sexta-feira, 17 de abril de 2009

Uso da Pistola Taser gera dúvidas

Notícia publicada no hoje no site G1 gera dúvidas sobre a utilização da Pistola Taser. Este equipamento foi entregue esta semana pelo secretário estadual de Segurança Pública Ronaldo Benedet nas delegacias regionais da região Sul.

A notícia do G1 informa sobre a morte de um australiano de 39 anos e de um americano de 15 anos após receberem a descarga da pistola. Na Austrália, o uso da Taser está sendo questionado até que se esclareça o motivo da morte

O taser, uma arma americana, é projetado para neutralizar uma pessoa com uma descarga elétrica de 50 mil volts.

Em uma rápida busca na internet se localizam manifestações contrárias da Anistia Internacional e registro de vítimas em países como o Canadá e Portugal. É bom ficar atento por aqui, antes que o equipamento, que veio para ajudar, acabe dando dor de cabeça para a polícia.

Leia mais em:
Australiano morre após receber descarga de arma de choque da polícia

Continue lendo...

Ecofont economiza tinta das impressoras

Recebi por e-mail hoje uma dica de uma fonte que economiza até 20% de tinta das impressoras. É a Ecofont. Ela pode ser baixada e instalada em qualquer computador. É de graça. Se usada em tamanhos pequenos, ninguém percebe os furinhos que existem nela e que são o motivo da economia.

Se pudesse já passaria a utilizar esta fonte aqui no blog, mas isso ainda não descobri como fazer. Mas a partir de hoje vou adotar esta fonte como padrão em meus documentos.

Reproduzo abaixo uma imagem da fonte, em tamanho ampliado. O endereço para baixar gratuitamente é: http://www.ecofont.eu/ecofont_pt.html

Continue lendo...

Nova ortografia com bom humor 5



http://www.orlandeli.com.br/

Continue lendo...

Seguradoras deverão comunicar ao Detran sinistros com perda total

Um projeto do deputado estadual Joares Ponticelli (PP) propõe tornar obrigatório que todas as seguradoras de Santa Catarina comuniquem ao Detran os casos de sinistros que acarretarem perda total do veículo. A intenção é impedir que, sem a baixa dos veículos, as carcaças dos veículos sejam vendidas aos conhecidos 'desmanches‘ ou ´ferro-velho´.

O próprio deputado foi vitima, juntamente com outras 130 pessoas em Tubarão, de um caso em que as seguradoras não comunicaram ao Detran a ocorrência de sinistros com perda total dos veículos. A Lei proposta pelo parlamentar proibirá que veículos sejam vendidos nesta condição. O projeto de Ponticelli segue o exemplo do Estado de São Paulo. Lá as seguradoras são obrigadas a enviar relatórios com fotos dos veículos que sofreram qualquer tipo de avaria, inclusive perda total, para o Detran.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors