quinta-feira, 10 de junho de 2010

DEM de Capivari de Baixo deve apoiar dobradinha Ascari e Agostini

Os democratas de Capivari de Baixo realizaram reunião esta semana para integrar os membros do diretório com a executiva municipal. O pré-candidato a deputado estadual José Nei Ascari participou do encontro e aproveitou para se aproximar ainda mais dos correligionários.

O presidente do DEM de Capivari de Baixo, Dilnei Felippe, disse que a maioria dos membros do diretório vai trabalhar com a candidatura de Ascari. Para deputado federal a tendência é apoiar o Onofre Agostini, que atualmente é deputado estadual.

No encontro também ficaram programadas as próximas reuniões que passarão a ser semanais na medida que se aproximam as eleições.

Continue lendo...

O que elege? Proposta ou orçamento

Vamos ver se você aí leitor concorda comigo, mas é assustadora a constatação de que para se garantir uma eleição seja necessário um grande orçamento para a campanha. Seria muita ingenuidade achar isso?

Afinal de contas o que é preciso gastar numa eleição? É preciso pagar a produção dos programas de rádio e televisão. É preciso pagar as gráficas que imprimem o material de divulgação. É preciso pagar as despesas com deslocamentos e também salário das equipes. É preciso pagar por publicidade em jornais. Estas despesas podem ser altas ou baixas, depende do orçamento. Tudo o mais estaria fora da lei.

O problema é que o eleitor, geralmente, espera muito mais que um bom papo na TV ou um papel com as propostas. Muita gente ainda espera por um favor aqui, e outro ali. Sem eleitor com voto à venda não teríamos candidatos comprando votos.

Numa conversa com quem já passou por campanhas ou pretende se candidatar ouvem-se histórias e valores de arrepiar. Para eleger um vereador em Tubarão, estima-se por exemplo, gastos de R$ 500 mil. Depois ele vai ter em retorno como salário cerca de R$ 280 mil. Que conta é essa que não fecha? Já pensou quanto não custa uma campanha para deputado, governador ou presidente?

Outro que ficou conhecido por não ter oferecido nem bala para os eleitores me disse que o segredo é não sentar. Pois quando num encontro político se convida o candidato para sentar e conversar é nessa hora que vem a 'mordida‘. O jeito então é enfrentar a campanha de pé.

Por que se precisa de tanto dinheiro em campanhas eleitorais se comprar voto e oferecer favores é crime? E por que quem financia isso, não gosta de aparecer?

Compare lá em 4 de outubro, após o resultado final, a relação de gastos de quem se elegeu, e quem ficou de fora. Infelizmente, ainda estamos longe de eleger as melhores propostas ao invés dos maiores orçamentos.

Continue lendo...

Royalties e o Fundo Social

O Senado aproveu nesta madrugada a redistribuição dos royalties do petróleo, baseada no FPM, e que fará com que os recursos cheguem para todos os municípios brasileiros. A proposta vai voltar para a Câmara dos Deputados, pois sofreu uma alteração e ainda precisará ser aprovada pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT).

Ontem os senadores também aprovaram a criação do Fundo Social. O objetivo é destinar os recursos que União arrecadará pela venda do petróleo do pré-sal para financiar sete áreas: educação, Previdência Social, combate a pobreza, meio ambiente, saúde, cultura e ciência e tecnologia.

É a oportunidade de melhorar estes setores e buscar novas tecnologias, para no futuro, suprir a dependência do petróleo.

Leia mais...
Senado aprova criação do Fundo Social do Pré-sal, regime de partilha e distribuição dos 'royalties' a todos os estados
A oportunidade do pré-sal

Continue lendo...

Ordem do dia na Câmara de Vereadores de Tubarão, 10/6

O Legislativo Tubaronense estará reunido nesta quinta-feira, 10 de junho de 2010, em seu horário regimental das 19 horas, realizando mais uma Sessão Legislativa Ordinária. Na Ordem do Dia, desta Sessão está previsto a deliberação das seguintes matérias:

PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 59/2010, de autoria do Ver. Edson José Firmino, que autoriza a implantação de internet gratuita à população tubaronense. Este projeto em sua segunda votação.

PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 17/2010, de autoria do Ver. Geraldo Pereira, que autoriza o Poder Executivo Municipal instituir a identificação nos veículos oficiais e a Serviço da Administração Pública Municipal direta ou indireta. Este projeto em sua primeira votação.

Continue lendo...

Ultimato 10 - por Nunes


Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores