terça-feira, 1 de setembro de 2009

Julio Garcia se despede da Assembleia Legislativa

Silêncio absoluto no Plenário Osni Régis para ouvir o discurso de despedida do deputado Julio Garcia (DEM) que, depois de 17 anos, saiu hoje do Parlamento catarinense para assumir como conselheiro do Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE-SC), cargo para o qual foi eleito por unanimidade na última quarta-feira (26). A indicação do nome do Julio Garcia foi feita pelo governador do Estado e pelo secretário da Coordenação e Articulação, Valdir Cobalchini.

A sua vaga no Legislativo vai ser ocupada pelo suplente Carlos Alberto Chiodini (PMDB). No TCE-SC, o agora ex-deputado vai assumir a vaga deixada pelo conselheiro Gilson dos Santos, que comunicou sua aposentadoria na segunda-feira da semana passada (24).

Emocionado, Julio Garcia destacou que aprendeu muito no tempo em que esteve na Casa.

- Não sei se estou diante de um sonho ou de um pesadelo. Não sei o que sentir. Aqui eu tive um grande aprendizado de convivência, de respeito às diferenças e do exercício da democracia - disse.

Leia mais...
Julio Garcia se despede do Parlamento

Continue lendo...

Deputada Ada anuncia medidas contra a sonegação fiscal

“Numa atitude corajosa, o governador Luiz Henrique está publicando uma medida provisória com ações duras contra a adulteração de combustíveis, contra a sonegação de impostos e pela qualidade dos combustíveis em Santa Catarina”, anunciou a deputada Ada Faraco De Luca (PMDB), em pronunciamento nesta terça (1º). Ela também parabenizou o secretário da Fazenda, Antônio Gavazzoni, pelas medidas.

A parlamentar disse que a MP traz uma série de sugestões apresentadas por ela depois de ter recebido várias denúncias e reclamações quanto a adulteração do combustível vendido em Santa Catarina. Entre as medidas estão: convênios com a Agência Nacional de Petróleo (ANP) e com órgãos de defesa do consumidor, interdição dos estabelecimentos que adulterarem combustíveis e a apreensão do produto adulterado, critérios mais rigorosos para concessão de novas inscrições, instalação de bombas mecânicas e a elaboração de um cronograma para desativação das bombas usadas atualmente.

Leia mais...
Deputada Ada anuncia medidas do governo contra a sonegação fiscal nos combustíveis

Continue lendo...

Ponticelli critica segurança pública de SC

"Não dá certo misturar política com polícia. É a fórmula do fracasso. Quando o objetivo passa a ser o voto, quando se chega a trocar viatura (policial) por apoio político, é porque não dá certo."

As declarações são do vice-líder do PP, deputado Joares Ponticelli, presidente estadual do partido, ao comentar o que chamou de “falência completa da segurança pública em Santa Catarina”, que se transformou em “estado de calamidade pública generalizada”.

Leia mais...
Ponticelli diz que segurança pública de Santa Catarina é “caso de calamidade pública”

Continue lendo...

De olho nos cabos eleitorais

Os pré-candidatos a deputado, tanto estadual como federal, têm entre suas preocupações acertar as dobradinhas e os cabos eleitorais. As dobradinhas garantem busca pelo voto tanto para um como para outro. Por isso os pré-candidatos a federal do PT, Jorge Boeira e Vânio dos Santos, tem tanto interesse num candidato a estadual da região. Sem um nome forte fica difícil um bom desempenho de votos.

Da mesma forma os pré-candidatos buscam o apoio dos vereadores para ajudar na busca dos votos e aí o leque de opções e a disputa fica bem maior. A ciumeira também.

O presidente da Câmara de Capivari de Baixo, Valmiro da Rosa (PMDB), o Bila, não esconde de ninguém que já tem um pré-candidato para deputado federal. É o atual secretario estadual de Segurança Pública, e deputado estadual, Ronaldo Benedet (PMDB).

– É uma questão de ser fiel a quem sempre me ajudou. Quando eu fiquei sem mandato ele me estendeu a mão e por isso terá o meu apoio – confirma Bila que em 2008 foi o vereador mais votado na cidade, com 588 votos.

Continue lendo...

PM precisa esclarecer logo denúncia de abuso de força

Bala perdida na Área Verde, criança abandonada na calçada, mais uma mulher atingida por quatro tiros, uma pessoa internada na UTI vitima de espancamento, apreensão de drogas e moradores revoltados com a atuação da Policia Militar. Nada mau para o começo de semana numa cidade que é dita segura. Mas segura pra quem né?

Policia e justiça buscam soluções para estes problemas e já dissemos aqui que o trabalho das autoridades vem sendo realizado, mas não podemos dizer que vivemos uma situação normal ou de tranquilidade.

A expectativa agora também é com relação ao esclarecimento destes fatos, principalmente esta denúncia de abusos da Política Militar. O comando da PM diz que vai apurar e vai ter uma resposta em vinte, trinta dias. Os moradores e familiares do homem agredido prometem para hoje à tarde uma passeata até a sede do batalhão para protestar e cobrar explicações.

Erros podem acontecer. Da policia é o que menos se espera, pois a credibilidade deste órgão não pode ser abalada. Mas se teve algum erro, que se assuma logo a responsabilidade e que se corrija a situação. A policia não pode perder a confiança da população. Já tivemos informações de que as viaturas da PM foram recebidas com pedradas por moradores.

A forma de corrigir isso é esclarecer logo os fatos e apurar os responsáveis. Se houver culpa de alguém que se encaminhe para a justiça.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors