terça-feira, 1 de dezembro de 2009

DEM abre processo disciplinar contra Arruda

A Executiva Nacional do Democratas decidiu na tarde desta terça-feira (1) deixar a decisão sobre uma eventual expulsão do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda (DEM-DF), para o dia 10 de dezembro. A Executiva decidiu por instaurar processo disciplinar contra o governador, que terá oito dias para apresentar a defesa em relação às acusações de envolvimento em um esquema de propina no governo.

Duas propostas foram apresentadas por integrantes da Executiva. Alguns membros do partido defenderam a expulsão sumária do governador. No entanto, a Executiva decidiu que deveria aguardar a defesa de Arruda e elaborar um relatório para ser votado.

A defesa será encaminhada à Comissão Executiva Nacional, que delegou o ex-deputado José Thomaz Nonô para relatar o processo. Ao analisar a defesa de Arruda, o relator então submeterá o seu parecer à reunião da Executiva na próxima quinta-feira, 10. A decisão final pode resultar na expulsão de Arruda do partido.

O senador Raimundo Colombo e o deputado federal Paulo Bornhausen, que fazem parte da executiva nacional do DEM, se manifestaram pelo Twitter, favoráveis à expulsão de Arruda.

Sobrinho de Eduardo Moreira na JPMDB de Tubarão

Reunião entre lideranças do PMDB esta tarde definiu o nome de João Marcelo Fretta Zapelini para o comando da Juventude do PMDB em Tubarão. Edson da Silva Jr., o Júnior Piocco, será o vice. Zapelini é sobrinho do presidente estadual da sigla Eduardo Moreira.

O vereador Evandro Almeida destaca que o acordo feito para a JPMDB mantém o partido unido na cidade. Almeida disse que a participação dos vereadores e suplentes foi importante para a articulação do acordo que será oficializado em nova reunião do diretório, prevista para esta quarta-feira.

Colombo defende a expulsão de Arruda

O senador catarinense Raimundo Colombo (DEM) defende a expulsão do único governador do partido, José Roberto Arruda (DEM-DF), flagrado em ato explícito de corrupção.

– Não tem como enrolar, colocar panos quentes, temos que ser duros, sob pena de contaminar o partido e deixar um mal exemplo para a sociedade – disse Colombo.

A reunião da executiva nacional começou agora a pouco em Brasília.

– Nós fomos implacáves com o Governo Lula no caso do Mensalão e agora temos que exigir uma investigação completa. Defendo a expulsão pois isso é inaceitável, inadmissível – completa.

Escute o que diz Raimundo Colombo

Presidente da Bolívia diz que univesidade pública vive em greve

O presidente da Bolívia Juan Evo Morales disse a um grupo de professores, entre os quais o professor da Unisul, Sílvio Hickel Prado, que o país está apostando na capacidade das universidades particulares em desenvolver pesquisa, por considerar as instituições públicas vagarosas, que vivem em greve, ”mesmo custeadas com dinheiro do povo.”

Leia mais...
Evo: Universidade Pública é devagar e só vive em greve
É preciso rever o financiamento do ensino superior

É preciso rever o financiamento do ensino superior

Com frequência nós temos visto o governo anunciar a criação de universidades federais e a extensão das universidades existentes para o interior do estado. Aqui em Santa Catarina tivemos a criação da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS), em Chapecó, e a instalação dos pólos da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc) com os cursos a distância.

Mas será que esta é a estratégia correta? Vamos focar ainda mais em Santa Catarina onde temos o Sistema Acafe que reúne as universidades comunitárias municipais, modelo único no país. Será que não seria melhor o governo federal investir em bolsas de estudo e aproveitar toda a capacidade instalada das universidades catarinenses? Não seria preciso construir mais prédios, contratar professores, criar cargos. Não estou falando de ocupar somente as vagas que sobram, e que são muitas, mas permitir que o estudante escolha qualquer curso e que tenha uma bolsa para isso. Se o governo oferecer as bolsas, pode fazer exigências e definir o que for melhor para os estudantes.

Bom, mas vamos pensar que o Governo Federal não quer dar as bolsas com medo de que elas sejam entregues a quem não precisa. Permita então que as famílias financiem a educação dos filhos e dê diretamente a elas os benefícios. Como? Mude a forma de tributação do Imposto de Renda. Hoje, no sistema atual, um pai, uma mãe que declaram o imposto só podem descontar pouco mais de dois mil e quinhentos reais. Quem paga a mensalidade de um filho sabe que isso significa quatro, cinco meses e olhe lá! O que passa desse valor não pode ser deduzido.

Simplesmente abrir novas vagas e esquecer toda a estrutura que já existe é um erro de estratégia. Do jeito que se anda fazendo estamos cheios de padrinhos usando a expansão do ensino superior como propaganda pessoal. Mudar a forma que aí está seria uma grande chance de ampliar o acesso ao ensino superior e aproveitar a estrutura existente, sem desperdícios.

Pauta da Assembleia Legislativa, 1º de dezembro

1 – Comissão de Finanças – Audiência pública para discutir a municipalização do ensino fundamental
Local: Auditório Antonieta de Barros
Horário: 9 horas

2 – Reunião da Comissão de Trabalho e Serviço Público
Local: Sala das Comissões
Horário: 11horas

3 – Sessão ordinária
Local: Plenário
Horário: 14 horas

4 – Reunião da Comissão de Finanças
Local: Sala das Comissões
Horário: 17 horas

5 – Lançamento do livro “Zury Machado – Em sociedade tudo se sabe“, de Luiz Henrique Tancredo
Local: Hall da Alesc
Horário: 19 horas

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores