sexta-feira, 31 de julho de 2009

Casa para famílias de agricultores

Trinta famílias de baixa renda assinam na próxima terça-feira, em Jaguaruna, contratos de financiamento de novas casas. Os recursos são da Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária (Cresol) e subsidio do governo federal, em parceria com o Banrisul e Cooperativa de Habitação dos Agricultores Familiares (Cooperhaf).

As famílias são dos municípios de Jaguaruna, Sangao, Treze de Maio, Jacinto Machado e Sao Joao do Sul.

Cada agricultor recebera entre R$ 7 e 8 mil de subsidio do governo federal e financiara com a Cresol ou Banrrisul mais cerca de R$ 5 mil com juros de 6% ao ano.

R$ 10 milhões para os outros

Os R$ 5 milhões de recursos federais que Tubarão está recebendo para o projeto de redragagem do Rio Tubarão não devem ser desprezados. A discussão é que a cidade poderia receber bem mais se estivesse preparada.

O jornal A Tribuna, de Criciúma, publica hoje que Içara vai receber R$ 10 milhões para obras de saneamento. Dinheiro tem para todos, precisamos então nos preparar para trazer os recursos para cá também.

Leia mais em:

Garantida verba para saneamento

Os rachas da Câmara de Tubarão e Amurel

Asfalto e imprudência

Os asfaltamento de diversas ruas de Tubarão melhorou e muito as condições de trafegabilidade da cidade. Ainda falta muito, é verdade, mas está ficando bom.

Só que com o asfalto floresce a imprudência dos motoristas e com elas vem os pedidos das danadas das lombadas.

Moradores do bairro Santo Antonio de Pádua ficaram contentes com o asfaltamento da rua Rui Barbosa, mas agora pedem por lombadas para coibir os rachas que estão acontecendo durante a noite e madrugadas.

A situação é pior no trecho entre o estádio Aníbal Costa e o bairro Congonhas. Segundo uma moradora não dá mais para deixar carro estacionado na rua. Retrovisores são quebrados e o risco de acidentes é iminente.

Secretarias de casa nova em Imbituba

As Secretarias de Desenvolvimento Urbano e Ambiental (Sedurb) e de Agricultura e Pesca (Seap) de Imbituba foram transferidas para o atual prédio da Unisul, no bairro Vila Nova.

Elas deixam o antigo prédio da ICC que está em condições precárias de funcionamento. Antes delas já deixou o local a Secretaria de Trânsito, que foi para a garagem. Ainda vão sair as equipes do Patrimônio Municipal, do Programa Sentinela e da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turístico, que vai para a estação ferroviária.

quinta-feira, 30 de julho de 2009

Prêmio de melhores práticas de estágio não tem nenhuma empresa do Sul

O Instituto Euvaldo Lodi (IEL/SC) divulgou a lista das quinze empresas finalistas da quarta edição do Prêmio Catarinense IEL Melhores Práticas de Estágio. Nenhuma empresa do Sul do Estado foi classificada numa das três categorias.

O prêmio, realizado em parceria com o Movimento Catarinense para Excelência (MCE), tem o objetivo de reconhecer as empresas que oferecem programas de estágio diferenciados, que respeitem a legislação e complementem a formação profissional do estudante.

A solenidade de entrega da premiação será realizada no dia 18 de agosto, em Jaraguá do Sul.

Assembléia do CDR

O Conselho de Desenvolvimento Regional (CDR) reúne-se na sexta-feira em Jaguaruna para analisar sete processos que juntos somam mais de R$ 1 milhão. Entre as propostas o destaque é o projeto de reforma do Ginásio Municipal Nicanor Valmor Stork e Construção Praça Esportiva no valor de R$ 762.338,91. A assembléia do CDR será presidida pelo secretário regional Jairo Cascaes (DEM) no Clube Recreativo 1º de Janeiro, às 15 horas.

Os rachas da Câmara de Tubarão e Amurel

O recesso na Câmara de Vereadores de Tubarão acaba na próxima segunda-feira quando os trabalhos retornam. A pauta prevê a apreciação de alguns projetos e a inauguração da nova estrutura da casa que teve diversas reformas. Tudo para abrigar e atender melhor a população que vai até lá conferir as sessões.

Mas as melhorias devem ficar por conta da estrutura física. A expectativa sobre o relacionamento entre os vereadores e também com o prefeito Manoel Bertoncini (PSDB) não é nada diferente do que foi no primeiro semestre. Queixas de um lado e de outro. Críticas de onde se espera apoio. Apoio de onde se espera por críticas e de repente uma calmaria, para de uma hora para outra, vir outra discussão.

O relacionamento dos vereadores com o prefeito nunca chegou a ser crítico, mas Manoel também nunca dormiu tranquilo com desempenho da base aliada, que sempre esteve rachada. Os vereadores do PSDB, PDT e PP a toda hora tiveram problemas e queixas com o presidente João Fernandes (PSDB). O líder do governo Haroldo Silva (PSDB), o Dura, teve que sair em defesa do prefeito por diversas vezes e não somente para rebater críticas da oposição.

Esta expectativa de que tudo vai continuar igual se confirma pelas manifestações que já são feitas antes do retorno das sessões. O vereador Dionísio Bressan (PP) adiantou hoje, num artigo publicado no jornal Notisul, críticas que devem ecoar na sessão de segunda-feira. Cobrou mais planejamento da administração municipal para que a cidade obtenha recursos significativos para obras e não fique satisfeita com recursos de R$ 5 milhões, enquanto cidades próximas recebam mais de R$ 20 milhões. Voltou a falar das certidões negativas, que impedem a vinda de recursos e pediu empenho nos 150 dias do ano que ainda restam. As sessões da câmara prometem!

E na Amurel a novela da divisão deve continuar mais um pouco. As prefeituras que iriam se desligar, ainda não se desfiliaram. Mas encontros para definir o estatuto da nova associação e com prefeitos da região para convence-los da idéia continuam acontecendo. O prefeito de Braço do Norte Vânio Uliano (PP), que é contra a divisão, recebeu uma comitiva para falar do assunto.

Enquanto isso os trabalhos na Amurel ficam paralisados. O presidente Beto Martins (PSDB), prefeito de Imbituba, marca reuniões para tratar do assunto, mas é obrigado a cancelar por causa da ausência dos interessados.

Em quinze dias vamos ter em Tubarão o Seminário Prosperidade Sul Catarinense. Este é aquele projeto que fala em união de todos para o desenvolvimento regional integrado. Será que a região vai chegar rachada neste evento?

Por hoje é isso, eu volto na próxima semana.

Ponto de Vista com Carlos Alberto Bento

O gerente de vendas da Unitá Veículos de Tubarão confirma que a redução do IPI para carros colaborou para o crescimento de 15% das vendas em relação a 2008. Confira no vídeo a íntegra da entrevista.



Sobre este assunto eu considero ainda que se as empresas também tivessem contribuído com algum percentual os preços poderiam ter caído ainda mais e por consequencia as vendas seriam ainda maiores. Ganhariam todos!

Cinco medidas para segurança no Bairro Passagem

O bairro Passagem de Tubarão é um dos que sofrem com a falta de segurança na cidade. Reunião entre a Polícia Militar, Conselho Municipal e Local de Segurança (Conseg) e lideranças comunitárias levantou cinco sugestões para prevenir a violência.

São elas: ocupar de forma sadia e produtiva crianças e jovens, por meio de parcerias; reforçar, os limites na família e na escola, a serem trabalhados em reuniões com pais e professores em parceria com o juizado da infância e da família, este assunto será discutido nos dias 11 e 18 de agosto na escola Martinho Guizzo; abrir, limpar e iluminar ruas e outros espaços públicos, a cargo da prefeitura e da Celesc; estudar a implantação do toque de recolher, após as 23 horas, para crianças desacompanhados dos pais; reforçar ações das Polícias Militar, Civil, e Guarda Municipal.

A próxima reunião para cobrança e prestações de contas será no dia 25 de agosto na sede do Rotary.

quarta-feira, 29 de julho de 2009

PMDB tem reunião nesta sexta-feira

O presidente do PMDB de Tubarão, Túlio Zumblick, convocou os membros do diretório municipal, subdiretórios e segmentos do partido (PMDB Mulher, Fundação Ulisses Guimarães e JPMDB) para uma reunião ordinária. O encontro será nesta sexta-feira às 20 horas na sede do partido, no bairro Oficinas. A pauta da reunião não foi divulgada.

Pauta da Assembleia Legislativa para 29/7

Seminário sobre Saúde Pública (Gabinete deputada Angela Albino)
Local – Plenarinho Deputado Paulo Stuart Wright
Quando – dia 29 de julho
Horário – 18h30min

Mulheres de políticos na política

Não é curioso que boa parte das mulheres que participam da política sejam esposas de políticos? Nas eleições de 2008 a única prefeita eleita em nossa região, Leonete Back Loffi (DEM), é esposa do ex-prefeito de São Martinho Gervásio Back Loffi. Zalene Matos (PMDB), esposa do ex-prefeito Ademir Matos (PMDB), tentou o cargo em Braço do Norte, mas não se elegeu.

Agora quando se discutem nomes para as eleições de 2010 as esposas voltam a ser cogitadas. Beth, esposa do secretário nacional de saneamento, Leodegar Tiscoski (PP), foi lembrada para ser candidata a deputada estadual. Em Palhoça, se discute a candidata de Dirce, esposa do prefeito Ronério Heiderscheidt (PMDB).

Isso só para citar alguns exemplos.

Não tenho nada contras as esposas, mas será que a renovação precisa ser feita desta forma?

terça-feira, 28 de julho de 2009

Ingressos por alimentos na República em Laguna

Sou daqueles que reclama do preço dos ingressos e das condições do eventos culturais realizados com recursos públicos. A República em Laguna é um deles e por isso preciso registrar uma boa iniciativa da edição deste ano.

Nos espetáculos desta semana, que começam nesta quarta-feira e seguem até domingo, uma parte dos ingressos disponíveis foi destinada para ser trocada por alimentos não perecíveis. Cada dois quilos de alimentos valem um ingresso, sendo que cada pessoa pode trocar no máximo dois ingressos. Ou seja uma família com dois filhos consegue assistir ao espetáculo nestas condições.

Para quem for pagar pelos ingressos, esta edição de 2009 tem até preços menores do que em 2008. Os preços dos ingressos são R$ 20 na bilheteria, R$ 15 antecipado e R$ 10 meia entrada, para estudantes e idosos.

Turismo náutico em Laguna

O Secretário Adjunto de Turismo de Laguna, Peterson Crippa (PRB), participou de uma reunião em Imbituba com representantes das cidades de Porto Belo, Itajaí e São Francisco do Sul, com o objetivo de inserir Laguna no Grupo de Turismo Náutico de Santa Catarina.

De acordo com Crippa, a intenção é aproveitar o potencial das lagoas para abrir o mercado náutico, para marinas e competições, como regatas.

Na proposta de inserir o Estado entre as escalas dos principais cruzeiros turísticos, o objetivo é incluir o município como parceiro direto do porto de Imbituba, integrando um roteiro regional.

No verão 2007/2008, Laguna recebeu turistas de sete cruzeiros que desembarcaram em Imbituba.

Olesc e o recesso escolar

A realização da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) em Tubarão tem dado muita dor de cabeça para os gestores da prefeitura. A cidade que cuida da organização dos jogos pena com a falta de recursos e agora também enfrenta queixas do Sindicato dos Trabalhadores na Área da Educação da Rede Municipal de Tubarão e Capivari de Baixo (Sintermut) por causa da transferência do recesso escolar.

A prefeitura tomou a medida para o recesso coincidir com a realização dos jogos, e assim, as escolas também poderão servir de alojamentos para os atletas de outras cidades. Os representantes da categoria apontam para uma série de problemas e esperam por uma resposta do secretário de educação José Santos Nunes (PP). A Olesc será realizada entre os dias 15 e 22 de agosto.

PPA de jaguaruna

A Audiência Pública sobre o Plano Plurianual (PPA) de Jaguaruna será realizada nesta quarta-feira. O prefeito Inimar Felisbino Duarte (PMDB) discute as propostas com a população às 19h30min no Clube Recreativo 1º de Janeiro.

Leis contra o nepotismo

A Lei contra o nepotismo já foi aprovada pelo Supremo Tribunal Federal em agosto de 2008. O texto permite a contratação de parentes sem concurso público somente para cargo políticos. O caso da primeira dama de Capivari de Baixo, Áurea Brunel, que é secretaria de Administração e Finanças, por exemplo é permitido.

Mas a Lei aprovada pelo STF também deixa diversas brechas. Cargo de confiança é cargo político? Cargo comissionado é cargo político? Na divisão feita entre os partidos que apóiam um governo estes cargos são tratados como políticos. Será que a Justiça também entende desse jeito? Se for assim, fica tudo igual. Pois qualquer nomeação feita por um governante tem conotação política, ou não tem?

O que os vereadores de Capivari de Baixo querem atingir por meio de uma outra lei é um problema que não aparece nos textos oficiais. A moral. Eu não sei se uma Lei Municipal não vai ser derrubada nas instancias maiores da justiça. Este ai ser um assunto para o futuro.

Agora esta questão do nepotismo é moral. A lei permite, mas é correto um governante nomear parente para um cargo público? É se o parente é competente? É justo ele não desempenhar uma função só porque é parente de um político?

Vamos trazer o assunto para o dia-a-dia das pessoas comuns, sem parente políticos? Você já deve ter ouvido falar em promoções onde são proibidas a participação de parentes de alguém que trabalha na empresa que está dando o prêmio. É justo? Não é a mesma coisa?

Na iniciativa privada temos também empresas que não aceitam parentesco entre os funcionários. É justo? Não é a mesma coisa que o nepotismo? Não é uma questão moral?

Pois é, se tivéssemos um comportamento moral aceitável por parte da classe política não teríamos que assistir escândalos como estes no Senado que envolvem a família de José Sarney e nem discutir leis de nepotismo. Se houvesse moral a turma que é parente de políticos estudaria para fazer o concurso público ou aguardaria o final do mandato para trabalhar com algum órgão público.

segunda-feira, 27 de julho de 2009

Crise em debate

A crise pode ser passageira ou permanente, dependendo do ponto de vista. Eu sou dos que pensam que ela é passageira e já está passando. Alguns partidos políticos, como o PSOL, por exemplo, debatem o tema de forma permanente.

O partido e a Fundação Lauro Campos organizam no mês de agosto um seminário internacional. O evento será nos dias 18 e 19, dias antes do Congresso Nacional do Partido Socialismo e Liberdade.

As plenárias estaduais já estão acontecendo e a de Santa Catarina foi realizada no sábado (25/7), em Florianópolis. O PSOL ainda não tem diretório constituído na região da Amurel.

Prêmio João de Barro

Cinco empresas e entidades de Santa Catarina estão entre as indicadas para o Prêmio João de Barro, que será entregue durante o 38º Encontro Nacional da Indústria de Cerâmica Vermelha (ExpoAnicer). O Jornal Cerâmica Estrutural e o Sindicer de Morro da Fumaça concorrem na categoria Empresa ou Instituição. Já IFC, Natreb e Zucco concorrem na categoria Fornecedor.

O evento será realizado entre os dias 19 e 22 de agosto em Belém do Pará e reúne marcas nacionais e internacionais em torno de inovações tecnológicas do setor.

quinta-feira, 16 de julho de 2009

A crise dos outros é nossa?

Diversos setores da economia começam a esboçar uma reação diante de crise econômica mundial.

Será que o pior já passou?

Se o termômetro da crise for os Estados Unidos pode ser que sim.

Se o motivo da crise foi a quebra da economia dos Estados Unidos, então já se pode esperar por uma reação. Os bancos de lá estão registrando lucros e as empresas voltaram a contratar.

Por aqui a situação também está mudando. Se é que a crise realmente nos atingiu ou entramos no ritmo dos outros e nos retraímos também. Um estudo que chegou em minhas mãos hoje aponta para uma direção bem diferente da crise.

Ou será que estão em crise setores como a agropecuária, indústria de alimentos, supermercados, redes de farmácias, limpeza e higiene e montadoras de veículos que prevêem crescimento em 2009. Algumas empresas devem contratar até cinco mil pessoas. No setor de bebidas, tem cervejaria crescendo trinta e oito por cento. Outra empresa de sucos está investindo 25 milhões de reais em novos produtos. Uma loja de departamentos tem lucros crescentes de mais de 40 por cento. Tem escola de línguas prevendo inaugurações de 50 filiais pelo Brasil afora. Será que devemos mesmo insistir em crise.

Os bancos continuam lucrando, as operadoras de cartão de crédito continuam crescendo, o mercado de telefonia continua aquecido.

?Será que precisamos ficar sofrendo a crise dos outros?

Quando se fala demais neste assunto todo mundo acaba ficando ainda mais receoso, se deixa de investir, de contratar e a incerteza toma conta de todos.

Então vamos virar mais esta página. É claro que pregar pelo consumo consciente é necessário. Ninguém precisa gastar tudo o que ganha. Poupar também faz bem e dá a sensação de segurança e até autonomia para negociar preços na hora de comprar a vista.
Mas podemos, sem dúvida, pensar positivo e planejar um futuro melhor.

terça-feira, 14 de julho de 2009

Cuidado com o conformismo

Certa vez ouvi uma entrevista no rádio de um delegado aqui em Tubarão que dizia que eram registrados cerca de 100 furtos em veículos por mês. Pra ele este índice era considerado normal. Ou seja três carros arrombados por dia era coisa aceitável para uma cidade do nosso tamanho. Não lembro o nome do delegado e isso não vem ao caso, mas o que eu não concordo é com o conformismo. O normal tem que ser índice zero.

Agora duas reportagens publicadas no fim de semana mostram situações diferentes. De um lado os moradores das comunidades reclamam do tráfico de drogas. De outro, o delegado regional Renato Poeta afirma que a cidade é segura.

A pergunta que fica no ar é: segura para quem? Para os moradores da Passagem, de Oficinas, do Morrotes, do São João, que vivem trancados em casa como se estivessem numa prisão com medo dos traficantes e usuários que circulam livremente?

Segura para os vizinhos do presídio, no Humaitá de Cima, ou do Centro de Internação Provisória, o CIP no Bom Pastor, que convivem com as fugas freqüentes?

A policia, como disse o delegado Poeta, vem tentando fazer a sua parte dentro do que é possível, dentro do que a estrutura permite. E a gente até vê ação, prisões, apreensões de drogas. Mas não dá para se conformar. Não dá para ser derrotado pelo crime.

Por isso, a cobrança em cima da Policia Militar, da Policia Civil, dos responsáveis pela Segurança Pública vai continuar.

Por isso, a nova administração do CIP tem que se acostumar com as criticas e dar respostas para a sociedade. Como é que podem ocorrer tantas fugas em tão pouco tempo e ninguém vir a público esclarecer o que está acontecendo? Ninguém sabe de nada, ninguém aparece para falar.

Não dá para aceitar que uma cidade como Tubarão, dita tranqüila, tenha bairros e comunidades dominadas pelo medo. Se está assim quando tem cem mil habitantes, como vai ser quando ficar maior?

sexta-feira, 10 de julho de 2009

Os primeiros seis meses de Manoel

Todos os prefeitos de nossa região são difíceis de avaliar. A queda na arrecadação, por exemplo, veio para todos. E sem dinheiro é complicado fazer obras e cumprir as promessas de campanha.

Em Tubarão, a previsão de receber entre R$ 5 e 10 milhões dos impostos dos bancos fez a dupla Manoel e Pepê sonhar alto. Vieram apenas 10% destes recursos, R$ 500 mil, e aí não deu para fazer quase nada.

Projetos como a Arena Multiuso, o Pronto Atendimento 24 horas e o Canil Municipal ainda não saíram do papel. Outros projetos estão sendo realizados para buscar recursos federais. A redragagem do Rio Tubarão é um deles.

Acredito que o maior destaque destes primeiros seis meses não tenha sido nenhum tijolo erguido pela administração municipal ou um metro de rua pavimentada.

A valorização de uma categoria profissional que tem tanto significado em nossa sociedade foi um ato que não merece ser esquecido. Parace pouco, mas fazer valer a determinação federal de pagar o piso salarial de R$ 950 para os professores da rede municipal foi a grande ação deste primeiro semestre. Poucos municípios fizeram isso no Brasil e nem o Estado ainda cumpre esta decisão. É uma obra que não vai ter nenhuma placa de inauguração mas vai com certeza ser lembrada no futuro.

Seis municípios deixam a Amurel

A região terá uma nova associação de municípios na região. A reunião realizada ontem em Gravatal confirmou que seis integrantes da Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel) e mais dois da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec) vão deixar as entidades para formar uma nova, que ainda deve ter municípios da Associação dos Municípios da Região Serrana (Amures).

Saem da Amurel São Ludgero, que terá a sede da associação, Armazém, Grão-Pará, Gravatal, Pedras Grandes e Santa Rosa de Lima. Da Amrec saem Lauro Muller e Orleans.

A justificativa dos prefeitos envolvidos é ter uma entidade que reúna municípios com características comuns. Na próxima semana que deve ser realizada outra reunião para definir o estatuto e nome que pode ser Associação dos Municípios da Encosta da Serra Geral ou Associação dos Municípios do Território da Encosta da Serra Geral.

Eu continuo achando que dividir só por dividir é um erro. O ideal é lutar para fortalecer as entidades e buscar o crescimento coletivo.

quarta-feira, 8 de julho de 2009

Mais um racha na Amurel?

Escrevi outro dia aqui em torno de uma união macrorregional para garantir uma boa representação na Assembléia Legislativa de Santa Catarina. Disse também que nossos deputados, e os eleitores, não deveriam pensar apenas nas microrregiões e que juntos podem garantir ações e projetos para todo o Sul.

Outra situação que temos visto nos últimos dias é o projeto Prosperidade Sul Catarinense, que propõe a união de todo o Sul do Estado em torno de projetos de desenvolvimento. As duas universidades com sede aqui, a Unisul e Unesc, encabeçam esta proposta. Esperamos que o projeto entre em prática e assim se ouça falar mais ainda.

Bom tudo flui para a união de forças.

Mas agora surge uma proposta de criação de uma nova associação de municípios reunindo prefeituras aqui da nossa Amurel, e outras da Amrec, da região carbonífera. Eu pergunto pra quê isso? Mais uma divisão? Se fala tanto em união e aí surgem propostas como essa.

O modelo de Secretarias Regionais implantando pelo governador Luiz Henrique da Silveira teve entre os seus tantos méritos o de agilizar as ações do Estado no interior. Mas a divisão das regionais não seguiu o critério das Associações dos Municípios. A Amurel, por exemplo, foi dividida em três e temos então a SDR de Tubarão, a SDR de Laguna e a SDR de Braço do Norte.

Está ou não está dividida a nossa região?

Desde que assumiu a Amurel no início deste ano o prefeito de Imbituba Beto Martins, do PSDB, tem convivido com conflitos na entidade. Primeiro foi o pedido de licença feito por seis prefeitos, todos ligados ao PMDB, que ficaram descontentes com o processo eleitoral. A situação foi contornada e eles retornaram para a Associação.

Agora surge mais esta proposta de divisão.

As associações de municípios servem para objetivos políticos e também práticos. No campo político, uma região unida pode ser mais forte na hora de reivindicar projetos e ações de desenvolvimento. No campo prático ela pode servir para economizar. Quer um exemplo. Um município pequeno pode ter na associação engenheiros e técnicos à disposição para elaborar projetos e tentar buscar recursos estaduais e federais para realização de obras.

Se o trabalho prestado não é satisfatório ou suficiente, que se discuta um jeito de melhorar. O que não pode é toda hora ficar falando em divisão. Não dá para dormir com um barulho desse.

quinta-feira, 2 de julho de 2009

É preciso falar de segurança sempre

De vez em quando a gente fica assim, vivendo uns dias tranquilos, sem grandes e graves ocorrências, que dão a impressão de que está tudo calmo e controlado. De repente vem alguma bomba e agita a cidade. Aí todo mundo volta a falar e comentar o assunto.

Eu considero este tema segurança muito importante, mas que não tem a devida importância de todos. Geralmente, as pessoas só ficam indignadas com o assunto quando a violência atinge uma criança ou envolve alguém conhecido ou da família.

Você leitor, lembra dos últimos assassinatos ocorridos aqui em Tubarão/ Infelizmente, todos ligados com as drogas. A polícia agiu e aos poucos foi descobrindo os envolvidos com os crimes. Mas, e a causa do crime? Tem que se preocupar com os autores, mas também com a causa. Os traficantes e usuários continuam vendendo e consumindo. Este circulo vicioso alimenta outros crimes como pequenos e grandes furtos, violência doméstica e exploração sexual.

No meu entendimento há pouco envolvimento da cidade, pouca indignação com tantos assassinatos em tão pouco tempo. Ah só está morrendo gente envolvida com drogas. Só está morrendo ladrão? O que eu tenho com isso? Temos muito!

As drogas estão em todos os lugares. Estão nas famílias de baixa, média e alta renda. Quando vamos nos indignar? Quando morrer alguém que mora no centro da cidade? Quando morrer algum jovem que não é da periferia e ninguém desconfiava que estava metido com isso? Quando for o meu filho? Quando a minha casa for invadida? Não, não, eu não posso concordar e nem esperar por isso.

Temos que nos indignar sempre.

È por isso que eu admiro o trabalho realizado pelo Conselho de Segurança de Tubarão. Esse pessoal que se reúne todo mês e fica pensando em pequenos detalhes merece e precisa de mais apoio. Pode parecer inofensivo, chato e antiquado querer fechar os bares durante a madrugada, proibir a venda de bebida alcoólica em postos de gasolina e se preocupar com os futuros viadutos da BR-101. Pode parecer quando está tudo calmo. Mas quando vamos nos indignar junto com eles? Quando não der mais pra controlar? Espero que não seja tarde demais.

Comunicação Coca-Cola

Por Alice Botega

Em 1999, quando tranquei a universidade para ir morar no exterior a Internet estava sinalizando alguma coisa laaaa no infinito, ou melhor, no futuro. Nessa época usávamos a máquina de escrever, elétrica é claro, coisa de primeira, tínhamos que bater 140 toques por minuto, mas se errasse lá no final, já era, tinha que começar tudo novamente coisa de gente perfeccionista.

O curso de Comunicação Social estava se modernizando, se não me engano tinha sido implantada a hemeroteca que também disponibilizava alguns computadores para os alunos, lembro do dia em que entrei lá, ficava no final do corredor, atrás do laboratório de foto, estava lá à professora Darlete, vestia um blazer claro, quase da cor das novas máquinas, confesso que tive um pouco de medo ao olhar aquelas máquinas, depois chegou a professora Silvana e as duas começaram a me mostrar os novos equipamentos maravilhadas.

Na década de 90, participei de vários congressos nacionais e estaduais, UNE em Belo Horizonte que teve até a presença de Fidel Castro, é isso mesmo Fidel Castro em carne e osso e é claro, charuto cubano. Outro congresso que lembro bem foi o Enecom em Maceió – Encontro Nacional de Estudantes de Comunicação - o tema era falar, estudar, debater sobre a Democratização da Comunicação.

Enfim 10 anos se passaram e a tal da Democratização da Comunicação chegou. E chegou com tudo, com todas as ferramentas, com todas as comunidades e possibilidades, 24 horas de noticias e informações em tempo real, acessos free e disponíveis até na padaria da esquina. Ficamos eufóricos, isso é o futuro, isso é a Democratização da Comunicação!

Agora todas as classes terão direito de consumir e produzir informação, não é magnífico? Por que estamos indignados, pessimistas? Umm derrubaram o nosso diploma e agora? Talvez agora tenhamos que pensar no Tema do Enecom de 1999, Comunicação Holística, que remete ao “holismo” teoria segundo a qual o “todo é algo mais do que a soma de suas partes”. Que palavra no ano 2009 pode nos remeter ao “todo”, seria o GLOBAL, e quem são as “partes” ou quais são as suas partes? Ou melhor, o querem fazer dessas partes? Em 1974 o canadense Marshall McLuhan já havia proposto o termo “aldeia global” com estudos que caracterizam um progresso tecnológico que iria globalizar a comunicação.

Mas no novo milênio a “aldeia global” tomou outro sentido, talvez ela queira nos encarcerar dentro dessa “aldeia” e deixar o “global” do lado de fora. Essa “aldeia global” proposta pelo novo milênio tomou a dimensão de mercado e mercado mundial, o que predomina é o modo de vida urbano; a americanização da juventude; o tudo igual e instantâneo da comunicação (vamos todo imitar o moonwalk) de Michael Jackson e seremos felizes.

Apropriando-se das palavras do sociólogo Armand Mattelart, podemos dizer que a Comunicação é recomendada assim no novo milênio: “criem um produto único para todo o mercado mundial; comercializem-no a um preço único; o mais baixo possível; façam sua promoção da mesma forma em cada país; e utilizem, em todos os lugares, os mesmos circuitos de distribuição, em suma, grosso modo imitem a Coca-Cola”, então criamos no século XXI a comunicação Coca-Cola.

Lembre-se se você é formado em Comunicação Social – habilitado em Jornalismo você tem o dever de fazer diferente.

quarta-feira, 1 de julho de 2009

Calendário eleitoral de 2010 é aprovado pelo TSE

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, na sessão extraordinária desta quarta-feira (1º), o calendário eleitoral das eleições gerais de 2010, quando serão eleitos o novo presidente da República, governadores, senadores, além de deputados federais, estaduais e distritais. O primeiro turno será no dia 3 de outubro. Caso nenhum candidato a presidente da República ou a governador obtenha a maioria absoluta dos votos válidos nesta data, haverá segundo turno no dia 31 do mesmo mês. O relator do calendário, assim como de todas as instruções das eleições de 2010 é o ministro Arnaldo Versiani.

A primeira data que deve ser observada pelos partidos e candidatos é 3 de outubro deste ano, quando faltará um ano para a eleição. Até esta data, todos os partidos políticos que pretendam participar das eleições devem ter obtido o registro de seus estatutos no TSE. Também até esta data, os candidatos devem ter domicílio eleitoral na circunscrição na qual pretendem concorrer e estar com a filiação deferida no partido pelo qual vão disputar uma vaga, desde que o estatuto partidário não estabeleça prazo superior.

A partir de 1º de janeiro de 2010, as entidades ou empresas que realizarem pesquisas de opinião pública relativas às eleições ou aos candidatos ficam obrigadas a registrá-las na Justiça Eleitoral.

As convenções para a escolha dos candidatos serão realizadas de 10 a 30 de junho. Os partidos devem apresentar o registro de seus candidatos até o dia 5 de julho de 2010.

Propaganda

A propaganda eleitoral será permitida a partir de 6 de julho de 2010. No primeiro turno da eleição, poderá haver a distribuição de material de propaganda política até o dia 2 de outubro, assim como a realização de carreatas e passeatas. A propaganda paga na imprensa escrita só poderá ser divulgada até 1º de outubro. Já debates e propaganda em páginas institucionais na internet poderão ocorrer até 30 de setembro.

Em 17 de agosto, a 47 dias da eleição, começa a veiculação da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão, que termina em 30 de setembro, três dias antes do primeiro turno da eleição.

Segundo turno

Onde houver segundo turno, os candidatos poderão fazer propaganda eleitoral a partir de 5 de outubro. Já a propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão tem de começar até 15 dias antes do segundo turno da eleição, ou seja, até 16 de outubro. A propaganda eleitoral gratuita será exibida até 29 de outubro, dois dias antes do segundo turno.

Eleitores

Os eleitores também precisam ficar atentos ao calendário. Quem ainda não possui título de eleitor tem até 5 de maio do próximo ano para requerer a inscrição eleitoral. Esse também é o último dia para solicitar transferência de domicílio e para o eleitor com necessidades especiais pedir sua transferência para seção especial eleitoral. Quem perder o título pode requer a segunda via do documento até 23 de setembro de 2010.

Com informações da AI/TRESC

Ponto de Vista com Geraldo Althoff

No quadro Ponto de Vista desta semana a conversa é com o secretário de articulação nacional, Geraldo Althoff. O assunto é o projeto Prosperidade Sul Catarinense, que busca integrar os municípios em prol do desenvolvimento

Dom Jacinto vai para Pelotas

Desvendado o mistério do Bispo dom Jacinto Bergmann. Ele vai deixar a Diocese de Tubarão para assumir a Diocese de Pelotas. O anuncio foi feito agora a pouco durante entrevista coletiva.

O mistério em torno do tema da coletiva foi criado ontem a partir do convite enviado pelo religioso que dizia se tratar “de interesse de toda a população da região e, de modo especial, dos fiéis da Diocese de Tubarão”.

Pauta da Assembleia Legislativa para 1º/7

1 – Reunião da Comissão de Finanças
Local: Sala das Comissões
Horário: 9h

2 – Reunião da Comissão de Direitos e Garantias Fundamentais
Local: Sala das Comissões
Horário: 10h

3 – Sessão ordinária
Local: Plenário
Horário: 14h

4 – Lançamento do livro “TV Digital e Comunicação Social: aspectos regulatórios” e palestra “O regime de concessão do serviço público de televisão”, com Ericson Meister Scorsim
Local: Plenarinho
Horário: 19h

Categories

A Hora do Voto Acit Ada De Luca Aeroporto Regional Sul Alesc Amurel Arena Multiuso Armazém BR-101 Braço do Norte Brasília Câmara Capivari de Baixo Câmara de Braço do Norte Câmara de Criciúma Câmara de Grão-Pará Câmara de Gravatal Câmara de Imaruí Câmara de Imbituba Câmara de Jaguaruna Câmara de Laguna Câmara de Sangão Câmara de São Martinho Câmara de Tubarão Câmara dos Deputados Capivari de Baixo Carlos Stüpp CDL CDR Charge Debates DEM Deputados Desenvolvimento Diário do Sul Dilma Roussef DNIT Economia Edinho Bez Educação Eleições 1982 Eleições 1986 Eleições 1989 Eleições 1992 Eleições 1996 Eleições 1998 Eleições 2000 Eleições 2002 Eleições 2004 Eleições 2006 Eleições 2008 Eleições 2010 Eleições 2012 Eleições 2014 Facisc Governo Estadual Gravatal Imaruí Imbituba Impostos Indústria e Comércio IPTU Jaguaruna JBGuedes Joares Ponticelli Jorge Boeira José Nei Ascari Justiça Justiça Eleitoral Laguna Leis Meio Ambiente Obras Olávio Falchetti Partidos PCB PCdoB PCO PDS PDT Pedras Grandes PEN Pepê Collaço Pesca Pescaria Brava Pesquisas PHS PL PMDB PMDB Mulher PMN Política Porto de Imbituba PP PPA PPB PPL PPS PR PRB Prefeitos Prefeitura de Capivari de Baixo Prefeitura de Gravatal Prefeitura de Jaguaruna Prefeitura de Laguna Prefeitura de São Martinho Prefeitura de Tubarão Prefeituras Presídio Prona Propaganda partidária PRP PRTB PSB PSC PSD PSDB PSDC PSL PSOL PSPB PSTU PT PTB PTC PTdoB PTN PV Raimundo Colombo Rede Sustentabilidade Reforma Administrativa Reforma Eleitoral Reforma Política Reforma Tributária Reforma Universitária Rhumor Rio Tubarão Rizicultura Salários Saúde SDR de Braço do Norte SDR de Laguna SDR de Tubarão SDRs Segurança Senado Senadores Sociedade STF TCE TJ-SC Trânsito TRE Treze de Maio TSE Tubarão Turismo Unisul Unisul TV Vereadores