quinta-feira, 25 de março de 2010

SDR de Tubarão. Decisão fica para abril

A percepção de quem participou do evento de posse do governador Leonel Pavan (PSDB) esta manhã em Florianópolis é que qualquer definição sobre nomes e cargos só deve ocorrer após o retorno da viagem para o Japão. Pavan embarca para a Ásia no dia 28 de março e retorna cinco dias depois.

Até lá ficam trabalhando todos os interinos do momento e qualquer nome que for discutido será mera especulação. Aqui na Amurel, com a saída do Democratas do Governo, saiu também Jairo Cascaes. No momento ele está de férias até o dia 31 e o diretor geral José Roberto Tournier (PMDB), o Beto, ocupa o cargo.

Para substituir Cascaes já foram sugeridos os nomes dos suplentes de vereador de Tubarão Jefferson Brunato (PSDB) e Haroldo Silva (PSDB), o Dura, e o empresário Glauco Caporal (sem partido).

Após o retorno de Pavan será discutido também como ficará a participação de PMDB e PSDB no governo e não se descarta o retorno do DEM. Portanto, no caso da SDR de Tubarão, também não existe a garantia de que o cargo ficará com o PSDB.

Para lembrar, na região o PMDB comanda a SDR de Laguna e o PSDB a SDR de Braço do Norte.

Ordem do dia na Câmara de Vereadores de Tubarão, 15/3

O Legislativo Tubaronense estará reunido nesta quinta-feira, 25 de março de 2010, em seu horário regimental das 19 horas, realizando mais uma Sessão Legislativa Ordinária.

Nesta Sessão os suplentes, Caio César Tokarski e Reneusa Marinho Borba, farão o juramento e tomarão posse nas vagas abertas pela extinção de mandato dos Vereadores Maurício da Silva e Léo Rosa de Andrade, respectivamente.

A entrega de Menção Honrosa ao Engenheiro Paulo Constantino, por ter sido eleito, por unanimidade, Coordenador Nacional da Câmara Especializada em Engenharia Química, prevista para esta Sessão, foi transferida para outra data ainda a ser agendada.

Na Ordem do Dia, desta Sessão serão deliberadas as seguintes matérias:

1. PROJETO DE DECRETO LEGISLATIVO N° 007/2010, de autoria da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final que dispõe sobre a deliberação do Veto Total aposto pelo Poder Executivo Municipal ao Autógrafo de Lei Ordinária n° 050/2009. Este projeto em uma única votação

2. PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 115/2009, de autoria do Ver. Evandro Souza de Almeida, que estabelece normas para concessão do título de utilidade pública. Este projeto em sua primeira votação

3. PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 163/2009, de autoria do Vereador André Fretta May e outros, que institui a Tribuna Livre na Câmara Municipal de Tubarão e dá outras providências. Este projeto em sua primeira votação

4. PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 213/2009, de autoria de Todos os Vereadores, que dispõe sobre a implantação de programa para coibir a prática de “bullying” na rede municipal de ensino. Este projeto em sua primeira votação

Ponticelli: alfinetadas e previsões

Deputado estadual Joares Ponticelli (PP) em entrevista ao radialista Geraldo Salvador, da Rádio Tuba AM, lamentou a desistência do deputado estadual Genésio Goulart (PMDB) em disputar a reeleição. Ele falou de uma pesquisa feita pelo Partido Progressista em que o deputado peemedebista aparece em primeiro lugar na cidade.

Ponticelli falou do carisma de Genésio e que no quesito rejeição ele apareceu com número abaixo de 10%. O deputado do PP não perdeu a oportunidade de alfinetar o ex-prefeito Carlos Stupp (PSDB), que segundo a pesquisa é o líder no quesito rejeição.

Será que se Genésio não tivesse desistido, Joares estaria falando desta pesquisa? Ou foi apenas uma oportunidade de se referir ao adversário político (Stupp)?

Em outro ponto da cidade, o deputado, que também é o presidente estadual do PP, fez referencia às prévias do PMDB que serão realizadas no sábado (27/3). A previsão dele é vitória do prefeito de Florianópolis Dário Berger.

Uma geral nos fatos da semana

Uma semana movimentada em todos os níveis. Teve reviravolta na Câmara de Vereadores de Tubarão, saída dos Democratas do Governo Estadual, desistência da candidatura de Genésio Goulart (PMDB), renúncia antecipada de Luiz Henrique da Silveira (PMDB), posse de Leonel Pavan (PSDB) como novo governador e termina no sábado com as prévias do PMDB para escolher um candidato para as eleições de outubro.

Na Câmara de Tubarão, depois manifestações acaloradas, a situação deve se acalmar e quase tudo deve ser como era antes. Nilton de Campos (PSDB) volta a ser secretário, Jefferson Brunatto (PSDB)reassume no legislativo, prefeito Manoel Bertoncini (PSDB) diz que não sabia de nada e os progressistas ficam conformados com tudo o que aconteceu.

Com a saída dos Democratas do governo, Jairo Cascaes deixa a SDR e abre espaço até para, quem sabe, acomodar um dos descontentes com as mudanças da Câmara de Vereadores.

No caso da desistência de Genésio Goulart, o PMDB procura por um nome que aceite enfrentar o desafio. Dário Berger quer que seja Caio Tokarski, já o deputado Edson Bez, o Edinho, fala em nomes mais tradicionais como Jair Tártari e Túlio Zumblick. Entre os novos ele prefere Evandro Almeida.

Para o punido Mauricio da Silva (PMDB), a desistência chega na pior hora. Pois ele que almejava este espaço, agora está impedido de se candidatar. E outro que tem problemas na justiça para resolver e não pode aproveitar a oportunidade é o prefeito de Capivari de Baixo Luiz Carlos Brunel Alves (PMDB).

No Governo, Luiz Henrique renunciou esta manhã e agora o governador é Leonel Pavan. O ato, que significa o pagamento de um acordo feito entre os dois também deve afetar o processo que envolve Pavan e que deve ser julgado em outra instância.

Tudo isso culmina com as prévias do PMDB no próximo sábado. Os dois candidatos do partido estiveram na região esta semana para se apresentar aos filiados e disputar o voto dos delegados. Eduardo Moreira já é bem conhecido na região e tem a preferência da maioria. Dário Berger teve ontem com muitos, o primeiro contato cara a cara. Se for escolhido terá o desafio de motivar toda a militância no interior do Estado. Já provou que tem carisma e potencial político. De qualquer jeito, a passagem dos dois por aqui deixou a impressão de que o partido não sairá dividido das prévias. Ambos os discursos afirmam a necessidade de uma candidatura própria e disso os peemedebistas parecem estar convencidos.

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores