terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

José Paulo Teixeira é o pré-candidato do PV ao governo de SC

O município de Criciúma tem mais um pré-candidato ao governo do Estado. Depois de Eduardo Moreira, que pleiteia a candidatura pelo PMDB, o PV confirmou no encontro estadual realizado no sábado, em Florianópolis, o nome do ex-vereador José Paulo Teixeira.

O professor disputou diversas eleições pelo PT entre 1982 e 1994 e era conhecido como Zé PT. Desde então, mudou-se para Florianópolis, e estava afastado do processo político eleitoral.

No currículo de eleições disputou o cargo de vereador em 1982 e recebeu 106 votos, deputado estadual em 1986 com 4.062 votos, vereador em 1988, sendo eleito com 706 votos, deputado federal em 1990 com 7.118 votos, vereador em 1992 com 491 votos e deputado estadual em 1994 com 7.623 votos.

Ele é irmão de João Paulo Teixeira que disputou a prefeitura de Criciúma em 2000 pelo PV (397 votos), vereador em 2004 (12º mais votado com 1.712 votos – não foi eleito por falta de legenda) e 2008 (535 votos) e agora é pré-candidato a deputado estadual.

O PV de Criciúma ainda indicou o presidente local Seiji Fujita como pré-candidato a deputado federal. Fujita foi candidato a vereador em 2000 (36 votos) e a vice em chapa formada com Jairo Viana (1.860 votos).

Continue lendo...

Nivaldo assume em Capivari de Baixo

O vice-prefeito Nivaldo de Souza (PMDB) assumiu hoje o comando do poder executivo de Capivari de Baixo. Durante um período de dez dias, até 19 de fevereiro, o prefeito de Capivari de Baixo Luiz Carlos Brunel Alves (PMDB) está licenciado para tirar férias com a família. Esta é a terceira vez nesta administração, que o prefeito Brunel passa o comando para Nivaldo de Sousa.

Continue lendo...

Piso Nacional de Policiais. Fim dos bicos?

Todo mundo sabe que o salário de Policiais Militares e Bombeiros não é lá estas coisas e que muitos deles fazem bicos para complementar a renda. Ou seja, nas horas de folga, quando deveriam descansar para depois prestar um melhor serviço à sociedade, eles procuram por mais trabalho.

Isso é proibido, mas se faz vista grossa e se deixa passar.

Pois bem, é para acabar com os bicos que surgiu a PEC 300/08 que já foi aprovada no Senado e agora tramita na Câmara dos Deputados. O valor do Piso Nacional ainda não está definido e se for aprovado vai ser determinado por lei complementar. Tem deputado inclusive sugerindo que se incluam também os policiais civis.

Já em Santa Catarina, o vice-governador Leonel Pavan (PSDB), disse em uma entrevista que gostaria de legalizar o bico, permitindo que os policiais prestem serviço para empresas privadas, devidamente fardados e armados. Dessa forma, em caso de algum delito já poderiam atuar também no combate ao crime.

E agora, quem é que tem razão?

Garantir um salário digno para os profissionais da segurança é uma importante medida para diminuir a corrupção e motivar estes servidores na proteção da sociedade.

Será que se esta PEC for aprovada o governo catarinense vai ignorar o Piso Nacional dos Policiais da mesma forma que ignora o Piso Nacional dos Professores?

Educação e segurança são assuntos importantes que aparecem sempre entre as prioridades da classe política e também nas necessidades da população, só que o discurso anda bem longe da prática.

Continue lendo...

Pauta da Assembleia Legislativa, 9 de fevereiro

1 – Sessão ordinária
Local: Plenário
Horário: 14 horas

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors