quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Bancários rejeitam proposta da Fenaban e ameaçam entrar em greve

O Sindicato dos Bancários de Tubarão e Região (Seebtr) realiza nesta quinta-feira uma assembleia extraordinária para discutir a negociação salarial da categoria. Até agora já foram realizadas sete rodadas de negociações. A Federação Nacional de Bancos (Fenaban), que representa os bancos, ofereceu índice de reajuste de 4,5%, enquanto que os trabalhadores reivindicam 12%.

Na assembleia desta quinta-feira será avaliada a proposta da Fenaban e discutida a evolução da campanha salarial em nível nacional. Em nota enviada à imprensa, assinada pelo presidente do Seeb, Armando Machado Filho, não é descartada a possibilidade de greve a partir da próxima semana.

Setor da construção civil reclama da falta de mão-de-obra

A série de reportagens da Unisul TV sobre a construção civil continua. Ontem, foi mostrado o bom momento que vive o setor. Com várias obras em andamento em Tubarão, a economia local, pelo menos nesse segmento, também anda aquecida. Mas um fator que serve até de alerta se refere à mão-de-obra. Sobram postos de trabalho, mas não há número suficiente de profissionais qualificados para atuar no setor

Sem quórum, projeto do executivo não é votado na Câmara de Tubarão

Sessão extraordinária da Câmara de Vereadores de Tubarão convocada para hoje não foi realizada por falta de quórum qualificado. Os vereadores foram convocados pelo prefeito Manoel Bertoncini (PSDB) para votar o Projeto de Lei 039/2009 que autoriza o poder executivo a suplementar dotação orçamentária no valor de R$ 6.608.800.

Os vereadores da bancada do PMDB enviaram nota à imprensa criticando o projeto que estaria retirando investimentos em melhorias para a cidade e aplicados em despesas com pessoal. O texto informa que os vereadores cobraram explicações, mas receberam respostas evasivas.

A Sessão foi presidida pelo vereador mais idoso entre os presentes, neste caso, o vereador Haroldo Silva (PSDB), o Dura, que após aguardar o tempo regimental, encerrou os trabalhos, convocando os vereadores presentes para a Sessão Legislativa Ordinária desta quinta-feira. A sessão extraordinária não gerou custos para os cofres públicos.

Iniciativa popular pode criar Defensoria Pública em SC

Deputado estadual Pedro Uczai (PT) está confiante na obtenção de 50 mil assinaturas para apresentar um projeto de iniciativa popular na Assembleia Legislativa e criar a Defensoria Pública no Estado. Santa Catarina é unica Federação do país que não tem este serviço. Aqui as pessoas que não podem pagar por serviços advocatícios são atendidos pelos advogados dativos, numa parceria do Estado com a OAB.

Esta manhã, em conversa com Uczai, ele informou que as audiências públicas que estão sendo realizadas por Santa Catarina estão servindo para sensibilizar a sociedades e os próprios advogados de que é possível trabalhar com a Defensoria Pública e o Sistema Dativo. Esta noite o deputado participa de mais uma audiência que será realizada em Criciúma.



UFFS
O deputado Pedro Uczai já foi pró-reitor da Unoesc, em Chapecó, e esta semana recusou o convite do recém nomeado reitor da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS) Dilvo Ristoff para ser o pró-reitor de Extensão.

Leia mais...
Audiência discute Defensoria Pública em Criciúma

OAB defende continuidade do sistema de dativos

Mais polêmica no presídio de Tubarão

Nem Francisco Esmeraldino, nem Décio Paquelim, nem Ricardo Welausen, o novo diretor interino será o agente penitenciário Fabrício Buss de Medeiros. Pelo menos é o que pretende o diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap) Hudson Queiroz.

O problema é que Medeiros tem na justiça processos por assédio sexual e tentativa de suborno de uma detenta. Segundo informações a formação dele também estaria em desacordo com a legislação. Ele tem curso superior em Administração e a exigência é de cursos de Direito, Pedagogia, Psicologia ou Serviço Social. Esta manhã foi feita uma tentativa de conversa com eles no Presídio de Tubarão, mas a imprensa não foi recebida.

Os processos contra Fabrício Medeiros ainda não foram julgados, portanto não se pode acusá-lo de nada, mas será que não tem ninguém dentro dos quadros da polícia catarinense em condições de ocupar o cargo sem criar nenhuma polêmica?

Uma hora é desacordo de quem faz a indicação, outra é falta de diploma, outra é processo na justiça. Continuo não entendendo o motivo deste cargo ser tão cobiçado e disputado.

Deputada de múltiplas regiões, ou nenhuma?

Consta no site da Assembléia Legislativa que a deputada Ada De Luca tem como base eleitoral o município de Laguna, ou seja, seria uma das representantes da Amurel na Alesc.

Lembro até que nas eleições de 2006 ela teve como um de seus principais cabos eleitorais o prefeito de Capivari de Baixo, Luiz Carlos Brunel Alves. Na época foi polêmico esse apoio, pois Brunel não trabalhou para a reeleição do deputado estadual Genésio Goulart, da cidade vizinha Tubarão.

De lá para cá, pouco se viu de presença da deputada em nossa região, mas o site da Alesc não mente. Está lá: Representação Política: Laguna.

Agora quando se discutem os espaços e nomes para as Eleições de 2010 chama a atenção o envolvimento do nome da deputada entre as indicações do partido para representar o município de Criciúma.

O atual deputado federal Acélio Casagrande (PMDB) não vai concorrer à reeleição para disputar uma vaga na Assembléia Legislaiva. Mas ele só aceita concorrer caso o partido tenha apenas dois representantes por Criciúma. Um seria o atual diretor da SC Parcerias Ivo Carminatti (PMDB) e a outra seria a deputada Ada De Luca. Casagrande até cogita deixar o partido para buscar espaço em outra sigla, provalmente o PRB.

Tudo bem que os deputados representam toda a população do Estado, mas alguém pode explicar melhor este problema de localização geográfica?

PEC dos vereadores é aprovada em segundo turno

O Plenário da Câmara dos Deputados aprovou ontem, em segundo turno, as PECs que aumentam o número de vereadores no país e definem os percentuais máximos de repasse dos municípios para as câmaras. Agora a disputa passará a ser nos Tribunais para saber se a decisão será retroativa ou não.

Alguns deputados entendem que o Tribunal Superior Eleitoral não tem poder de determinar as regras eleitorais, outros entendem que a retroatividade é inconstitucional.

Como são muitos os interesses no tema a discussão ainda vai longe. Temos os suplentes que brigam pelas vagas, temos aquele que não foram candidatos porque o número de vagas era menor, temos os que mudaram de partido, temos os que acham imoral e a lista segue.

Mas, diante de tudo gostaria de destacar uma fala do deputado federal Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), que considera a retroatividade "absolutamente inconstitucional, por alterar um resultado de eleições homologadas". Ele lamentou que as lideranças não tenham se mobilizado para adotar um destaque que retirasse do texto a retroatividade para o novo número de vereadores.

Seria bem mais fácil já definir este assunto no texto da PEC do que agora deixar a discussão se arrastar por mais tempo.

Leia mais…
Plenário aprova aumento no número de vereadores do País

Como explicar a eficiência?

Muitas vezes nos perguntamos o motivo de alguns órgãos públicos prestarem melhor serviços do que outros, mesmo com condições de trabalho abaixo do desejado?

A resposta, de acordo com o Capitão André Luiz dos Santos e Silva, que desde julho responde pela Delegacia da Capitania dos Portos em Laguna, é planejamento. A equipe do órgão é formada por apenas 40 pessoas, entre militares e civis, e atende a região que compreende desde Florianópolis até Passo de Torres. Vale lembrar que dentro desta área estão os Portos de Imbituba e de Laguna.

É claro que com uma equipe reduzida e o trabalho excessivo podem ocorrer queixas e reclamações, mas temos que concordar que o exemplo poderia ser seguido por muitos outros, não é mesmo?

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores