quinta-feira, 25 de junho de 2009

Conselho de Desenvolvimento Regional analisa processos

O Conselho de Desenvolvimento Regional (CDR) do Vale do Tubarão estará reunido nesta sexta-feira (26/6) em Capivari de Baixo para analisar dez processos.

Juntas as propostas envolvem valores de mais de R$ 1,5 milhões. O destaque fica com o CTG Cidade Azul de Tubarão que solicita R$ 840 mil para a execução do projeto parque de eventos Santo Anjo da Guarda.

O gerente regional da Fazenda Pedro Hermínio Maria também participa da reunião para falar sobre o Fundo Social.

A assembléia do CDR será às 15 horas no Centro de Convenções da Terceira Idade.

Continue lendo...

Segmentos do PMDB se reúnem nesta sexta-feira

O deputado federal Edson Bez de Oliveira, o Edinho (PMDB), falará sobre a reforma política no encontro do partido em Tubarão. A reunião será nesta sexta-feira, às 20 horas, e estão convocados para participar os representantes dos subdiretórios e segmentos (PMDB Mulher, Fundação Ulisses Guimarães e JPMDB).

Continue lendo...

Lei dos bares pode ganhar novo fôlego

Os últimos ajustes na Lei municipal de funcionamento de bares e boates vão ser dados na próxima terça-feira (30/6) quando o Conselho Municipal de Segurança Pública de Tubarão volta a se reunir.

Durante o encontro serão avaliadas as ações do alerta feito para os estabelecimentos comerciais sobre a venda de bebidas alcoólicas para menores de idade.

A situação dos viadutos em Tubarão e o estancamento das ocupações de áreas de risco também vão entrar na pauta da reunião que será realizada no auditório da CDL, às 8h30min.

Continue lendo...

Municípios discutem pedágio na BR-101

Você já dirigiu numa estrada que tem pedágio? Pois é muito bom. A estrada não tem buracos. Geralmente tem pista dupla e o tráfego flui normalmente. Tem socorro pra qualquer necessidade e realmente é muito bom. Aqui do nosso lado no Rio Grando Sul ou mais adiante no Paraná temos exemplos para conferir. Só que lá os pedágios foram implantados quando as estradas já estavam prontas. Não é este absurdo que está ocorrendo aqui em Santa Catarina. Cobrar pedágio para rodar numa estrada em obras, cheia de buracos, perigosa e sem nenhum serviço para os motoristas é inaceitável. Coisa de um país que não é sério. Está no contrato das concessionárias, mas foi um disparate aprovar isso.

Por que não copiar os bons exemplos. Você já ouviu falar das Autobahns na Alemanha? Lá as auto-estradas são boas, não têm limites de velocidade e não cobram pedágio. No Canadá tem uma rodovia que cobra por quilômetro rodado. Isso mesmo, o motorista paga pelo que roda. Quando o veículo entra na estrada é fotografado. Outra foto é feita quando sai. A conta vai para a casa do motorista pelo correio. E o melhor ainda, se ele não quiser rodar nesta estrada, pode usar a pública que segue bem ao lado da rodovia privada. A qualidade da estrada pública não é diferente da particicular. As duas são boas. A diferença está no tráfego que é bem maior. Mas existe a opção.

Aqui não tem jeito. Tem que pagar o pedágio pois não há alternativas para os motoristas. Na Assembléia Legislativa, os deputados tentam encontrar uma forma de isentar os moradores de Palhoça e de todas as cidades do sul do pagamento do pedágio. Prostestos são realizado e até agora nada.

Hoje em Criciúma, uma reunião vai ser realizada para tratar do assunto. Foram convidados todos os prefeitos do Sul que integram as associações de municípios como Amrec, Amesc e Amurel. O pedágio é lá em Palhoça, mas os nossos representantes devem participar dessa discussão.

É inevitável e irreversível este processo de pedágios e vamos ter algum deles aqui pelo Sul. No projeto inicial da duplicação da 101, quando ela seria financiada pelo BID, estavam previstos pedágios em Maracajá e em Torres. Como o financiamento não saiu, podem mudar os locais, mas é certo que eles vão funcionar. Por isso vale ficar atento para que não ocorra problema igual a este em Palhoça, com um posicionamento indevido e cobrança fora de hora.

Continue lendo...

Amurel discute hospital regional

Um dos principais assuntos da reunião da Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) nesta quinta-feira (25/6) será a construção do hospital regional de alta complexidade. O tema entrou na pauta a pedido da Câmara de Vereadores de Tubarão.

Durante a reunião os prefeitos também vão assistir a apresentação do Projeto/Missão em Visita à Costa Rica de Rolando Coto Varela, Cônsul Honorário da Costa Rica em Santa Catarina.

O assunto do hospital será levado também ao vice-governador, Leonel Pavan (PSDB) em audiência na próxima segunda-feira (29/6).

Continue lendo...

Ordem do dia da Câmara de Vereadores de Tubarão, 25/6

Os vereadores de Tubarão irão apreciar na Ordem do dia desta quinta-feira, a primeira votação do Plano Plurianual do Município de Tubarão, para o quadriênio 2010/2013. O Projeto de Lei Nº 082/2009 (015/2009 na origem), de autoria do Poder Executivo Municipal, que dispõe sobre o Plano Plurianual do Município para o Quadriênio 2010/2013 e dá outras providências foi registrado na secretaria da Câmara no dia 18 de maio de 2009.

O Plano Plurianual Municipal faz parte dos instrumentos de planejamento de um governo, seja na esfera federal, estadual ou municipal. Realizado a cada quatro anos, o Plano contém metas a serem atingidas pelo Poder Executivo Municipal - incluindo projetos, atividades, financiamentos, incentivos fiscais, normas, entre outros. O PPA tem uma visão em médio prazo do planejamento público, visando a solução de um problema e gerando ações para combatê-lo, atendendo, assim, à demanda da sociedade.

Os membros da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento, Vereadores Ivo Stapazzol, Edson José Firmino e Dionísio Bressan Lemos, realizaram reunião no dia 18 de junho, na sede do Poder Legislativo, para discutirem sobre o referido projeto, que será apreciado, nesta quinta, em sua primeira votação.

Com informações da AI/CVT

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores