quinta-feira, 4 de março de 2010

Para avaliar Luiz Henrique

A visita de Luiz Henrique da Silveira (PMDB) amanhã em Tubarão, Capivari de Baixo e Gravatal deve ser a última dele como Governador de Santa Catarina. Depois, provavelmente só em campanha.

O governador vai ser recebido num almoço e com o respeito que merece. Mas como é a última visita também vai ser avaliado.

A descentralização, marca maior do governo, trouxe muitos investimentos para o interior do estado, mas para a nossa região há algumas queixas. A lentidão em alguns casos é uma delas. O que é bom dizer, não é um problema só de Luiz Henrique, visto a BR-101 que em dois mandatos do governo Lula não vai ficar pronta.

Em dois mandatos, Luiz Henrique também não conseguiu concluir o presídio, o Aeroporto ou começar a Arena Multiuso. A estrada do Camacho levou quase seis anos para ficar pronta e os motivos para não conseguir fazer tudo o que queria são os mais diversos.

Um governante experiente como ele sabe também lidar com as cobranças. Enfrentou catástrofes naturais e crises políticas que pareciam insuperáveis. A resposta final, se agradou ou não, virá em outubro.

Continue lendo...

Candidatura de Tiscoski ainda é questionada

O jornalista Adelor Lessa, publicou na coluna que escrever no Jornal A Tribuna, de Criciúma, que o secretário nacional de Saneamento Ambiental, Leodeogar Tiscoski (PP), estaria desistindo de ser candidato a deputado federal este ano. A informação foi publicada na edição de ontem (3/3) e repercutida na edição de hoje (4/4).

Enquanto isso, conforme publicado aqui, Leodegar Tiscoski concedia entrevista a Arilton Barreiros, da Rádio Santa Catarina AM, confirmando a condição de pré-candidato.

E agora? Será que dentro do partido tem gente querendo que ele desista? Ou Tiscoski está apenas prorrogando a decisão? De qualquer jeito perde o PP, pois quanto mais fica indefinida a situação mais difícil fica consolidar um novo nome.

Continue lendo...

Educação e segurança

Recebi a mensagem abaixo por e-mail e publico aqui por achar que ela tem relação com o momento que vivemos em Tubarão. O problema de insegurança pública que se vive tem entre muitas razões também suas causas na qualidade da educação. Por isso, a mensagem abaixo, tratado com alguma dose de humor, toca no assunto e pode servir de reflexão.

"Evolução da Educação.
Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia... Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas...

Leiam relato de uma Professora de Matemática:
Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavo s, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.

Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la. Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender. Por que estou contando isso?

Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi
assim:
1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda. Qual é o lucro?
2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?
3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Qual é o lucro?
4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00
5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
( )SIM ( ) NÃO
6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00.Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00
7. Em 2010 vai ser assim:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00. O custo de produção é R$ 80,00. Se você souber ler coloque um X no R$ 20,00. (Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder)
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00"

Continue lendo...

Ordem do dia na Câmara de Vereadores de Tubarão, 4/3

1. PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 185/2009, de autoria do Ver. André Fretta May, que dispõe sobre a divulgação da advertência “Se Beber, Não Dirija” em cardápios e panfletos de propaganda de bares, restaurantes e casas de eventos. Este Projeto em sua Redação Final

2. PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 115/2009, de autoria do Ver. Evandro Souza de Almeida, que estabelece normas para concessão do título de utilidade pública. Este Projeto em sua Primeira Votação

3. PROJETO DE LEI ORDINÁRIA N° 180/2009, de autoria do Ver. Evandro Souza de Almeida, que dispõe sobre a construção, reconstrução e conservação de muros e passeios, revoga a Lei nº 768/77 e dá outras providências. Este Projeto em sua Primeira Votação

Ainda nesta Sessão, os Vereadores, irão conceder o tempo de 15 minutos, para que o Presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Sr. Rodnei Cardoso Antunes, possa falar aos Vereadores sobre as ações do sindicato. O espaço atende ao solicitado pelo Ofício 04/2010, daquela entidade, encaminhado aos membros da Mesa Diretora da Câmara.

Continue lendo...

Para reflexão

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors