugura amanhã o sistema de câmeras de vigilância na cidade. Isso só está sendo feito por causa de uma união de forças para garantir o funcionamento do sistema. E por união de forças se entenda investimentos do poder público e da iniciativa privada.

A sociedade também precisa fazer a sua parte e trabalhar as questões sobre o usuário de drogas. Não se esqueçam que o tráfico só existe porque existem as pessoas que compram as drogas. Sem clientes não haveria negócio. Portanto é preciso um comprometimento de todos.

Leia mais...
Menos armas e mais policiais

Beto Martins cotado para Educação

O secretariado do governador eleito Raimundo Colombo não saiu na segunda-feira (30/11) conforme o anunciado e com isso as especulações ganham mais tempo. A região sul que, por enquanto, não tem ninguém no primeiro escalão, aguarda agora uma possível indicação do prefeito de Imbituba, José Roberto Martins (PSDB), o Beto, para a secretaria da Educação, indicado pelo senador eleito Paulo Bauer. Beto diz que por enquanto não sabe de nada, e convite, até agora, só para comparecer a casamento.

Tarifa social: consumidores inadimplentes longe do SPC

Passou na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ), da Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei que proíbe a inscrição do nome do consumidor inadimplente de água e luz em cadastros de devedores como o Sistema de Proteção ao Crédito (SPC).

A medida restringe-se apenas aos consumidores de baixa renda, incluídos nos critérios da tarifa social de energia elétrica. É uma forma de não restringir o acesso à prestação de serviços essenciais a estas pessoas. O autor do projeto é o do deputado federal Vinícius Carvalho (PTdoB/RJ).

Charge dos Nunes

Morre Flávio Bernardino, aos 64 anos

O empresário Flávio Bernardino morreu esta madrugada no Hospital Nossa Senhora da Conceição devido a complicações de uma pneumonia. Ele tinha 64 anos. Bernardino cumpria prisão domiciliar desde 2002, por causa de um desmanche de veículos e peças roubadas descoberto em Tubarão. Na época o caso teve grande repercussão por causa de venda dos veículos para diversas pessoas influentes da cidade.

Leia mais...
Flávio Bernardino, pivô do desmanche, morre em Tubarão

Rhumor - JBGuedes


twitter.com/jbfguedes - guedesjb.blogspot.com

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores