sábado, 23 de outubro de 2010

Entrevista: João Ghizoni (PCdoB)

Ele foi candidato ao senado nas últimas eleições e ficou em quinto lugar com 563.173 votos e quer aproveitar a votação para organizar o partido no interior do estado, incluindo Tubarão

BLOG DO RAFAEL MATOS - Qual a avaliação que você faz das eleições 2010?
JOÃO GHIZONI -
Eu fiz uma grande votação, até porque começamos mais tarde e fizemos uma campanha basicamente através dos meios de comunicação, sobretudo rádio e televisão. E conseguimos galvanizar uma expressiva votação de 563 mil votos em todo o estado, dentre eles, mais de 11 mil em Tubarão, uma bela votação na região da Amurel, o que nos deixa com uma grande responsabilidade de continuar com esse trabalho que a gente vem fazendo. É um trabalho com muita consciência, honestidade, apresentação de propostas concretas e viáveis. Colocamos também a necessidade de renovar a política para que não fiquem sempre as mesmas pessoas que a gente já sabe qual a postura, qual o compromisso e comportamento que elas têm. Eu acho que o povo aceitou e entendeu a nossa mensagem e por isso nós fizemos essa grande votação. Contamos, é claro, com o apoio de todos os partidos e aliados da nossa coligação e fizemos uma campanha muito integrada com a nossa chapa majoritária com Ideli Salvatti e Cláudio Vignatti e por isso essa bela votação.

BRM - Agora como planeja o seu futuro político?
JG -
Acredito que esse projeto de Brasil vai continuar. Tenho a possibilidade de voltar para o Ministério dos Esportes e vamos analisar em cima dos resultados e também em cima das perspectivas que vamos ter pela frente. Vamos ter logo daqui a dois anos as eleições municipais e nós vamos estar participando desse processo até porque, essa votação que nós fizemos, nos dá uma grande responsabilidade e nós precisamos corresponder as expectativas da população e vamos continuar fazendo política, com grandeza, com P maiúsculo, de forma diferenciada, onde a honestidade e a transparência estejam sempre em primeiro lugar. Então, a volta para o Ministério dos Esportes também é uma coisa muito atrativa porque nós vamos trabalhar na organização da Copa do Mundo e das Olimpíadas Rio 2016 e temos muito trabalho pela frente e poderemos ajudar muito o nosso estado, sobretudo a região Sul e Tubarão, onde a Unisul, por exemplo, tem possibilidade de fazermos um belo trabalho de formação de atletas que estão nas Olimpíadas Rio 2016.

BRM - O partido conquistou pela primeira vez uma vaga na Alesc, com a eleição de Ângela Albino. Como aproveitar isso?
JG -
A eleição dela é o resultado de um trabalho que nós começamos já há muito tempo. Eu tenho dito que o PCdoB adquiriu a sua maioridade política. Nós agora vamos fazer política no estado, por dentro. Vamos ter na Assembleia uma postura construtiva. Não vamos ser oposição radical, mas vamos ter uma postura de independência, defendendo os interesses da população e os interesses de Santa Catarina. Ela será uma excelente deputada, tem uma capacidade política extraordinária e vai corresponder à expectativa. O PCdoB vai dar um grande salto, do ponto de vista da organização. Vamos nos organizar nos municípios maiores para poder participar mais ativamente dos processos eleitorais no estado e em Tubarão nós vamos também construir o partido para ajudar num projeto novo para a cidade.

Continue lendo...

Charge - Nunes

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores