sábado, 16 de outubro de 2010

“Lício era um homem bom, reto e bem-intencionado”, diz Ponticelli

Diversas autoridades passaram pelo Palácio Barriga Verde para prestar homenagem ao deputado Lício Mauro da Silveira (PP), que foi velado no Plenário da Assembleia Legislativa, em Florianópolis. Ele faleceu na noite desta sexta-feira (15), em Curitiba, vítima de infarto. O sepultamento será no cemitério Jardim da Paz, às 17 horas.

Entre os deputados, dois partidários do Sul falaram sobre o colega. O presidente estadual do PP, Joares Ponticelli. afirmou que Santa Catarina perde um homem de bem.

- Foi-se um homem bom, reto e bem-intencionado. Apaixonado pela Educação e vocacionado à vida pública. Fica para nós uma grande responsabilidade de manter sua luta em defesa do serviço público – disse Ponticelli que cancelou entrevista na Rádio Santa Catarina para se deslocar para Florianópolis.

O secretário da Mesa da Casa, deputado Valmir Comin, destacou o espírito público “sem precedentes” do colega.

- Tive a honra de estar ao seu lado durante três mandatos e ele foi um excelente professor que agora nos deixa.

Pela Alesc também passaram o governador Leonel Pavan (PSDB), o ex-governador e deputado federal eleito, Esperidião Amin (PP), ao lado da esposa Angela, ex-candidata ao governo do Estado, entre outros deputados estaduais.

Leia mais...
Homenagens ao deputado Lício Mauro da Silveira

Continue lendo...

Entrevista: deputado estadual eleito José Nei Ascari (DEM)

O jornalista Fábio Cadorin entrevistou o deputado estadual eleito José Nei Ascari para a Unisul TV. O conteúdo da entrevista está descrito abaixo. (DEM) 

FÁBIO CADORIN - O senhor teve uma votação expressiva aqui na região. Ao que atribui esse sucesso nas urnas?
JOSÉ NEI ASCARI -
Nós fizemos uma eleição planejada. Estabelecemos um cronograma que começou há muito tempo e foi coroado de êxito este projeto todo. Acho que o nosso grupo é forte e que deu uma resposta muito interessante nas eleições. Nós tínhamos indicativos de que teríamos uma eleição muito interessante. É claro que as urnas superaram as nossas expectativas. Mas isso é devido ao grupo que nós montamos. Ninguém na política é absolutamente nada sozinho. É preciso um grupo de amigos e apoiadores que são importantes no processo eleitoral.

FC - Durante muito tempo se falou que a região sul recebeu pouco apoio do governo estadual. Como deputado que vai atuar pela região, quais são os pleitos que pretende trabalhar?
JNA - Acho que nós temos muitas conquistas a serem comemoradas, mas temos, evidentemente, muitas necessidades. Essas grandes realizações só serão possíveis se nós trabalharmos de maneira unida. Sejam deputados estaduais, deputados federais, prefeitos, vereadores, lideranças empresariais, lideranças comunitárias, nós só conseguiremos sucesso nessas coisas que o Sul precisa se nós trabalharmos unidos. Acho que nós avançamos muito nessa eleição. Não falamos mais em voto pela Amurel, Amrec ou Amesc. Falamos em voto pelo Sul. Acho que esse foi avanço e uma conquista importante deste pleito eleitoral. Eu sempre fui um defensor desse discurso e dessa atitude. Isso aconteceu e agora nós vamos trabalhar juntos, com as demais lideranças partidárias para que o sul tenha o espaço merecido. A nossa região é a segunda região mais pobre de Santa Catarina e precisa de muitos investimentos. Eu não tenho dúvidas, de que se a estratégia for essa da unidade, nós conseguiremos êxito em muitas dessas empreitadas.

FC - Você pode citar alguns projetos específicos pelos quais pretende brigar pela região?
JNA - As prioridades são definidas pela sociedade. O parlamentar tem que ser o porta voz dos anseios da sociedade. Ele tem como atribuição constitucional a obrigação de legislar, de fiscalizar, de fazer toda a defesa do Estado de Santa Catarina e é claro de ser um porta voz da região pela qual ele recebeu a maior votação e tem sua base eleitoral. Nós pretendemos trabalhar nessa representação fazendo com que o Sul, efetivamente, tenha benefícios em função da nossa atuação parlamentar. Mas as prioridades são definidas pela sociedade, pelos conselhos que já estão instituídos, pelas administrações municipais, pelas lideranças comunitárias e empresariais e nós vamos trabalhar para fazer com que essa voz da comunidade chegue até órgãos governamentais.

FC - E as perspectivas de governo, com a eleição de Raimundo Colombo (DEM) no primeiro turno. O senhor acredita que há possibilidade de se olhar mais para a região?
JNA - Não tenho dúvidas. Eu fiquei muito feliz com a eleição do Raimundo, não só porque ele é do Democratas, meu partido, mas porque é uma pessoa de bem. É uma pessoa que está preparada para comandar Santa Catarina. Fez um belo trabalho a frente da administração municipal de Lages. Fez uma transformação administrativa. Foi deputado, presidente de empresa pública e o político mais votado em toda a história de Santa Catarina. Temos muita expectativa em relação ao governo dele. Temos uma boa relação com ele e isso vai facilitar a conquista de benefícios para a nossa região.

FC - O que a população catarinense e especificamente a do sul pode esperar do José Nei Ascari como deputado estadual?
JNA - Muito trabalho. Eu sei que a expectativa é grande, até em função da própria votação recebida. Eu estou ciente disso, estou com os pés no chão. A população pode esperar muita dedicação da minha parte. Não teremos a condição de resolver todos os problemas, mas trabalho e disposição para isso não vão faltar. Podem ter certeza!

Continue lendo...

Charge - Nunes


Confira mais cartuns do Nunes na Revista Hei!

Continue lendo...

Deputado Lício Silveira morre, aos 67 anos

A Assembleia Legislativa informa, com pesar, o falecimento do deputado Lício Mauro da Silveira (PP). O corpo está sendo velado no Plenário do Palácio Barriga Verde, em Florianópolis. O sepultamento será às 17 horas deste sábado (16/10), no cemitério Jardim da Paz.

Silveira cumpria o quarto mandado como deputado estadual e comemorava o resultado das urnas do último dia 3, que garantiu a reeleição para o Legislativo com 25.814 votos. Engenheiro mecânico, Lício era natural de Joinville, mas tinha na Grande Florianópolis a base política, com forte ligação aos eletricitários. O parlamentar faleceu na noite de sexta-feira, em Curitiba (PR), por problemas cardíacos. Deixa a esposa e dois filhos.

Numa das últimas passagens que teve por Tubarão, ele comandou a reunião do orçamento regionalizado.

Na vaga de Silveira, assumirá o deputado Reno Caramori (PP), que obteve 24.198 votos e não tinha conseguido a reeleição.

Leia mais...
Orçamento regionalizado é discutido em Tubarão

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors