segunda-feira, 20 de fevereiro de 2017

(in) Segurança que só piora

Nos anos 90 produzi uma reportagem de televisão sobre uma cidade onde a polícia estava sem viaturas para atender as ocorrências e o cidadão interessado em alguma investigação tinha que pagar táxi para levar os agentes até o local. A reportagem foi exibida em rede estadual e semanas depois alguns bandidos vindos da capital assaltaram o banco do município. Fugiram, mataram uma pessoa e ao serem capturados disseram que escolheram a cidade por causa do que assistiram na TV.

Por alguns anos fui recomendado (para não dizer ameaçado) a não aparecer mais naquela cidade por causa da reportagem que tinha feito, como se a culpa de tudo o que ocorreu fosse minha.

Esta história já tem mais de 20 anos, mas os problemas de falta de segurança continuam. E a culpa não pode ser colocada na conta da imprensa que apenas mostra e ajuda a cobrar por alguma solução que não vem.

O que vimos pela televisão neste verão (problemas nos presídios e caos nas ruas do Espírito Santo) foi algo que superou o absurdo. Uma nova onda de crimes também passa por aqui. E continuamos assistindo a tudo, cada vez com mais medo, procurando por culpados. Mas enquanto não tiver ação na causa, a mudança continuará sendo para pior.

Continue lendo...

Pepino na UPA

Na passagem do governador Raimundo Colombo (PSD) pela região, há cerca de duas semanas, ele disse em entrevista na Unisul TV que a obra da UPA 24 horas de Tubarão tem problemas na prestação de contas e por isso não encontram solução para terminar. No estado vizinho do Rio Grande do Sul há UPAs prontas, mas sem previsão de funcionar por causa dos custos. Ou seja, o P da sigla UPA, pode ser considerado ‘Pepino’.

Continue lendo...

ADR no Colegiado

O secretário executivo da ADR de Tubarão, Nilton de Campos, participou da reunião do colegiado estadual, realizada em Lages. Ele teve 15 minutos para fazer um balanço dos trabalhos e destacou as obras na região Sul, como a rodovia Ivane Fretta Moreira, a ponte sobre o rio Congonhas, as escolas recém inauguradas, a revitalização da SC-370, rodovia Pedras Grandes à Orleans e os recursos para recuperar as escolas e prédios públicos devido ao vendaval de outubro passado.

Atender as pessoas
No mesmo encontro, Raimundo Colombo (PSD), reforçou o discurso de atender as pessoas. Ele destacou o equilíbrio econômico do estado, dando condições para que seja mantidos os investimentos públicos e privados. E o planejamento para 2017 é manter os serviços. Pediu gestão eficaz dos recursos e evitar gastos que não são necessários. Disse ainda que Santa Catarina é o único Estado com cronograma de pagamento até dezembro, com uma taxa de desemprego menor que o país e não aumentará impostos.

Continue lendo...

Google+ Followers

Seguidores

Twitter







Recent Visitors